Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Quando falecer, vou doar o meu cérebro à ciência.

24.07.19, Peixe Frito

Mas não é por rasgos de genialidade e por ter uma carola do caraças! Desenganem-se.

Eu enquadro-me nas pessoas que até a ouvir determinadas músicas, em dias de calor, fica ainda com mais calor (sem cenas perversas). Do mesmo modo, que refilo quando é pleno inverno, chove a cântaros, frio dos colchões e a rádio passa regaton e cenices assim. Está mal!! Uma pessoa a ouvir aquilo, a cheirar a verão e nós ali como as cebolas: cheios de camadas, já dizia o Shrek.

Em outro prisma, também há músicas que fazem sentir frio e não, não falo de músicas de meditação onde se ouve chover (pensando bem... se calhar...) mas sim músicas clássicas e de bandas sonoras.

Há por aí alguém que tenha a mesma panca? Vá, don't be shy. Todos nós temos as nossas cromices 

E antes de me pirar, deixo uma música que me ajuda a refrescar nos dias de calor (e não, não falo de Maria Leal e afins):

10 comentários

largar posta na fritura