Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

É do frio e da ómidade, só pode.

21.11.19, Peixe Frito

Há dias assim, em que coiso, estão a ver? Pois eu fui deixar o peixmóbil na oficina à hora do almoço e eis que, quando cheguei ao trabalho e pousei a mala, estava a sentir algo estranho. Procurava as chaves da viatura mas não encontrava em lado nenhum. E vasculhei bolsos, mala, bolsos, mala, bolsos, mala, parecia eu um boneco com um glintch, que não parava de fazer o mesmo. Até pensei se não tinha deixado as chaves na ignição! - o que era estreia. Nunca tal coisa me aconteceu. Deixar chaves em ignição, porta do carro, porta de casa, correio. Zero. Sempre comigo como um bóbi bem ensinado - Até que se fez luz.

Eu sei que os peixes têm memória curta, mas bolas... Eu abusei desta vez. E bebi água ao almoço, não outras coisas mais alegres.

8 comentários

largar posta na fritura