Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

21.08.18

Ser herói ou não ser herói, eis a questão.

frito e escorrido por Peixe Frito

Ver um bicho. Grita alguém:

- Ahhh um bichooooo!! - como se fosse algo de três cabeças, onze olhos, trezentas patas, dentes de fora e a babar-se desmesuradamente e fosse a criatura mais mortífera à face da Terra.

- Pá, olha lá, não vais matar o bicho!! - aparece a super Peixa em defesa do animal indefeso.

- erm... Não, não vou matar. Vou ali buscar um guardanapo, apanhá-lo e pôr na rua, para que possa ir embora.

E assim foi. Vai buscar o dito guardanapo e vai de tentar apanhar a criatura das trevas. Andou andou e lá a conseguiu apanhar. Mandou-a pela varanda. Olha para mim orgulhoso de peito cheio que nem um pirúm, o ser, e diz-me: Vês?? Não o matei!!!

Ao que digo eu:

A imitar a cena de salvação do ser. "Voa livre meu amiguinhooooo!! Não te mateiiii!! Tens menos uma asa, três patas e uma antena, mas estás vivo!!".

A pessoa olha para mim, olha para o guardanapo e diz: Bem... Não ficou aqui nenhuma pata desta vez.

Deus tenha misericórdia dos animais salvos por algumas criaturas. A intenção pode ser a melhor, mas dá-me a impressão que mais valia estarem quietos. É como com as borboletas: pegam nelas e metem-nas na rua. E admiram-se que os animais não voem mais da mesma maneira, que comecem a adoptar um vôo picanço, tipo parafuso dentro de água a ir ao fundo, depois de as "libertarem".

Por vezes, mais valia darem o último suspiro à criatura ou estarem sossegados a salvá-la e a mandarem para a natureza toda torcida e com membros a menos. Digo eu.

Depois admiram-se que durante a noite, um bichito ou outro lhes venha morder o rabo. Cá pra mim, que não sou de intrigas, cheira-me a vingança daquele aranhiço, que contratou uma melga para fazer o trabalho sujo, que foi "salva" e ficou com menos umas patitas e as suas teias de aranha começaram a parecer teias psicóticas - sem precisar de estímulos* - invés de harmoniosos traços rectos, cheios de baba.

 

*Por causa das tretas, não estou a conseguir fazer linkagem por isso quem quiser, cusque aqui para verem o artigo das teias de aranha onde as aranhas estão sob o efeito de estímulos:

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Effect_of_psychoactive_drugs_on_animals

sobre a Peixe Frito

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

douradinhos frios

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D