Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Dúvidas Existênciais

25.05.15, Peixe Frito

Há uns largos tempos atrás, estava eu pacificamente e ouvi um estrondo, a lâmpada fundiu e cheirou a queimado.

- Maaauuu Maria - refilei logo.

Sondei e verifiquei que foi nada mais nada menos... um bicharoco que fez curto circuito... dentro da lâmpada. Até olhei duas vezes, fui buscar uns óculos graduados e uma lupa com um conta fios por debaixo, só para ter a certeza que estes belos olhinhos de peixa estavam a observar um bicharoco grande (constatei isto sem a lupa, okay?) que andava a cheirar, dentro da lâmpada.

Ainda estou para perceber, como é que a bicheza consegue entrar dentro de uma lâmpada. A sério... Gostava de saber. Mas existe uma porta minúscula na lâmpada, que apenas os insectos vêem? Será que os bichos andam a teleportarem-se usando as lâmpadas como portal? Será que os bichos têm um poder de atravessar coisas comuns, com esperança de assarem uns marshmallows no interior da lâmpada, ao abrigo do vento? - Pára tudo... as moscas não têm. Que o diga o meu mata moscas.

Ás tantas têm um contracto com as empresas fabricantes de lâmpadas de nova geração, a fim de acabarem com as lâmpadas tradicionais, a fazerem de kamikazes.

Nada é o que parece. Tenho dito. Anda para aí uma conspiração.

 

Ah... e um conselho para os bicharocos que estiverem a ler este post:

Da próxima vez que andarem a passear dentro de uma lâmpada, lembrem-se que a água é condutora de electricidade, logo se levam sumos para dentro da lâmpada, o mais provável é fritarem. Usarem calçado de borracha é capaz de ajudar a isolarem-se de alguma electricidade que possa estar a minar a superfície da lâmpada.

Depois não digam que não sou amiga.