Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Qualquer dia, é dia santo.

16.01.19, Peixe Frito

Estar escuro nas instalações da empresa. Uma colega vir ao meu gabinete coscuvilhar informar-me de determinadas situações e ir embora, toda lampeira, numa corridinha suave que nem uma gazela de pernas tortas. Eis que, do nada, surge um vulto do escuro de repente e que lhe grita:

- Muahahahah Heyyy c@ra5ho se te apanhooooooo - com uma voz cavernosa.

Eu sozinha no gabinete a assistir a aquilo, ela deu um gritinho e um saltinho em simultâneo com o cagaço e arranca a correr a uma velocidade engatando a primeira a fundo, que eu estava a ver que ela arrancava era o pavimento e que a tinhamos de ir buscar lá abaixo à vila. Tal e qual o Road Runner ou o Speedy Gonzalez, em forma de gaja.

Conclusão:

- Pois bem... risota geral, pois apesar de eu não saber que ela ia ser assustada, a malta do outro lado, já estava tudo a disfarçar, à espera do acontecimento.

- Comentário dela, já a alguma distância do sítio do cagaço: Ainda bem que eu não estava aflita para fazer chichi, senão não sei!!

- Ela sofre de problemas cardíacos... Mas é tão assustadiça que meia volta, é arroz queimado. A tentação de alguém lhe fazer alguma partida, é sempre maior.

largar posta:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.