Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

É por coisas destas que o lugar no Inferno é cativo e na zona VIP

17.09.21, Peixe Frito

Não sei se existe algum código das gajas, tal como existe o código dos gajos, cujas condutas são analisadas e seguidas por coisas que supostamente toda a gente deve saber e seguir, sem alguma vez alguém falar disso a ninguém. Talvez seja o dito manual que todos nós procuramos para lidarmos uns com os outros e, afinal, o animal já vêm criptografado nas entranhas do pessoal. Ora, há aquele dito de "gajos antes de qualquer gaja" ou "gajo não pega ex namorada de gajo amigo", coisas assim. No fundo, agora me contradizendo, isto também acontece no mundo do gajedo mas aquilo a que me referia mais especificamente é: quando uma amiga começa a namorar com um gajo novo e, sendo da praxe, mostra foto dele e diz às amigas: "Ele é lindo, não é??" seguindo de um suspiro, ficando a aguardar os comentários do restante gajedo. Ora, o que fazem as migaaas neste momento? Dizem a verdade ou mentem tanto como quantos dentes têem na boca? - mesmo que seja dentadura.

Sim, há caras metade que "Oh Jesus, Nosso Senhor Salvador tira-me este pedaço da frente que se não eu apago-me aqui" e aí sim, talvez seja mais fácil dizer à miguxa, que têm ali um pedaço de Deus Grego - com cuidado. Não vá ela pensar que quando virar as costas, a miga vai tentar lavrar aquele terreno, plantar naquela horta, subir àquela árvore e colher frutos do pomar - do que necessáriamente quando o gajo é feio que até dói, que preferíamos conseguir desver a pessoa e que vamos começar a ter pesadelos à noite. Que diz uma pessoa? Eu fico sempre sem saber como reagir, porque naturalmente, posso partir o coração à amiga mas mentir, para mim é difícil mesmo que seja piedosa. Então no meio do meu cérebro estar com uma luz vermelha a piscar tal o carro dos polícias e com uma sirene a tocar desalmadamente um "tirem-me daqui!! tirem-me daqui!!", eu a tentar ser amável e controlar o que quer que possa articular em palavras menos próprias, saco de pombas de dentro do bolso do casaco e digo coisas do género:

- Parece simpático.

- Olha, têm bom ar.

- Gosto do estilo.

- Miga, têm mesmo ar de bom rapaz.

- Olha, já viste? Parece que amanhã vai chover ou fazer sol.

Não minto, digo o que sinto maaaaaaaas tal enguia a fugir das mãos do pescador, não respondo à pergunta.

Devia ser proibido as gajas perguntarem estas coisas às amigas. Sim porque o amor é cego e às vezes MESMO cegueta como a porra, pior do que nos encontrarmos no nevoeiro onde D. Sebastião há-de surgir, e é complicado uma pessoa não ferir susceptibilidades a alguém que tanto prezamos e gostamos, dizendo à miga: "Fosga-se miga, mas estás com algum problema nos zóios ou é o quê? Fizeste transplante dos olhos e agora são de vidro? Mas tu estás a ver o mesmo que eu ou eu estou a alucinar? Vá diz-me, estás às portas da morte, é isso??"

Óbvio que há aquelas que mentem como se não houvesse amanhã e ficam desertinhas de irem rectificar o tempero, ver se está bom de sal e tirar uma concha daquela sopa, e aquelas que depois das pessoas terminarem dizem com toda a lata: "Ai amiga, não sei que vias naquele homem. Ele era horrendo e nem sequer usava uma malinha chánel, com chinelos de balneário Dolce Gabanna, com a meia puxada pela canela acima".

É por coisas destas que o lugar no Inferno é cativo e na zona VIP e eu, que ligo minimamente ao exterior honestamente, claro que é aprazível um moço airoso mas se fôr assim assim, está bem na mesma, o que conta é o interior, a personalidade, o carácter, que queira salvar todas as criancinhas dos maus tratos e acabar com a fome no mundo - momento à Miss Universo - vejo-me às vezes enrolada nestas cenas e pronto, mais um preguinho para o caixão e lá estou eu a ouvir o demo a esfregar as mãos, que meteu mais um shot na minha conta.

A malta quer é que as miguxas sejam felizes pá, não venham para cá com essas cenaices de exibirem os gajos como os cãeszinhos em um concurso de melhor canito, estarem ali assim tal predador a exibir a qualidade da sua presa, que só deixam uma pessoa embaraçada - em alguns casos, como refiro acima, especificamente nos dos ogres - e a querer abrir um portal dimensional para dar de frosques dali ou mexer na linha do tempo, rebobinando, para sair de surra antes daquela pergunta fatídica se dar:

- Então miga... que achas do meu novo namorado? É giiiiiiro, não é??? 

E assim acabam amizades. Vão por mim. Mais vale estarem quietas, pá!! Depois ouvem o que não gostam e está o caldo entornado e a barraca armada.

12 comentários

largar posta na fritura