Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Eu a-d-o-r-o...

26.06.09, Peixe Frito

   ...trincar sandes de chouriço. Ou como eu digo, sandocha de choiro. Mas gosto mais precisamente da parte em que as rodelas já estão cortadas - não por mim é óbvio - assim fininhas que até se vê o sol do outro lado, já sem a pele da tripa, e já se encontram alojadas por entre as fatias da futura bela sandocha. Agora, para mim, comer uma sandocha de choiro, têm ciência. Sim, porque esta alminha, sempre que manda uma dentada na sandocha, anda a plantar rodelas de choiro pela casa. Um autêntico atentado! Um pecado!! Sem falar no desperdício, e nas manchas gordurosas que este deixa nas superfícies. O que vale, é que algumas são recuperáveis, e ainda se encontram comestíveis, senão... fazia a sandocha e comia-a ali no mesmo sítio - fosse onde fosse! Nada me demoveria até à última migalha! - só para não comer menos rodelinhas de choiro. Sim meus amigos, que como me toca a mim a maioria das vezes, ser eu a arranjar a minha sandocha (também não posso correr o perigo de pedir a alguém, senão ainda me retraçam o choiro, e eu fico a ver navios), sei que cortar o choiro, tirar a pele, e ainda colocar o dito entre as fatias do pão, dá trabalho!! Há que dar o devido valor!

largar posta:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.