Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

26.04.18

Ao menos reclamam do tempo e não andam a falar da vida dos outros.

frito e escorrido por Peixe Frito

Pretty-Photo-Tumblr.jpg

No fundo no fundo, toda a gente se queixa das chuvas, sol forte ou ventanias que se têm sentido no pêlo, graças à bipolaridade do tempo. Ora porque chove e mais o catano-que-nunca-mais-vêm-o-sol-que-estou-farto-da-chuva-e-de-apanhar-molhas-e-que-já-vinha-mazé-o-verão-e-o-sol-já-falei-do-sol-não-sei-se-falei-do-sol-quero-lá-saber-que-estejamos-a-passar-seca-nacional-e-que-a-chuvinha-embora-incómoda-por-vezes-faz-uma-faltinha-do-camandro-para-que-nós-não-passemos-sedinha-ou-possamos-tomar-uma-banhoca-no-aconchego-do-nosso-lar-mas-isso-agora-não-interessa-para-nada, ora porque é sol e-está-calor-e-ai-que-não-aguento-que-me-desfaço-em-líquidos e é só ver pessoal de t-shirt e calções (ó pessoal... ó por favor! Mas será que ninguém pode ver uma réstia de sol e têm logo que andar a partilhar o bronze à lençol branco lavado com tide...?). Ficam doentes e depois desculpam-se que é do tempo estar marado... pois está claro. Nem eu diria outra coisa.

Quem deve agradecer imenso ao vento, são os varredores da rua. E porquê? Porque em certos sítios, é só fingir um pouco a abanar a vassourinha no ar, que o vento faz o resto. É só ver folhas, galhos, pétalas de flores, lixos e merdas coisas fofinhas a voarem pelo ar. Que o digam os pássaros como andam a "parar" os ventos: Ultimamente andam em excesso de velocidade. Fazem cada manobra perigosa e razia às árvores, que é um ver se te avias. Há pardais que passam por mim nas horas do caraças, tal é a bisga. Olha os passaritos a aprenderem a voar com estas ventanias? Bem... emoção e adrenalina no pico máximo. Esses não precisam de desportos radicais, basta sairem do ninho nos dias de vento forte.

Okay, está bem, vida de varredor nos dias de vento têm um dark side: não há montinho que resista. Assim como o vento ajuda a poupar as cerdas da vassoura, poupa as mãos de calos e farpas resultantes do esfreganço das mãos na madeira do pau (soou mal, eu sei, eu sei, adiante) e ajuda algumas criaturas a curtirem os efeitos do vinho matinal, também depressa lhe dá um vipe e desarruma a casa toda ao homem. Sem dó nem piedade. Como diz o outro (momento filosofal da manhã) "Deus dá com uma mão, e tira com a outra" ou como quem quer dizer "Andas pr'áí a fazer ronha a fazer festinhas ao chão com a vassoura por causa do vento, daí a nada falo com o S. Pedro e mando uma encomenda especial para ti, que vais apanhar o lixo na casa da peça das caldas*".

Coisas boas destas ventanias? hum... (*esfregar a mão no queixo com ar de intelectual a pensar*) Tirando o facto de me despentear ainda mais o cabelo encaracolado - despentear... pfff... até parece que alguma vez ele têm ar de penteado! - sarcasmos à parte, é a maneira subtil de a natureza permitir a fecundação das flores, de modo a que se dê propagação das espécies, que nasçam frutos e vegetais. Só pólen pelo ar, pétalas, abelhas desgovernadas. O problema é que além de fecundar as flores, fecunda-nos também o nariz: no meu caso em específico, invés de dar frutos pela batatinha do nariz, sai ranhoca para dar e vender - Se alguém quiser, tenho para a troca. Produto do dia, sem conservantes e aditivos.

Deixem lá, animem-se! As previsões do tempo avisam que a chuvinha vai voltar. Yeahhhhhhhhhhhhh pocinhas e poçonas, rios de água por todos os lados, shlap shlap com fartura - é o tempo dela, vá. Há-de vir o sol e a altura em que poderemos desfrutar de uns belos bronzeados à lagosta e de uns mergulhos na aguinha salgadinha e de entupirmos o ralo da banheira com a areia da praia com que vinha o cuecal cheiiiiinho.

 

* Se alguém não sabe que quero dizer com isto, é uma maneira politicamente correcta de dizer uma determinada asneira. Fica aqui um quizz: Que peça de artesanato regional é típica das Caldas?? Ver aqui. Olhem que há uns bem catitas hein? Todos fashion e o caraças. Obs.: Reparem no que diz o prato depois da prateleira... Não podia estar colocado em melhor sítio.

9 postas

largar posta

sobre a Peixe Frito

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

douradinhos frios

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D