Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Não haviam dedos de mãos nem de pés que chegassem!

29.11.21, Peixe Frito

Se contasse as vezes em que comento alguma coisa em posts de blogs amigos - considero amigos aqueles que visito com frequência e há interacção entre mim e o blogger, seja no seu blog ou no meu, porque eu nem sempre comento apesar de ir botar a oftálmica e cheirar como param as modas - cujas dissertações podem levar a pessoa a crer que ela fala de alhos e eu de gomas - confirmando assim o que muitos poderão pensar, que a Peixa é "cuu-cuu cuu-cuu", tolinha da piruca - e que aquilo que escrevi pode perfeitamente ser deturpado e levado para a malícia! Rara a vez em que não releio o que escrevi, para não dar aso a confusões ou mal entendidos para o lado da destrambelheira.

Há um ou outro com extremo potencial de transmutação e acredito que se fosse eu a ter um comentário daqueles na minha fritadeira, mandava logo uma jarda a avacalhar. Agradeço a todos por se conseguirem conter e ainda me levarem a sério, mesmo nos comentários que não é suposto estarem a levar a sério o que estou a dizer e levam na mesma, quando eu estou a por pimenta no vosso café e ninguém se desmancha.

Felizmente, nem todos são como eu. Senão era o terror.

largar posta:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.