Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Já cresci mais uns centímetros, de tanta jibóia...!

05.08.11, Peixe Frito

 

  Adorava ser uma gata. A sério. Não propriamente por ter sete vidas nem por comer peixinhos (que adoro :D), mas sim por um pormenor muuuuuito especifico: Eu adoro espreguiçar-me e, a meu ver, mais ninguém no reino animal o faz com tanta excelência, graciosidade, flexibilidade, contorcionismo e satisfação, que a porra de um gato.

  Eu sou um bocado mal fadada no que toca às espreguiçadelas: além de ser apanhada quase sempre por alguém (espreguiço-me em público, estou à espera de milagres, queres ver), muitas vezes estico-me taaaaaanto (penso que sou a mulher elástica ou um pega-monstro) que acabo por dar um jeito qualquer, e me deixa logo derreada e a barafustar. Vai-se logo a satisfação e descontracção que uma boa espreguiçadela confere tão caracteristicamente.

  É isso e ter de ir varrer o chão depois de me espreguiçar: é só ferrugem no chão.

  Pronto... fiquei cá com uma lanzeira agoraaaa... Que jibóiaaaaaaa...

 

 

  P.S.: Gato cheio de jibóia, retirado da net.

11 comentários

largar posta na fritura