Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Velem pela minha alma.

b8c0af2b4fba2fb91d3996b14b0391a7.jpg

 

Numa conversa animada entre colegas, uma refere que gosta de comprar produtos numa loja que não faz testes em animais. Até aqui, tudo bem, apoio.

Adivinhem que produto a colega estava a falar em específico? Cera para velas.

Pois, bem, leram correctamente. Cera para velas.

 

Eis que, fiquei imediatamente a pensar, na minha santa ignorância e extrema rapidez de fazer graçolas com  tudo o que seja, que raio de testes poderia uma empresa fazer num animal, com um produto como a cera para vela:

Quanto tempo temos até nos dar um fanico com o cheiro que a vela têm ou quanto tempo até se ter efeitos adversos como ver unicórnios, ursinhos carinhosos e apetecer chamar uma ratazana de fofinha e levá-la para casa, como animal de estimação? A textura da cera, sedosa ou com tendência a grumos e se vertida na pele, sai bem, dando para fazer depilação à brasileira ou deixa marcas de queimaduras e arranca tudo, inclusive a pele? É comestível ou meio indigesta? As cores, são hipnóticas e afectam o nosso subconsciente, criando uma máquina de guerra silenciosa, accionado o "gatilho" de destruição com o cheiro de vela queimada quando é apagada ou simplesmente nos fazem sentir "peace & love" como uns hippies dos anos idos? Muitas variantes e hipóteses, passaram nesta marmita, numa questão de segundos.

A minha preferida, que acabei por dizer em voz alta:

- Qual era o teste? "Olha, este arde bem com a vela".

Escusado será dizer que a colega não achou a mínima graça à minha piadola.

Há que ter alguma abertura de mente e espírito. Longe de mim apoiar os testes em animais tal como outras coisas que por vezes se brinca um pouco, inocentemente.

Mas vão lá dizer isso à moça, que se pudesse, fazia um teste com a cera das velas mas era em mim.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Douradinhos frios

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D