Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Eis a verdadeira origem da expressão: "Os meus amigos contam-se pelos dedos de uma mão".

17.10.18, Peixe Frito

Abro a porta do aquário:

- E aí Peixa, tudo bem? Aqui tens as coisas que fiquei de te trazer.

- Hello. Boa, fixolas! E então como vai a vida?

- Olha, blá blá blá blá - e assim estiveram duas alminhas a pôr um pouco a conversa em dia, meio à pressa:

- Tenho de ir embora que a minha companhia já deve estar passada de estar à espera!

- Ah pois, pois deve... Já deve ter fumado o maço todo.

Ar de espanto:

- Mas como é que sabes que veio alguém comigo??

Rolar de olhos. Semi cerrar de olhos (imagem de marca) e ar trocista:

- Olha, vi pela janela, não?? Ou querias que tivesse sido com a minha visão raio laser que atravessa as paredes - e que de momento até está desligada, que ainda é de dia - observo eu.

- Pois, está bem, que pergunta! - É a resposta que obtenho depois de um semi cerrar de olhos de volta.

Eu devia de tratar melhor os amigos, ser mais amável, mas então... estas coisas saem assim disparadas da boca, bem que as tento apanhar no ar, mas elas olham para mim e dizem-me: "Já foste, babe!!" acompanhado por um riso maléfico - mente fértil, esta.

O que vale é que já sabem o que a casa gasta, senão ia perecer sozinha por aí, numa poça qualquer no asfalto, sem amigos, lama, algas, girinos e até moscas, para me acompanharem na vida.

Se bem que, cada um têm o que merece, né verdade??

6 comentários

largar posta na fritura