Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Quem mais chora menos mija...

12.03.12, Peixe Frito

 ... Sempre disse o meu paizinho Adamastor, com a sua infindável e consoladora sabedoria. Ainda neste fim-de-semana me lembrei solenemente deste ditado, principalmente depois de ter andado a substituir a água do aquário por cerveja. "Qual é a ligação?", pensam vocês. Pois bem meus caros, sabe bem quem bebe uma cerveja, o efeito diurético que aquela bebida produz nas alminhas que a consomem. "Continuo sem perceber que têm o rabo a ver com as calças...". À conclusão que esta mente brilhante chegou foi que, se quem consumir muita cerveja se meter a chorar desalmadamente, será que vai menos vezes à casa-de-banho? Dava jeito... Bem, ao gajedo nem por isso, começavam todas a parecerem o Eric Draven (meu rico Brandon Lee...) com o rímel todo esborratado. No caso dos gajos, eh pá, pode soar muito mal, chorarem como se não houvesse amanhã... mas no fim da noite ainda poderiam ir para casa acompanhados (não propriamente pela cadela) mas por uma gaja de coraçãozinho mole, que achou que vocês estavam a passar um mau bocado e resolveu consolar-vos... quando na realidade, apenas estavam a economizar as solas dos sapatos, nas idas à casa-de-banho.

  Pensem comigo, só trás vantagens:

  - Além da óbvia situação de irem menos vezes à casa-de-banho, que por vezes estas idas e idas e idas e idas (ufff) até pode causar algum transtorno, principalmente se andarem de macacão vestido... como a je;

   - Ficam com os vossos olhinhos mais limpos e lubrificados, sem romelas nem nada do género, poupam tempo a lavar a cara;

   - Poupam no papel higiénico, na água que iriam gastar a descarregar o autocolismo, bem como no sabão que iriam usar a lavar as mãos (quem o faz, naturalmente, mas isso já é outro tema) eeeeee (sim ainda poupavam mais) sem frisar as árvores que iriam ser poupadas a uma ceifa brutal, só para o papel para limpar as vossas delicadas mãos após a sua lavagem, ou no caso do secador para as mesmas, menos consumo de electricidade;

   Ou seja, resumindo e baralhando, o planeta agradece e só beneficia com esta situação.

   E se estiverem a intrujar uma moça ou moço, num encontro, sempre vão beneficiar mais da companhia do outro, sim que as idas à casa-de-banho são uma seca, encontrar as casa-de-banho com fila, esperar com a bexiga "aos berros" e depois de tudo, voltar para ao pé da pessoa se essa ainda estiver no mesmo sítio onde a deixaram... já deve ter raízes e teias-de-aranha.

   Ai... o que não faz uma pessoa ser preguiçosa, e não lhe apetecer ir novamente à casa-de-banho...

2 comentários

largar posta na fritura