Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Apanhados com as "calças na mão"!

17.04.12, Peixe Frito

   Efectivamente, qualquer sítio serve para um devaneio. Costuma dizer-se que "olha, foi à casa-de-banho e veio de lá com uma ideia nova", e eu não podia estar mais de acordo. Não propriamente porque vou para a poltrona tentar inspirar-me em caso de bloqueio - mental meus caros, mental, sim que a musa às vezes decide ir para a copofonia invés de um simples café e nunca mais aparece - mas porque com alguma frequência, mais do que a desejada, dou por mim a ter devaneios.

   Estou eu num momento zen... e oiço um avião a passar. Bem... que barulhão. Sacana deve de estar a sobrevoar a área bem baixo. Raios o partam. (pausa) Pronto. Momento já a começar a roçar o tornar-se de parvalheira. E... já está.

    Alguma vez alguém pensou, em rebentar uma guerra e vocês estarem nesse preciso instante, na casa-de-banho? Ou um avião entrar pela vossa casa a dentro e pronto... vocês na poltrona?

    - Eh pá, tréguas pá, tréguas...

    - Que se passa? Não podemos invadir o país??

    - Espera lá só um bocado, que a criatura está na casa-de-banho pá..

    - Oh... E demora muito?

    - Ui... Olha que pelo andar da carruagem...

    - Posso ir fumar um cigarrinho?

    - Sim, e até bebe um cafézinho, se te apetecer. 

   De modos que é isto. Já sabem, aqueles que gostam de fazer serão a ler a revista Maria, qualquer dia não se admirem, que é dia santo.

 

   Ui... Sabem qual é a banda sonora perfeita?

   "Anda comigo ver os aviões", se bem que o ambiente e a paisagem não é a mais romântica, mas o que conta é a intenção.

2 comentários

largar posta na fritura