Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Deus tenha misericórdia de mim.

19.09.19, Peixe Frito

Andei a surripiar sumos à rabinho pequeno no aquário mor, e vinha eu toda contente, saltarica, com borboletas em volta e os pássaros a darem-me os bons dias, a planear roer uma sandocha no pequeno almoço, acompanhada com um dos ditos sumos do animal pequeno. Pois é... a sandes sem dúvida que estava maravilhosa, mas no momento em que abri o sumo, tive um flashback do que é beber néctares de fruta dos miúdos... o aroma... a textura... o sabor! A sério, eles adoram mas eu não sei como eles conseguem beber estas coisas! As minhas pupilas gustativas queriam saltar, a língua encarquilhou e arrepiei pêlos em sítios que não tenho pêlos! Até os macaquinhos-do-nariz guincharam e recolheram para a profundeza das amazónias do meu nariz.

Haja misericórdia da minha alminha, que palmou o sumito à sobrinha e ainda lhe ia fazer pirraça e que depois, lhe ia dando um fanico ao provar o sumo. Vou reclamar com ela, a ver se passa a gostar de coisas que a tia também goste - já basta ter ficado mega fã do meu gelado de menta com pedacinhos de chocolate, que até lambe a taça para não ficar um pedacinho-inho-inho de chocolate no fundo, mas isto dos sumos ascende a outra dimensão de necessidades.

Verdadeiramente, andar no cardenho, não compensa. Mas se querem que vos diga, isto tudo faz-me é lembrar este tipo:

Mais um que parece anedota, mas que é a vida real.

4 comentários

largar posta na fritura