Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Está tudo queimadinho...

15.03.13, Peixe Frito
 - O seu telefone esteve a tocar. O telefone, não o telemóvel.  Vai a criatura e pega no telemóvel. Fica a olhar fixamente para o telemóvel.  - O telefone é que tocou não o telemóvel...  E continua a olhar para o telemóvel.  - O telefoneeee, o telefoneeee, o telefoneeeeeeeeeeeeeeee..!!  - Ah... O telefone.  - Sim... O telefone!

Todos os dias ando com uma "broa" descomunal das "pesadas" e não sabia...!

13.03.13, Peixe Frito
  Segundo este artigo, a música têm uma influência no cérebro similar a droga.   Eu que sempre pensei que pronto, era mesmo bem humorada, uma pessoa positiva, alegre, de modo genuíno, espontâneo e naturalmente tótó, mas afinal não... A culpa é da música que faço questão que esteja constantemente presente na minha vida, em qualquer altura do dia - Bem que uma vez me perguntaram que (...)

Quando se é "fóte", é assim!

07.03.13, Peixe Frito
  Há quem parta madeiras com um golpe de canto.   Há quem parta colheres de pau no lombo de alguém.   Há quem parta nozes com os dentes - também há quem o tente fazer e que parta mas é a placa;   Há quem consiga abrir um frasco com a maior das facilidades - e ainda se gabe disso e se habilite a levar com o dito frasco no alto da pinha.   Há quem fulmine só com o olhar.     Eu?...   Eu parto cotonetes com as orelhas!

Curtas...!

12.11.12, Peixe Frito
  - Ah sim, no ano passado o motivo não era o Pai Natal, mas sim um Homem das Neves, não era?   - Homem das Neves...?   - Sim...   - Homem das Neves?! Boneco de Neve... não?   - ... Pois, é isso (cof cof).     Havia de ser lindo um dos motivos natalícios ser o Abominável Homem das Neves...! Isso é que devia de ser vender artigos natalícios!

Agarra que é ladrão!!! ^.^

26.09.12, Peixe Frito
  Lá vou eu na minha vida, pacata e serena, e oiço o alarme de um carro a tocar. E a tocar. E a tocar. E a tocar. Passo pela gasolineira, e qual o meu espanto, que observo um gajo, na maior das descontracções a abastecer o seu veículo, grande pose a segurar na mangueira - hey, sei que esta junção não soou bem, mas não sejam pervertidos :) - e mão na cintura, com o dito veículo com os quatro piscas ligados e... o alarme do carro a tocar.   Ora, digam-me lá se não é de (...)

Horror matinal...!!

05.03.12, Peixe Frito
   Chega a Peixa ao pé da sua viatura, feliz e contente, aos saltinhos, com o cesto debaixo do braço a mandar florinhas para todo o lado, só porque é bem cedo e é mais um dia de trabalho que se avizinha pela frente, e... Pára tudo! OMG!    Vou-vos descrever com o que estes lindos olhinhos que a terra há-de comer (ou não) se depararam: De noite caiu uma "ómidade" (...)

Como me preenche a alma...

27.02.12, Peixe Frito
  ...de sentimentos fofinhos, amorosos, cheios de pózinhos de perlim-pim-pim, borboletinhas no ar e ursinhos carinhosos a mandarem arco-íris pela barriga, estar a ver televisão, e a porra da emissão encravar. E quando retoma... Já perdemos metade da história porque invés de continuar onde ficou a brincar ao macaquinho-do-chinês, não... retoma mais adiante.   Adoro! Principalmente quando é um filme que está a ser super interessante, imprevisível, espectacularmente envolvente (...)

É o que dá ter uma mente perversa...!

24.02.12, Peixe Frito
   Como tantas mentes que por aí andam, que uma pessoa não pode dizer nada sem que essas alminhas pervertidas levem logo as nossas inocentes palavras, imaculadas e sem malícia na sua verdadeira essência - algumas das vezes devo confessar que não são assim tão imaculadas -  para outra interpretação e outras localizações geográficas corporais, nomeadamente para uma área assim mais para o "estremadura" - "ribatejo" - "interior" - "alto alentejo", a minha não é excepção (...)

Fujam enquanto têm tempo!

21.02.12, Peixe Frito
  É tão bom trabalhar quando a maioria das pessoas está de folga. A coisa que me anima, é mesmo que assim a probabilidade de levar com uns quantos ovos podres, farinha e balões-de-água é altamente reduzida. Se bem que a vontade de mandar alguns está em alta. Só alguns mesmo. Dois ou três de rajada. Beeem cheios. Assim quase a rebentar, como quando os enchemos demasiado e mal dá para dar o nó, tendo de ser manuseados com cuidado para não nos rebentarem nas mãos... Um (...)

Pareço uma árvore de natal...

14.02.12, Peixe Frito
   ...ou para ser mais fofinho, um artigo para o dia dos namorados, que se há coisa que não lhe falta são cores berrantes.   Pois é, eu que costumo gozar com o pessoal, quando estes não conseguem distinguir uma cor da outra (é muito válida esta minha "zombaria". Quem não consegue distinguir entre roxo e lilás? E entre encarnado e vermelho?), chamando-os carinhosamente de "daltónicos", "vesgos", proferindo lindas frases de incentivo à correcta identificação cromática, como (...)

Esta foi mesmo à "gaja"

13.02.12, Peixe Frito
  Parti uma unha. Só eu sei o quanto isso me irritou e olhem que não sou de "frescuras".   A sensação de andar a "arrepelar" a unha na roupa, logo pela manhã, é tão agradável quanto o barulho da esferovite a partir e as unhas a roçarem num quadro de lousa.

Coisas que não gosto

10.02.12, Peixe Frito
   Refiro-me às esplendorosas calças de bombazina. É que uma pessoa começa a ficar com as calças marcadas na zona do rabo, similar à traseira de um macaco pelado, com aquela área significativamente mais russa e deslavada.     Decididamente, nada sexy.    Curiosamente, o Chewbacca não têm desses problemas - ok, ele não é feito de bombazina, é uma bola de pêlo farta, mas ainda assim... podia ter herdado a g (...)