Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Vai ser cremada comigo e tudo....!



  Esta moda das pulseiras, anda a tramar toda a gente que têm pequenada na família. Praticamente não há criatura viva que se safe de ter de usar uma, porque ou um filho, ou sobrinho, ou enteado, ou primo, ou filho do amigo do amigo e do amigo, que não faça uma e ofereça para se usar. E o problema está quando não a estamos a usar, o raio da criançada dá logo conta que não a temos. Parece que é um género de "reconhecimento", ou "scan" que eles fazem aos nossos braços, que ainda antes de nos dizerem "olá" já estão a grunhir: "então a pulseira que eu te dei??". Ah pois é... Estamos numa bela alhada. Gosto de apreciar, quando as pessoas olham umas para as outras e verificam que a outra está a usar uma pulseira de elásticos... Fazem logo aquele ar de: "ahahah também não te safaste! Como eu te compreendo" seguido de um ar de "fosga-se". É que, antigamente, as pulseiras ou era feitas de pano ou lã ou um plástico manhoso fino mas não eram de elásticos, ou seja, a probabilidade desta coisa se estragar... é reduzida. Eu já andei a pensar... Será que com água o elástico se detiora? E ao sol? Será que resiste à chama de um maçarico? E se a mandar para dentro de uma fritadeira com óleo quente...? Pois é... Já têm sido muitos os pensamentos de "pulseiricídio", de modo a que parecesse que foi a própria pulseira que cortou os seus próprios elásticos, pondo assim fim à sua vida de sofrimento de estar sempre a ser usada.

   E o que estas pulseiras têm de melhor, é que além de estragarem a "toilet" à malta (é lindo um homem de fato ou um gajedo a esbanjar charme, toda pirosa de f*cking fabulous, e andarem cheios de pulseiras de elásticos.. do chinês) são mesmo as cores. Oh por favor senhores, não podiam ter arranjado umas cores que ferissem menos a vista ou que fossem menos pirosonas? Eh pá, é que faz-me lembrar as cores dos anos oitenta, que mais berrante do que aquilo era difícil, nem mesmo os batons que a Madonna usava na altura, conseguem bater estas cores.

  No fundo, eu até tive sorte... a minha têm cores discretas. Se fosse cor-de-rosa pirilampo ou laranja, estaria bem pior.

  Antigamente, no tempo dos faraós, os mesmo eram enterrados com as suas posses e até com os animais de estimação... Parece-me que quem recebeu essas pulseiras, vai ser enterrado com elas no seu espólio. Não sei... Cheira-me.

   É caso para dizer: "Até ao infinito... e mais além".


   P.S.: Imagem gamada da net.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Douradinhos frios

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D