Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Provérbios para todos os gostos

16.07.08, Peixe Frito

    Há pessoas, nomeadamente as mais "antigas", que falam por intermédio de provérbios. O mais engraçado de tudo, é que têm sempre um para todas as situações...

 

    Em alturas de desabafo:

    - "Ah avó, estou cansada! Todos os dias me levanto cedo, para ir trabalhar..."

    - "Filha, Deus ajuda quem cedo madruga"

    -  "Chiça! Tou sempre a bater com o dedo ferido em todo o lado..."

    - "Quando temos uma mazela, tudo bate nela!"

    No lazer:

    - "Vou andar de bicicleta!"

    - "Não te esqueças do capacete... O seguro morreu de velho"

    Na cusquice:

    - "Aquele casal passa a vida a brigar"

    - "Entre marido e mulher, ninguém mete a colher!"   

 

    E nos mais variados temas:

    Percebem de Ornitologia:

    - "Olha, gaivotas!"

    - "Gaivotas em terra, tempestade no mar"

    De dietas:

    - "Tou a ficar roliça"

    - "Ah, tolice! Gordura é formosura"

    De psicologia:

    - "Cada cabeça, sua sentença!"

    De pastelaria:

    - "Com papas e bolos, se engasgam os tolos"

   Vida animal:

   - "Macaco velho, não trepa galho seco"

   - "Gato escaldado, de água fria têm medo"

   - "A cavalo dado, não se olha o dente"

   De saúde:

    - "Para grandes males, grandes remédios"

    De política:

    - "Este mundo é uma bola; quem anda nela é que se amola"

    De Economia:

    - "No poupar é que está o ganho"

 

   Deixo-vos com um que não conhecia (mas que também não percebo a ligação), que é:

 

   - "Mulher que assobia, ou é cabra ou é vadia"        

   

 

6 comentários

largar posta na fritura