Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Não aperto mesmo o casaco todo, sem dúvida...!

   Há manias do caraças. O tempo vai passando, e assim, vai-me fazendo observar como eu sou uma criatura deveras peculiar - quanto mais velha, mais arrepios-de-vergonha-alheia provoco a mim própria. Obviamente que todos nós temos as nossas taras, manias e pancadas, tal Marco Paulo latente dentro de todos nós, mas começo a desconfiar, que já começo a ter mais dessas coisas bizarras e a roçarem o estranho no seu expoente máximo, a caracterizarem a minha fantástica e inebriante personalidade, do que um ser humano considerado normal. A sério. Ora vejam lá, se não concordam comigo:

   Infelizmente, lá de vez em quando, tenho de roer com um comprimido. Pronto, ou são as alergias, ou são as alergias ou até mesmo, ou são as alergias! E como devem de calcular, o comprimido parece um torpedo, primo de um Boing 747 e arraçado de foguetão. Para terem uma noção do tamanho do dinossauro, tem assim mais ou menos o tamanho de... sei lá, assim tipo um mini smartie, estão a ver? Agora imaginem, o quanto custa tomar um comprimido daquele tamanho! Vocês compreendem. É um receio natural! Daquele tamanho, ui... mete respeito. E então, para me certificar que o bicho efectivamente vai para onde deve de ir, eu bebo uma mísera quantia de água. Assim, mais ou menos, quase meio litro de água! O problema dá-se, é quando tenho de tomar comprimidos um pouco maiores... É quase um garrafão de cinco litros, o que não dá muito jeito, não são lá muito ergonómicos, mas pronto. Os sacrifícios que uma pessoa tem de fazer, só para tomar um comprimido. Incrível. E antes que alguém mande alguma piada, sim eu sei que existem medicamentos em pó, mas eu não me dou muito bem com aquilo: Além de tomar o pó desfeito na água, acabo sempre por snifá-lo igualmente- imaginem a minha carinha depois de tomar medicamentos em pó... «Eh lá... o copo está a falar comigo, ou quê?? Hein?? Agora o que^?? Até emborcavas Iced-Tea??». Há quem goste, mas não é o meu caso, de modo que se torna deveras incómodo snifar o remédio. Já adoptei duas estratégias, tanto a de primeiro colocar o pó e depois a água, como o inverso - uau, que estratega que eu saí. Até me espanto com este génio que eu sou - mas acabo sempre por dar no pó. O problema, concluí após várias tentativas e mocas depois, está no acto de dissolver o pó na água: Forma-se uma nuvem de tal ordem que eu JURO que no outro dia me pareceu ouvir o relinchar de um cavalo. Se tivesse na rua, até acreditava que era D. Sebastião. Como podem calcular, entre andar a ouvir a loiça do aquário a falar e entre beber bidõesde água por causa de um calhau... Venha o diabo e escolha. Prefiro contribuir arduamente para o aumento do nível das águas...!

Putos, pá...! Tão pequeno e já é cromedo!!

   Está aqui a Peixa na praia, a barrar o Piolhinho em protector solar, tal porquinho pronto a ir para o espeto, quando este se vira e me diz:

   - Hummm tia, cheira a morango!

   - Morango? - snif snif - Pois cheira. É o teu protector solar.

   - É...???

   - Sim, lê lá aí na embalagem a ver se não diz o aroma que têm.

   Ele pega na embalagem. Mira, mira, vira para um lado, faz de conta que lê do outro, e diz-me:

   - Ah, está aqui!... Mas não é a morango... É a uva.

   - Hein? A uva?? - respondo-lhe eu perplexa e já a duvidar das minhas capacidades olfactivas, que estariam MESMO mal para não conseguirem identificar o cheiro a morango. «Mas cheira a morango...», pensei - Mostra-me lá onde está escrito.

   - Aqui, olha: Protecção U-V-A. Cheira a UVA!

   - Não... Isso é a protecção contra os raios-ultra-violeta, não quer dizer que cheira a uva!!!

   - Ah... Pois é... cof cof...

E eu que pensava que não havia nada mais ranhoso, mas afinal...!

   Como é sabido, eu tenho um grande amor por melgas. Mas um amor tão grande, que sempre que vejo uma, não resisto em lhe mandar uma pantufada. Amo de coração, como já referi aqui algures na fritadeira, aquelas que gostam de brincar às escondidas a meio da noite! Ui... É tão agradável acordar com o zum zum de uma melga, mesmo a meio do sonho com o Jensen Ackles...! Bem...! Mas sabem, descobri algo pior que as melgas. E este não vai lá com pantufadas! Sim... fujam para as montanhas! Protejam as crianças!!! Medoooooo muito medooooo!! Sabem o que é?... Sabem sabem?? Os bichos da madeira. Sim, os bichos da madeira! Tenho um filho-da-mãe na cabeceira da cama, que se lembra de encher o bandulho à noite! Eu bem que abano a cama... bato na cabeceira... faço trinta por uma linha... até já ponderei em puxar fogo à cama, e o tipo nada... Durante uns segundos faz silêncio, mas depois volta à carga. Ainda ando a topar se o gajo aparece à janela, mas não o consigo ver...! ;)

    O pior disto tudo, é que além de eu não dormir, do tipo fazer um chinfrim desgraçado, de eu me andar a armar em tremor-de-terra e acordar os vizinhos de baixo que devem pensar que eu ando na ramboiada às tantas da madrugada - a cama chia por todos os lados quando me movimento, e eu que pensava que era de estar gorda, mas afinal... já sei quem é o culpado - eu tenho o hábito de pendurar os meus fios ultra fashion na cama... e uns são de madeira!! Já viram se o bicho os descobre?? É o fim da macacada! Das duas uma: Ou fico com os fios a parecerem queijo suiço, ou começo a passear com um novo bicho de estimação! Raio do bicho... Nunca mais morre com uma farpa atravessada!!!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Douradinhos frios

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D