Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

E são coisas destas que aquecem o coração.

08.11.19, Peixe Frito

Pois é, anda piolheira à solta de modo selvagem, pela escolinha da rabinho pequeno. Infelizmente, ela apanhou. Anda a fazer o tratamento e a mãe explicou-lhe que ela agora têm de andar de cabelo preso, por causa dos piolhos. Sabem que responde ela à mãe?

- Então quer dizer que não podemos dar mais abracinhos?

Já entenderam como ela apanha os piolhos, não já? Apesar de andarem numa de partilha de animais selvagens, é bom saber que as crianças têm o hábito de se abraçarem umas às outras. É algo que me deixa feliz, nos tempos que correm, ver os pequenitos a manifestarem gestos de carinho uns aos outros. Tomara que nós adultos, ainda mantivessemos essa faísca em nós, sem tabus e merdices e pensamentos deturpadores da verdade. Porque às vezes, um simples abraço de conforto, é tudo aquilo que uma pessoa precisa, mais nada.

Foi só um pensamento e uma partilha que vos queria deixar. Com a anotação de que eu de vez em quando lhe chamo piolhosa e agora que está mesmo, não o posso fazer - Bolas!! Vou ter de esperar que ela deixe de ter piolhos. Apesar de saber que ela não leva a mal e que sabe que sou eu a brincar com ela, que não lhe chamo estas coisas com maldade.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Peixe Frito

    21.11.19

    Ela disse aquilo tristita, tadinha, pois cá está, adora andar aos abracinhos com as amiguinhas.
    Acreditas que há muitos pais que não ligam aos avisos de que há piolheira na turma? Eu fico
    Muita beijoquinhaaaa
  • largar posta:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.