Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Eis o porquê do Pai Natal não me contratar para duende.

06.09.18, Peixe Frito

O meu relacionamento com fita cola, basicamente, resume-se a esta imagem:

Funny-Jim-Carrey-Wrapped-With-Tape.jpg

Agora, imaginem o festim que não é, quando eu me meto a fazer embrulhos de prendas. Com menos uns pêlos nos braços, dedos mumificados com fita em volta e pedacinhos fatalmente espalhados pela minha roupa...  Lindo, não é? Cortar um pedaço fantástico da fita e quando a estou a posicionar no sítio, ela enrola, encaracola, cola-se aos dedos, fica colada com vincos. Devo agradecer à electricidade estática por ser tão minha amiga. Podia ser uma questão de ser desastrada, mas já me conformei: há coisas no mundo que não são feitas para coabitarem ou colaborarem em conjunto, como é o meu caso e o de rolos de fita cola larga.

2 comentários

largar posta na fritura