Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Há coisas que me transcendem, tal como o índice da minha nhónhice aguda.

02.10.12, Peixe Frito
  Cada um veste o que quer, pois está claro, é livre de andar de fato-de-treino às riscas com cores berrantes e supé fashion ou de calças de pijama aos bonequinhos, em plena aldeola na hora de "enchente" - num sítio discreto, assim só no centro da dita, onde gente é coisa que não falta.    Agora... Andar vestido de branco, de cabeça aos pés mesmo a parecer um lençolito branco e imaculado, com este tempo manhoso, é algo que padece de coragem. Admiro essas criaturas. E se (...)

Que anjinho... Só me faltam as asas.

07.09.12, Peixe Frito
   Mas porquê, que cada vez que vejo uma teia de aranha com a dita aranha incluída, tenho sempre que lá ir espetar as escamas ou lá tocar com o que seja, só para ver a aranha a correr desenfreadamente para "caçar" a sua presa?     Há uns tempos, ia mesmo sendo filada por uma aranha... Espetei a minha escama na teia e pimbas, a aranha arranca a rasgar pano cá com uma velocidade, e não me apanhou a escama por instantes - amadora. Isto de eu andar a enfiar escamas nas teias (...)

Deves ter muito a ver com isso, deves!

04.09.12, Peixe Frito
   No outro dia, assisti a um feito fantástico. Estava eu descansada da minha vida e observo um pássaro a andar, descontraídamente, na rua. Bica aqui, bica ali, esgravata, escarafuncha, coça-se... Rica vida. Eis que, o raio do pássaro que não deve de saber para que servem as asas, decidiu atravessar a estrada. De que me lembrei eu...? Ora pois aí está...    - Ei...! Ó montinho de penas com patinhas, porque vais atravessar a estrada?    Silêncio. Pois é... O passarito que (...)

As cores do arco-íris já não são o que eram...!

14.02.12, Peixe Frito
  Eu acho que já falei deste tema algures aqui pela fritadeira, mas pronto!   Existem mil e quinhentas definições para as nuances de uma cor. Ora, um belo azul, que por si só é diferente do cyano, têm uma variedade de tons cromáticos, cada um com a sua bela definição. É porque há azul claro, bébé, cyano, médio, escuro, turquesa, assim assim, desbotado, azulão, azul cueca, azul céu...! E estou a abordar o azul... Vejamos o cor-de-rosa: rosa forte, rosa bébé, magenta, (...)

Procura-se!!! (mas não se oferece recompensa)

31.08.11, Peixe Frito
  Ui estava a ver que nunca mais chegava a altura de apanhar uma bela molha, de tirar a manta do armário e de usar a comadre para aquecer as barbatanas..! Por momentos, pensei que tinha passado por um portal do tempo, algures, e que me tinha transportado para Novembro.   Se alguém por acaso, assim só por acaso, se cruzar com o Agosto aí pelas ruas, digam-lhe para ele voltar, que eu prometo que não o ponho de castigo.

Sempre a aprender, porque saber não ocupa lugar!

26.07.11, Peixe Frito
   Ultimamente, tenho enriquecido o meu conhecimento de pratos gastronómicos. Cada dia que passa, há pelo menos um que eu não conheço. E isto porquê? É tudo graças à cozinha-de-fusão de uma equipe de uma  cozinheira transmontana ou que raio é a senhora e de uma cozinheira angolana, inspirados certamente, em vários pratos da gastronomia portuguesa. Aqui há dias, havia "impadão de carne", "amburga grelhada", "bifi de frango" e até "espetada shikjnfuhufbnhiu" - escusado (...)

Este é que a leva bem...!

19.07.11, Peixe Frito
   Este ursinho goma é que leva a vida na maior, ah pois é. Olha eu bem que gostava estar igualmente estarraçada numa esteira, a bebericar um belo de um suminho e a apreciar as vistas, mas não, parece que tão cedo não vou ter essa oportunidade... Sim, S. Pedro é um grande porreiraço e se não manda rajadas de vento à malta, despenteando as gajas formosas que demoram uma (...)