Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

O que é que estas criaturas têm todas em comum? Adivinhem.

23.10.18, Peixe Frito

44630.original-1119.jpg

CctKa5BWwAAsjjW.jpg

u-g-Q1037NT0.jpg

Batman_riding_a_unicorn.jpg

16.jpg

Já alguém conseguiu adivinhar? Pois então, eu vou dizer o que todas estas criaturas têm em comum... comigo.

Hoje estou a estrear uns collants maravilhosos, oferecidos pela mãe Peixa, que me fazem sentir na nuvens de tão confortáveis e fofos que são. E, ao observar as imagens acima e abaixo, depreendo que esses seres tenham passado pela mesma experiência que eu.

Young-happy-woman-standing-in-field.jpg

 Sinto-me verdadeiramente capaz de conquistar o mundo, de saltar por prados verdes cheios de borboletas, purpurinas, seres mágicos. De andar nas nuvens cavalgando num pégasos e de escorregar pelos arco-íris que nem um Ursinho Carinhoso. Atrevo-me a dizer, que me sinto menina de ir até às estrelas e de navegar por entre aqueles corpos celestes, saltitando de asteróide em asteróide - conseguindo contornar o lixo espacial e o facto de não ter gravidade - destronando o Nyan Cat, com tanta graciosidade. Só me falta, largar arco-íris pelo bafunfo e fica feito o dia.

Se hoje olharem o céu e virem um arco-íris ou de noite, virem uma estrela cadente, já sabem quem é.

 

Obs.: Não é por isso que não continuo às turras com os collantas mas hoje - só por hoje e cada vez que vestir este tipo de collant's que me faz voltar a acreditar na bondade do ser humano - merecem umas tréguas. E porque estamos perto do Natal, mais nada. Não abusem da sorte, collant's do mundo. Tenho-vos debaixo de olho.

8 comentários

largar posta na fritura