Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Dá-me um irreal, um imaginário… dá-me um irreal!

09.01.19, Peixe Frito

Já vi muitas coisas na vida. Muitas mesmo. Mas às vezes, ainda me deparo com coisas tão básicas que me faz crer se de facto aquilo é verdade ou ilusão minha (surrealizar por aííííí, populaaaar!). Então, existem pessoas que têm ajudas de custo no seu emprego, entre elas os ditos km's. E para ser mais elucidativa e não irreal e imaginária, as ajudas de custo com km's constam nos km's que a pessoa faz a ir visitar clientes ou reuniões e até em suposta prospecção de terreno a fim de adquirir novos clientes. Quem é que preenche nas folhas de km's a apresentar ao departamento financeiro para aprovação, os km's que a pessoa faz para ir à sede da empresa, trabalhar? Trabalhar. Trabalhar!! Eu bem que suspeitava a criatura vir todos os dias à sede de manhã, bebia o seu café e fumava o seu cigarro e, minutos depois, de surra dava de fuga. Pois assim também eu, a debitar os km's à entidade patronal, iria todos os dias beber café e ir embora. E isto para provar as minhas acusações malvadas, sem sentido e incorrectas, desde que foi chamado à atenção de que os km's contabilizados para o local de trabalho não podem ser dados como despesa - reacção de admiração da criatura, verídico, merecia um óscar. Eu vi, com estes olhinhos que a terra há-de comer, não é contado - ironicamente raramente aparece de manhã para beber café, só mesmo quando têm alguma coisa que é exigida a sua presença.

Aprendam com esta malta a serem artistas - do cinema mudo como diz o outro - que eles não duram para sempre.

largar posta:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.