Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Expliquem-me por favor, como se eu comesse gelados com a testa (desabafo baseado em factos verídicos. Qualquer semelhança com a realidade é porque é mesmo isso)

16.11.21, Peixe Frito

Isto das redes sociais, têm mesmo muito que se lhe diga. Ui, aguiinha da boa pela barba, pela ponta do cabelo, pelo dedo mindinho com a unhaca grande, vestido a rigor com um belo cachucho de ouro. Sei que a hipocrisia, vitimismo ou mera cusquice possa ser a ordem do dia e eu, honestamente, já lá vai o tempo em que coleccionava (quase) todos os pedidos de amizade e de seguir, que me mandavam. Hoje em dia, muito pouco ou nada ligo a isso, mas se é alguém que eu conheço e até sinto alguma afinidade, aceito ou faço pedido de amizade. De resto, "sorri e acena", como dizem os pinguins. Mas há algo que me deixa bera, arrelia ao ponto de acordar à noite com o meu próprio ronco alheio, voltando a dormir pacificamente depois de me virar para o lado seco da almofada babada, que é malta que me manda pedidos de amizade ou de seguir nas redes sociais, aquando passam por mim em pessoa e me ignoram, desviam o olhar, assobiam para o lado! Eh pá senhores, vamos lá a ver uma coisa. Aqui a neta da avó Peixa têm uma costela tramada, que devo ter puxado ao Kraken. Para que raio me mandam pedidos de amizade se fazem de conta que eu sou transparente e nem me cumprimentam, quando me vêem? A sério, façam-me um desenho, com legendas se faz favor, músiquinha, luzinhas e essas coisinhas todas, a ver se eu percebo!

Ah e tal, podes ter mudado, Peixa. Nope, nem por isso. Continuo garbosa, fresca e fofa, como sempre. Sabes que carne de porco não é transparente? Ora aí está. Apesar de ser Peixa. Só daquela vez, a moça podia estar distraída e ver os pássaros mortos a voarem no céu, nem dando pela tua presença. Exacto, mas não há vez em que me cruze com ela que isso não aconteça. A esta altura, já não haveriam nuvens mas sim somente pássaros mortos a voar.

Basicamente, não quer socializar comigo pessoalmente mas por redes sociais, é do best. Eu até tomo banho, me penteio - okay, com a ómidade não garanto estar sempre impec, mas tento! - visto roupinha de tecido e não feita de algas e quando abro a boca, já não grunho, aprendi a ser educada e a falar com as pessoas como deve de ser, por isso... 

63-memes-brasileiros-so-zoeiras-colecao-515.jpg

Este caso em concreto, não deve ser câmera de vigilância no sentido de informadora, mas dado que gosto pouco de ser tratada como feita de vidro transparente e límpido após ter sido limpo com limpa vidros, a usar capa dos elfos de Lotlórien, um feitiço de invisibilidade do Harry Potter e que adquiro o super poder da invisibilidade da Mulher Invisivel do Quarteto Fantástico sempre que me cruzo com a moça, lamento informar mas amizade virtual, not going to happen. Gosto pouco de chiriquitices nos meus perfis, porque para mim é mesmo só isso, andarem a saber da minha vida mas quando me vêem em vida, deixam de ver como o Jean Claude Van Damme, quando leva com areia nos olhos em pleno combate.

Poupem-me please, que já tenho mais que fazer do que ter um clube de fãs, a monitorizar a minha pessoa. 

Ás tantas fica tão emocionada de me ver em carne e escamas, que as lágrimas lhe preenchem tanto os olhos, que ela deixa de ver, encandeada pelo sol a reflectir na lubrificação oftálmica.

Bitch, please. Ide cirandar para outros pastos, que aqui a colheita não dá para ti.

E com esta, mi voy (*drop the mike*)

20 comentários

largar posta na fritura