Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Já são muitos anos a virar "frangos".

17.05.18, Peixe Frito
Não faz parte da formatação da série do meu exemplar humano, passar por um animal de patinhas para o ar, sem se conseguir virar e eu ignorar ou até pisá-lo, passando como se não fosse nada comigo. Frequentemente, tenho paciência daqui à casa do coiso das Caldas, para estar a ajudar um bicho de conta a virar-se, que decidiu espreguiçar-se no meio das escadas. E haja paciência! Aquilo só filmando: ele abre a cuscar... e eu com um pauzinho tento virá-lo gentilmente e devagar, (...)

Mais cedo ou mais tarde... vais acabar por roer com eles na mesma.

30.06.17, Peixe Frito
   Penso que todos nós, padecemos desta situação, frente a algo que gostamos muito. Falo da mania de aquando estou a colocar os cereais com pedaços de chocolate ou de amêndoa e nozes, na bela da tigela, e vou dando uns jeitinhos de surra ao frasco, meticulasamente estudados, com a perícia de um porquinho a chafurdar na lama, para cairem mais pedacinhos de chocolate do que o cereal normal. Resulta que é um mimo. Olho para a tigela com chocolate salpicado com cereais e os olhos (...)

Um post solene, para variar.

28.06.17, Peixe Frito
   No meio deste mundo de tristezas, desgraças, fome, fuínhas capitalistas, de escravos que trabalham explorados para garantirem o seu sustento e dos seus, mundo cinzento, quase sem alma, sem cor (excluíndo quem trabalha com tintas ou que faz provas de cor de trabalhos), ainda há uma coisa ou outra, tão simples, que me faz lembrar momentos de felicidade, inocência e simplicidade, que faz sentir que ainda existe um pouco de magia escondida por aí, com algo tão singelo como... (...)

Coisas que me dão uma satisfação mórbida.

05.06.12, Peixe Frito
  Estar a por ambientador e, só por acaso, andar lá na área uma mosca. Assim, à minha volta ou puro e simplesmente, a fazer reconhecimento de terreno. É fatal como o destino e certo como a morte, que andarei a tentar acertar na mosca com uma bela sprayzada de ambientador.   O pior é depois... o tufaço que fica na divisão, tudo por causa de uma singela e fofuxa mosca, que andava a laurear a pevide nas redondezas.

Palavras que gosto de dizer...

02.08.11, Peixe Frito
  - Alcagoita;     Ora aqui está uma palavra que adooooooro dizer. Além da sua sonoridade deliciosa (repitam comigo: al-ca-goi-ta... al-ca-goi-ta...!! Não é viciante??), é uma palavra que têm inúmeras aplicações, é muito versátil. Além de, obviamente, eu adoraaaaaaaaar alcagoitas fritas com sal e mel... - Este meu fetiche por aperitivos está a começar a deixar-me preocupada. Qualquer dia, invés de querer utilizar chantilly e chocolate derretido, começo a utilizar (...)

Não aperto mesmo o casaco todo, sem dúvida...!

15.07.10, Peixe Frito
   Há manias do caraças. O tempo vai passando, e assim, vai-me fazendo observar como eu sou uma criatura deveras peculiar - quanto mais velha, mais arrepios-de-vergonha-alheia provoco a mim própria. Obviamente que todos nós temos as nossas taras, manias e pancadas, tal Marco Paulo latente dentro de todos nós, mas começo a desconfiar, que já começo a ter mais dessas coisas bizarras e a roçarem o estranho no seu expoente máximo, a caracterizarem a minha fantástica e inebriante (...)

Pronto... acabou o sossego!!!! ^.^

14.05.10, Peixe Frito
A Peixa está de voltaaaaaaaaaaaaaa!!! Ah pois é...!!! Vá limpem lá as lágrimas... Isso é que são saudades, hein? Poossas...! :D Bem, pelo menos estou de volta durante os próximos minutos em que estou a escrever o post, a seguir não sei...! :D - Tinha de ser. Têm a mania que têm piada, esta. Pfff...! :D Ora, meus caros, o tema de hoje é: «em aberto». Sim, a esta hora ainda não escolhi o tema de hoje. Ainda é muito cedo...! ahahah Pronto, pronto, prometo que o próximo post (...)

Este também deve de lamber paredes

25.11.09, Peixe Frito
   Alguém conhece o tabaco-de-snifar?    É que veio parar aqui uma pesquisa dessas... Cá para mim, foi alguém ingénuo, porque coisas para snifar não são propriamente as folhas de tabaco... E nunca ouvi chamarem-lhe tabaco, já ouvi muita coisa, mas agora tabaco ainda não. Como deve ser o tabaco-de-snifar? Espalham-se os cigarros ou as folhas na mesa, pega-se fogo, e vai de snifar? Agora... snifa-se o fumo, ou as cinzas?     Que dúvidas pertinentes e latejantes nesta minha (...)