Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

07.12.18

Follow Friday: Luzes de Natal

frito e escorrido por Peixe Frito

Sem-Título-1.jpg

Pois é, não pensem que é um blog temático ou onde podem ir comprar as luzes para a vossa árvore de natal ou para enfeitar as vossas janelas com renas a piscar piscar, nada disso, a inspiração do nome deste blog "Luzes de Natal" vêm de outras andanças, que poderão comprovar quando o visitarem.

Recomendo que façam follow, o Albano Leão é um doce de criatura - apesar de ter "Leão" como apelido, é mais Simba do que Scar - cordial e amável, vão adorar ouvir a sua voz sexy nos podcasts, mesmo quando ele está a reclamar de qualquer coisa. Têm uma componente de inesperado pois ele aborda qualquer tema no blog - menos luzes de natal, há coisas que não se percebem de facto - mantêm um dinamismo nas temáticas, há boa escrita, franqueza e honestidade, que cativa. Vão lá cuscar e largar umas postas, que não se vão arrepender! 

P.S.: Mas não digam que vêm daqui, please. 

14.11.18

Aos meus queridos leitores.

frito e escorrido por Peixe Frito

Aproveitando a boleia daquele que se diz ser Antissocial, o al3x, neste post dele que apresentou o seu primeiríssimo podcast no seu spot, me relembrou de que eu há uns tempos tinha pensado em, de vez em quando, fazer o mesmo aqui na fritadeira.

Que acham os meus leitores? - cri cri... cri cri...

Gostavam que de vez em quando, vos deixasse por aqui um podcast, para se deleitarem com a minha voz de sereia? Não receiem começar a deitar sangue dos ouvidos, que eu não irei cantar - se não calhar.

Digam a vossa opinião, please!

26.10.18

Hoje já os tenho escovados e ainda bem!

frito e escorrido por Peixe Frito

Pois, porque aqui a fritadeira está em destaque!

Sem Título-1.jpg

 E não dava jeiteira nenhuma, ter os dentes pejados de restos mortais de oreos, né verdade?

Grata equipe do Sapo, pelo destaque! 

03.10.18

Olha olha...! Aqui está ela bela e amarela!

frito e escorrido por Peixe Frito

Sem-Título-1.jpg

 

Não é dia de piolheira - graças a Deus! - mas é dia de destaque!

Grata equipe do Sapo, pelo destaque!!

12.09.18

A ver se viro uma blogger famosa.

frito e escorrido por Peixe Frito

Ora, o bicho verde não costuma habitar a minha criatura, mas estou a ver que não vou para nova e gostava de arranjar uma profissão que pudesse fazer com qualquer idade. Depois de anos de pesquisa (5 minutos na verdade, enquanto tomava banho hoje de manhã, fiquei inspirada pelo cheirinho do meu gel de duche) decidi que o que mais encaixa em mim, é ser blogger. Porque sim, pronto. Me apetece. Infelizmente, aqui a fritadeira não têm necessáriamente notícias, fofocas, receitas, relatos de viagens e outras cenas que façam que a malta cá venha religiosamente aos magotes, todos os dias. Decidi mudar o blog. Sim sim, decidi sim senhores, deu a panca na Peixa e é assim. Escusam de me escrever cartas - que não sabem a morada - me mandarem fax - que não tenho - me mandarem e-mail - que não o têm - esperarem à porta de casa - que não sabem onde moro - deixar bilhetinhos no meu peixmóbil - que também não sabem qual é - me mandarem gomas - para isso já forneço a morada, mas sem compromisso - para me fazerem mudar de ideias. Não sou corruptível. Podem ainda tentar sinais de fumo, mas tenham atenção à direcção do vento, pode não estar virado para estas bandas e cuidado para não pegarem fogo à manta nem às matas. Não dava lá muito jeitinho.

Pois vos apresento uma nova faceta da Peixa de hoje em diante (vamos a ver, Peixa como sou daqui a 15 segundos já nem lembro do que aqui escrevi). Hoje, visto que estamos perto do Outono, celebrando a mudança de estação, falarei hoje de tendências para o Outono - Inverno 2018.

Como o tempo têm estado mais bipolar que os ursos polares, cheira-me que a tendência vai ser ora andarmos de casaco de inverno e chuva na tola, como andarmos a despir as camadas de roupa, cheios de calor com o sol e temperatura amena na rua. A minha tendência será mesmo ter vontade de ficar na ronha em casa, nos dias de frio e, usar o item de moda na berra para este ano, modelo vintage de 1960, que é um cobertor com pelinho castanho de um lado e laranja ferrugem do outro, herdado por uma querida tia que eu tinha. Outra tendência que me parece que vai virar moda no meu aquário, será o saco de água quente, nos dias em que tiver as barbatanas frias, e recomendo aos leitores comprarem um para vocês, pois não há nada melhor que um saquinho de água quente - menos quando os tipos sofrem de incontinência, mas adiante - que embora meio à carcaça velha vintage, continua a dar um jeitaço quando o aquecedor não é suficiente.

Outra tendência Outono - Inverno, vai ser eu começar a encher os bolsos dos casacos com ranhosos, por causa das alergias atacarem que nem animais selvagens as criaturas delicadas e cristalinas como eu. Há que mencionar também a tendência da humidade me encaracolar ainda mais o cabelo aka virar ninho de ratos ou de cegonha, por mais que eu o estique, ponha produtos ou até faça o pino. A "ómidade" é tramada, animal sem coração dos penteados das gajas alheias. Mais uma tendência que nunca sai de moda mesmo, é sempre equiparada ao vestidinho preto no armário que dá sempre para todas as ocasiões, é mesmo eu de certeza me ir esquecer do chapéu-de-chuva em casa nos dias em que chove a potes e, quando o tiver no peixmóbil, nuvens no céu? Nem vê-las.

Por fim, porque já não me lembro de mais nenhuma tendência por enquanto, vamos falar da parte de gastronomia. As tendências e inspirações gastronómicas não variam muito das dos outros anos, pois um clássico é sempre um clássico venha quem vier, não há nada como dar continuação à tradição familiar e degustar de uns belos cozidos à portuguesa, sopas de pão e açordas à alentejana e umas sopas de feijão com repolho, entre bacalhaus à gomes de sá e o oficializar da abertura da época do uso do forno para assados e bolinhos caseiros. A barriga adora estas coisas - que o digam a poltrona e a balança - e nada paga o conforto no coração - e colesterol extra - destas comidinhas caseiras.

Aqui ficam algumas tendências para este Outono - Inverno que já está mais próximo do que temos noção - daqui a nada é Natal, como costumo dizer mas sem alegrias, mesmo naquela de frisar um silêncioso "porra que o ano passou a voar!!" - fiquem de pestana posta aqui na fritadeira, pois meia volta, hei-de expelir mais uma tendência nova para partilhar convosco, alegrando a vossa vida e enchendo-a de dicas úteis, para que estejam sempre em cima da situação.

13.07.18

<3

frito e escorrido por Peixe Frito

destaque.jpg

Muito grata equipe do sapo, por mais um destaque da minha fritadeira!!

25.06.18

Olha olha...!

frito e escorrido por Peixe Frito

destaque.jpg

 Hoje temos peixinho frito na ementa do Sapo? Pois é meus babes, hoje há destaque da fritadeira!

Grata à equipe do Sapo Blogs, pelo destaque. Uma beijoquinha para todos!

05.06.18

Fujam! Corram para as montanhas!

frito e escorrido por Peixe Frito

Ah pois é! Chegueiiiiiiii!!! 

kittens-2-1370892.jpg

Muhahahahah!!! (*riso maquiavélico*)

É um facto que nos mais recentes dias, não tenho propriamente andado a cheirar por aí, largando magia e postas de pescada em spots alheios nem contribuindo activamente a espalhar o terror pela blogosfera - deve de haver muita alminha a chorar desalmadamente com saudades aqui da Peixa, sofrendo de insónias e sem saber que fazer à vida - porém, hold on your horses que não deu nenhum fanico à gaja, apenas têm sido bastante requisitada noutras freguesias.

Lá diz o ditado que "vaso ruim não quebra", não sei que isso têm a ver comigo, mas pareceu-me algo inteligente a acrescentar.

27.05.18

Não há-de uma pessoa estar a ficar velha!

frito e escorrido por Peixe Frito

20552218_zYkQQ.jpeg

 Uma pessoa às vezes até fica meio tótó (ou no meu caso, mais ainda) quando se apercebe e realiza como o tempo de facto passa sem darmos conta.

Faz hoje dez anos que decidi oficialmente publicar o primeiro post aqui na fritadeira, coisa que até foi engraçada, só eu sei o quanto me senti com nervoso miudinho e uma ligeira excitação por o ter feito, após ter ponderado durante uns dias, se iria criar um blog ou não. Dez anos que criei aqui a minha amada fritadeira, que mesmo com alturas em que estive mais ausente, jamais tive a coragem de fechar a porta. Dez anos que ando a debitar pensamento e devaneios na blogosfera. Posso dizer que estes têm amadurecido e sendo mais polidos ao longo do tempo (parece mentira, não é?) pois claro, até por mim o tempo passou e por mais incrível que pareça, me maturou como à fruta.

Dez anos, e ainda por aqui ando. Mais tempo de vida do que de muitas criaturas de duas pernitas que por aí andam.

Agradeço profundamente a todos os leitores frequentes, a quem de facto teve a coragem de subscrever o blog e a quem não têm vergonha de admitir que cá vem ler e fuçar, deixando os seus comentários, que by the way, é coisa que adoro, ler os vossos comentários às minhas patetices e sorrir sempre ao vos responder.

Devo dizer que adoro escrever, seja sobre o que for. E que o facto de eu escrever parvalheiras e tonterias aqui pela fritadeira, é somente porque adoro espalhar o meu terror por todos os lados e terrenos, espalhando a minha essência parvalhal por todos os lares, numa tentativa de partilhar convosco a minha descontracção geral pela vida, falando das coisas que me acontecem e dando importância às pequenas coisas tontas da vida, na esperança que vos façam rir ou no mínimo soltar um sorriso amarelo, vos animando o dia - a esperança é a última a morrer, lá dizia o outro.

Apesar de ter sido roubado algures pela internet, estejam à vontade para tirarem uma fatia do bolo virtual e festejar comigo o décimo aniversário aqui da minha menina fritadeira - não têm calorias, é vegan, gluten free, paleo e mais o catano, por isso podem enfardar à vontade.

Muito agradecida a todos!!

02.05.18

Quem ousa me desafiar??

frito e escorrido por Peixe Frito

Tcha-na-na-naaaaammmmmmm...!!!

1.jpg

Ora aqui está uma coisa que não acontecia há c'anos por estas bandas. Já nem me recordo de há quanto tempo esta fritadeira não recebia um desafio! E quem desafiou a fritadeira, mais propriamente, la Peixa? Pois não podia deixar de ser a J.B.! Graça têm, que ainda me lembro J.B., quando começaste a bloggar - já eu por cá andava há um tempo, vê bem o quanto eu sou dinossaura - e é engraçado que és das bloggers mais antigas do sapo que ainda estão no activo de que me recordo. Uma beijoca para ti minha querida.

Eu não resisto a um bom desafio que me seja feito directamente ahah Vamos lá a pôr as luvas de boxe, os óculos de ver ao perto, por a cabeça a deitar fumo e começar a responder ao desafio:

Sunshine-Blogger-Award.jpg

Regras do desafio:

  • Agradecer à blogger que te nomeou;
  • Responder às 11 perguntas que te foram dadas;
  • Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas;
  • Colocar as regras e incluir o logótipo do Prémio no post;

Agradecer por um desafio? Mas quem é que agradece ser desafiado? Só se for um desafio para comer gomas!! :P

 

Aqui vão as perguntas engedradas pela J.B., para o interrogatório da tarde:

 

  • Qual é a tua primeira memória?

Ui, a minha primeira memória... É mesmo a quando eu caí pelas escadas abaixo, montada num elefante com rodas. Nem sei precisar a idade que tinha mas acreditem que devia ter uns dois anos (segundo a mãe Peixa). Vejam bem o cagaço que foi, que nunca me esqueci. Nem a minha mãe, que diz que ficou sem reacção ao me ver a ir pelas escadas abaixo, com os caracolitos cor de oiro a esvoaçarem, agarrada ao elefantito e a parar em segurança no patamar debaixo. Há quem tenha uma grande caga sorte... eu, por exemplo.

  • Doces ou salgados?

Bem... adoro salted caramel. Mas se tivesse de optar... hum... bem... Não sei. Gosto de ambos os dois aos pares! :P Doces, sem dúvida. por causa das minhas amadas gomas 

  • És mais produtivo de manhã, à tarde ou à noite?

Indiferente. Depende sempre do meu estado de espírito e ânimo.

  • Qual é a coisa sem a qual não passsas?

 Nada em especial. Estive para aqui a queimar o restante dos neurónios a ver se me lembrava de alguma coisa mas nada foi algo assim de tão extremo apego. (Se a minha almofada lê isto, ficarei em maus lençóis!)

  • Imagina-te daqui a 5 anos. Achas que estás encaminhado para atingir o teu objectivo? Se não, o que podes mudar em ti para lá chegar?

Sim, estou.

  • Tens animais?

Sim, uma catrefa deles. Peixinhos e tartarugas.

  • Preferes o Inverno ou o Verão?

 Gosto tanto de um, como de outro. Hipócrita seria se escolhesse um, gostado tanto do sol e tanto da chuva e nevoeiro.

  • Que conselho darias ao teu Eu com 5 anos? e com 16? e com 21? E agora?

 Diria para continuar a ser eu própria. Confiar em mim e acreditar que irei atingir todos os meus objectivos. E não me esquecer de viver e ser feliz.

Isto para todas as idades. Para o agora... O mesmo 

  • Quando foi a última vez que fizeste alguma coisa que te assustasse?

 Há uns anos atrás. Não foi bem assustar, mas tive medo. Quando tive de fazer um procedimento médico enquanto estava grávida.

  • Qual o teu feito de que mais te orgulhas?

 Correndo o risco de soar a arrogante e convencida, de sobreviver e ser resiliente como eu sou. Não é o meu maior feito, mas no fundo, com as adversidades que já vivi, é uma conquista digna de eu ter direito a alimentar um pouco o meu ego.

  • Imagina que o dinheiro não é uma questão, o que é que farias?

 Não querendo soar a Miss Universo, mas ajudaria a melhorar a vida de muitas pessoas carenciadas, providenciaria melhores cuidados de saúde a quem precisa, melhores lares e educação.

Para mim... viajaria certamente com mais abundância. 

 

 E agora... o restante.

Reza a lenda, ou neste caso, as regras do desafio, que deveriamos eleger uma catrefa de bloggers como voluntários à força, para responderem a várias questões. Espero não me repetir, que quem vou nomear ainda não tenha respondido, por isso mi perdoem se já tiverem sido:

- Vá, Maria Raquel. Óbvio que te iria eleger, né?

- A Genny Maria, que pensava que se safava, mas não.

- A Chicanaaaaaa pois está claro. Nem se questiona.

- The Mister Carlos... of course, indeed.

- A Samantha prega fogos, não sei porquê mas está sempre a ser assistida pelos bombeiros por estar on fire, embora tenha uma ligeiraaaaaa ligeiraaaa impressão que já foste desafiada. Só ligeiraaaaaa, leve, leve.

- A Gato de Loiçaaaaa, pois ééé... és de loiça e estás aí sossegadita a fazer de bibelot, mas aqui a Peixa topa-te. 

- Sofia Marques, também não te safas!

- Happy, vamos lá a dar aos dedinhos a responder!

E claro... quem quiser responder. Nem mesmo os nomeados se sintam obrigados a responder.

 

Quais as perguntas?? Ui, agora é que são elassssss. Vamos voltar aos tempos dos questionários do liceu muhahahah

  1. Por acaso sabes porque é que o céu é azul e o sol amarelo e quem é que nasceu primeiro, se a galinha se o ovo?
  2. Porque é que a galinha atravessou a estrada?
  3. Se pudesses adquirir o conhecimento, experiência de vida, inteligência, característica ou atributo (como voar, ser camaleónico, respirar debaixo de água) de qualquer criatura ou pessoa, de quem seria ou o que era? E porquê?
  4. Eras capaz de aceitar fazer um clone de ti próprio(a)
  5. O que é que realmente te causa arrepios de vergonha alheia, daqueles que te arrepias literalmente e tens de desviar o olhar que nem aguentas ver a situação?
  6. Que coisa já te aconteceu ou fizeste, que te causou imensaaaa vergonha, mas daquelas que davam um filme de comédia? 
  7. És daquelas pessoas que facilmente choram a ver um filme / ler livro / ver novelas / ler a Maria e não o escondem ou daquelas que quando lhe dizem: "mas estás a chorar, é só um filme!!" e respondem com voz embargada que têm uma pestana no olho e que de repente vos deu um ataque de alergia - que não sofrem - só para justificar a ranhoca e tudo?
  8. Qual é a música mais pirosona que tu adoras de coração?
  9. E qual é o teu guilty pleasure? - vale comer, livros, música, tudo aquilo que realmente vos enche o coração.
  10. O que pensas acerca das teorias quânticas e da possibilidade de sermos criaturas multi dimensionais, estando em vários tempos, dimensões, ao mesmo tempo, coexistindo na sua perfeição e harmonia?
  11. Há alguma pergunta que me queiras fazer? Se sim, be my guest.

Agradecida a quem se deu ao trabalho de ler e responder a este desafio. Espero que se tenham divertido.

Beijocaaaaasssss

la Peixa formosa.

 

29.03.18

Aviso à navegação: este blog não é para meninos-de-coro.

frito e escorrido por Peixe Frito

Devo adverter que meia volta, serão aqui abordados temas com teor de tabu para muita gente, nomeadamente coisas de macaquinhos-do-nariz, gases expelidos pelas traseiras das criaturas vivas, casa-de-banho e associados. Pelo que, venho por este meio avisar os caros leitores que a fritadeira (cujo endereço é ohdaguardapeixefrito.blogs.sapo.pt daqui em diante mencionada como fritadeira) não se responsabiliza por náuseas, enjoos, caras de nojo, caretas de desdém, vontade de furarem os olhos, pensamentos gráficos a imaginarem as cenas, serem apanhados por terceiros a lerem coisas duvidosas, vontade de coçar o rabo nem qualquer outra coisa que eventualmente possam ter, por lerem os posts aqui da fritadeira. Andam aqui a cuscar por vossa conta e risco.

Dito isto, não se espantem das coisas que por aqui narro: tirando uma coisa ou outra, são mesmo histórias vividas e partilhadas com a minha pessoa - ou vividas por mim - por muito mirabolosas que possam ser.

Este é um blog baseado em factos verídicos. Naturalmente não divulgarei nomes, não vá alguém reconhecer-se ou à pessoa que está exactamente ao seu lado.

Se acontecer... a fritadeira nada têm a ver com eventuais traumas ou provocações de arrepios-de-vergonha-alheia a terceiros, como mencionado parágrafos acima.

Diria que era pura coincidência, mas se calhar até não é.

Todos nós temos uma zona mais obscura da nossa alma, a nossa cromice intrínseca, que muitas vezes temos vergonha de partilhar com alguém ou até pensar nisso.

Por aqui, isso não existe.

Ora então, agradecida a gerência pelo vosso tempo e bem hajam a todos.

19.03.18

O meu pai.

frito e escorrido por Peixe Frito

9e070ee767fd43d59d00ae65b5ba0b01.jpg 

Não tenho por hábito escrever por aí sobre os temas em voga, nomeadamente neste caso específico, ser Dia do Pai. Ora, como eu fui educada, é um dia como outro qualquer. Na verdade, segundo os meus pais, dia do pai ou da mãe é todos os dias - tirando o dia da criança... esse sim a prendinha tinha de ser garantida para os piolhos, não havia cá merdas coisas.

Só escrevo este post, porque eu realmente sou como sou, graças ao Pai Adamastor. Não, não me vou por aqui com agradecimentos e essas mariquices, com histórias de emocionar as pedras da calçada. Não é o meu estilo. Ainda mais porque ele nem vai ler, por isso qual o intuito de escrever algo a agradecer a alguém ou o que for, quando a pessoa nunca vai ver ou ler aquilo? Não iria passar o mínimo cartão. E além disso, eu sou mais de demonstrar agradecimento e carinho, de outras maneiras, quer seja a ir à quintinha comprar legumes, encher-me de lama até aos joelhos e lhe trazer beterrabas que ele tanto gosta. Ou de lhe levar para o aquário mor, frascos de doce ou compota, que eu fiz e que sei que ele adora comer aquilo quase à colher racionadamente barrado na sandocha.

Dito isto e aqui vai a razão de escrever este post, é que é mesmo verdade, sou como sou graças ao pai Adamastor. Foi pelo modo como ele sempre têm sido para mim, que eu cresci meio arrapazada, com um mau génio característico do cardume, sentido de humor sarcástico apurado e expressões que não lembram nem aos diabos, fazendo parecer que temos um dialecto próprio entre as criaturas do cardume.

Sejam as aventuras inspiradamente cómicas que ele sempre partilhou com a família, com a sua maneira sui generis de contar, nos fazendo rir dos arrepios-de-vergonha-alheia que ele nos transmite com as figurinhas que fez/faz, na maior das descontracções como se fosse tudo o mais natural possível, encorajando-nos a todos, a sermos nós próprios, não importando o que é que os outros pensam ou deixam de pensar.

É com carinho que recordo momentos como ele largar uma silenciosa nada silenciosa na sala, alguém dizer:

- hey pai... que tufoooooo.

ao que ele respondeu: Eu?? Foste mas foste tu, filha Peixa. 

- Pois está claro, está na cara que fui eu. Tenho desses hábitos em público.

E ele se ir embora a rir tipo Mutley.

Ou situações, também envolvendo gases - é mera coincidência, mas histórias de gases é coisa que não falta na família - como irmos de viagem em férias e termos chegado a uma barragem quase deserta, lá para o Norte, e mal parámos, o Pai Adamastor sai disparado do meu Peixmóbil (mal me deixou parar o carro) e ouve-se uma vuvuzela na rua. Além da coisa gasosa que ele expeliu, aquilo fez um mega eco com a barragem. Resultado: O Pai Adamastor com ar aliviado e a dizer: "Ahhhh já não me estava a aguentar mais (felizmente foi na rua, senão desfaleciamos todos dentro do carro e não estava aqui hoje a contar esta história) que granda bujarda!!" e estava um casalinho a namorar a olhar a paisagem, a rapariga fugiu logo dali enojada a olhar para o Pai Adamastor e o rapaz a rir-se todo divertido com aquilo.

Como as histórias acima, há "n" mais durante a minha vida.

O belo hábito que temos de contar/reviver esses episódios em família, nos nossos almoços ou jantares, não tendo a mínima vergonha de partilhar as coisas tal como elas foram, por muito que muita gente não tivesse a mínima coragem de as partilhar, tal fossem as figurinhas.

Não, eu não tenho o hábito de largar ambientadores gasosos de cebola biológicos onde ando, mas não há a mínima dúvida que falo e me expresso muito como o Pai Adamastor. É mesmo caso de dizer que quem sai aos seus não é de Genébra.

Por isso, se alguém têm alguma coisa a agradecer ao meu paizão, são mesmo os leitores aqui da fritadeira. Se não fosse o modo como fui educada, croma ao mais alto nível, sem vergonha de contar as minhas peripécias por muito que algumas pareçam saídas de um filme ou de partilhar os meus pensamentos mega geniais, aqui a fritadeira não existia nos moldes em que a conhecemos. Na sua parvalheira sublime e absoluta.

Dito isto, grande pai Adamastor

29.09.14

Antes tarde do que nunca!

frito e escorrido por Peixe Frito

  Bem, este já têm barbas... Mas é como costumo dizer: "Antes tarde do que nunca"! :)

 

  A J.B. desafiou-me (há uma eternidade e três quintos) para responder a estas questões, e assim sendo, cá vai disto:

 

1- O que você não sai de casa sem?

Os óculos de sol. Chamem-me pirosa, o que quiserem, mas isto de ter olhos claros e andar sem óculos de sol, para mim, é uma treta.

 

2- Qual seu animal favorito?

Peixes, naturalmente. Os meus cinco "bisontes" e não descurando, as minhas duas "porcas" (leia-se tartarugas).

 

3- Qual seu sapato favorito?

Havaianas.

 

4- Produto de maquilhagem indispensável?

Não ligo muito a isso mas acho que um rímel cai sempre bem.

 

5- Qual seu maior sonho?

Ser uma boa terapeuta.

 

6- Qual o seu maior defeito?

Demasiado sincera por vezes.

 

7- O que te irrita nas pessoas?

Várias coisas, mas principalmente a caracteristica de se vitimizarem, sem fazerem nada para mudar. E claro... a falta de respeito. Dá-me logo vontade de dar com a barbatana nas fuças de alguém.

 

8- Qual sua comida favorita?

É difícil... mas no meu coração mora uma xixa fantástica que a mãe peixa faz, com bacon e cogumelos em vinho tinto, e a bela da sopa de pão :)

 

9- Doce ou salgado?

Os dois :)

 

10- O que te deixa feliz?

Basta-me sentir o calor do sol na cara, num dia de chuva, para ficar feliz :)

 

11- Escolha 5 blogs para fazer essa Tag.

Quem quiser, be my guest. Nem todos os bloggers gostam de responder a coisas pessoais, por isso, quem quiser, pode pegar eheheh

 

27.05.14

Eh lá, que estamos a ficar cotas...!

frito e escorrido por Peixe Frito

 

 

  Ah pois é... Estive a fazer as contas pelas escamas, e não é que aqui a fritadeira hoje comemora 6 anos? Uiii... Já têm idade para ir para a primeira classe, aprender a ler e escrever! (medooooo)

  Sei que não tenho dado a devida atenção a esta meu espaço, por vários motivos, mas nem alguma vez me passou pela cabeça de faneca, fechar a fritadeira. Espero que durante este novo ano, com o óleo do costume (mais queimado, na realidade, porque quanto mais velha eu estou, pior), aqui a fritadeira vai continuar no activo e a mandar umas postas para a malta.

  Lamento apenas por aqueles que por aí andavam e já não andam mais, mas agradeço a todos os leitores e amigos do blog que se mantêm, que comentando muito ou pouco ou somente a virem bisbilhotar, me vão dando assim uma chama para partilhar a minha monótona vida e os meus simplórios pensamentos e deduções de bradar aos céus, por esta imensidão de universo, quase tão grande como o oceano, que é a blogosfera.

  A todos.... agradecida :)

  Como é dia de festa, vou-me armar em dj e colocar aqui um sonzáço brutal, que todos vão adorar. É recente... Vão ver. Preparem-se para abanar a piruca e o capacete... ou para fugir. Apenas vos aconselho a não por a música muito alta ou certificarem-se que onde estão, não está mesmo mais alminha nenhuma, senão ficam com um rótulo fabuloso :D

  Bring it on, babe

  

    E refastelem-se com uma fatia de bolinho, enquanto apreciam a magnífica banda sonora.
  
P.S.: Bolinho gamado da net.
02.10.12

A mim cheira-me que sim...

frito e escorrido por Peixe Frito

   O Halloween já anda no ar por estas bandas...

27.05.12

Hoje é dia de festaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!

frito e escorrido por Peixe Frito

   

   Como o tempo passa. Que passa rápido e bem a voar, sem sequer darmos conta já todos o sabemos e sentimos na pele. Apenas damos mais conta da sua rápida passagem, quando nos olhamos no espelho e onde antes a pele era lisinha que nem o rabo de um bébé, começam a aparecer as rugas de expressão, das experiências vividas, das alegrias e das tristezas, vemos no nosso olhar a maturidade que adquirimos da vida em geral. Parece sempre que ainda ontem fizemos anos, e "hoje" estamos novamente a soprar as velas com mais um ano em cima do lombedo. E isto tudo porquê? Porque hoje faz quatro anos. Quatro. Incrível. Há já quatro anos que eu escrevo - escrever até escrevo, o problema é mesmo o teor da escrita - aqui na fritadeira.

   Há quatro anos atrás, estava eu a perguntar-me que haveria de escrever neste espaço. Passado este tempo, hoje a pergunta é outra: Que porra de coisas escrevo eu aqui?! eheh Nada disso, adoro a minha fritadeira, que não é nada mais nem nada menos o espaço "internético" onde a espontaneidade, o sentido de humor sarcástico, a mente a roçar também o duvidoso da minha criatura, que tanto gosta de rir e partilhar com outros essa mesma parvoeira para não me rir sozinha, decidiram acampar e partilhar com o restante mundo os seus tão típicos e nada constantes, devaneios. Já não bastava torturar pessoas pessoalmente, e ainda tinha de me lembrar de  torturar via internet. Incrível.

    Agradeço profundamente a todos os leitores aqui do meu espaço, muitos de vocês já seguem a fritadeira desde o seu primeiro óleo, o que me deixa com um sentimento fofinho e quentinhooooo no coração. Além de achar que raio se passa nessas cabeças, mas pronto, prefiro não aprofundar muito a questão :)

    Obrigada a todos vocês, pelas visitas, comentários, por não terem vergonha de darem a cara por estas bandas, porque são vocês que me incentivam a continuar a partilhar e a escrever. Ao fim ao cabo, são vocês que fazem a fritadeira sobreviver. (grilos. Hey, também não era preciso fugirem em debandada, ok??).

     Que a minha vida continue a ser a animação usual, que me continue a inspirar no lado mais parvo das coisas e a ver as coisas deturpadas como é também habitual em mim, e que vocês estejam sempre aí desse lado, a pensarem que eu sou um troll das cavernas (como em tempos alguém me apelidou) com mente de homem das obras, presos no corpo de uma gaja com idade para ter juízo, e ar de quem não faz mal a uma mosca.

     Obrigada a todos!! {#emotions_dlg.beer}

 

   E como hoje é dia de festa, deixo-vos aqui um fantástico som (não tão bom como os meus Linkin Park maaaaaas olhem queeeeeee anda lá perto {#emotions_dlg.clown}), para que possamos todos cantar juntos e fazer um karaoke! :)

  

 
E aqui fica a letra:
 

Amor, quero sentir o teu perfume
Amor, quero curtir felicidade
Amor, quero sentir se tem ciúme
Amor, quero viver na amizade

A vida é festa, é alegria
Deixa a tristeza de lado e vem me abraçar
O que nos resta é fantasia
Dengo, sossego, chamego, delícia e luar

 

Quê, quê, quê, ô, estrela do amor
Ê, ah, vem me iluminar
A felicidade da gente é uma semente
Plantada no olhar

Quê, quê, quê, ô, estrela do amor
Ê, ah, é sol de verão
É o som de mil tambores batendo gostoso
No seu coração

 

13.01.12

Pronto... Foi de vez...!

frito e escorrido por Peixe Frito

   Ouvi dizer, que definitivamente perdi a cabeça. Onde raio anda o cabeçalho da fritadeira??? Cum caraças... Deve ter emigrado, por causa da crise. Como eu o compreendo!

01.06.10

Ó pr'a mim, em destaque!!!

frito e escorrido por Peixe Frito

   Ah pois é!!!!

    Quem está novamente em destaque, quem é?? Aqui a bela da fritadeira!!!!!!!! :D

    Obrigado à equipa do sapo, por dar novamente uma oportunidade à fritadeira desta brilhar (sem ser por causa do sol estar a incidir no óleo), apesar de correrem sérios riscos de agressão por parte de pessoas com blogs bem mais cultos e interessantes, e que não são destacados!... :D  Obrigado a todos os meus leitores fiéis (coitados...), a todos aqueles que apenas vêm cuscar, a todos aqueles que lá têm de largar uma posta de pescada e a todos aqueles que aqui vêm ter por engano! E claro.... obrigado à amiga Leucócito que me avisou que eu estava em destaque, um xi-coração grande para ti amiga querida, e obrigado a todas as amigas e amigos que encontrei aqui pela blogosfera, cuja peculiaridade de amizade eu tanto aprecio e estimo :)

   Vou-me deixar de obrigados, que daqui anada pareço a Amália!!! Amáliaaaaaaaaaaaaaaaaa...!!!!!

   Esta semana é só buber nesta fritadeira pá, fosga-se!!! Vá pessoal.... sirvam-se!!!

28.05.10

Vamos partir o bolo!!!!

frito e escorrido por Peixe Frito

  

 

   Pois é, foi ontem, mas é comemorado hoje! Sim, estou-me a referir a aqui a fritadeira ter comemorado o seu 2.º aniversário!!! Ó que está tão linda... tão garbosa...! Quem diria que aqui o meu espaço iria comemorar o seu 2.º ano de depósito de parvoeira e poluição cibernauta! Sim digo isto, e penso que já o referi várias vezes algures por aí em comentários, que o nascimento aqui da fritadeira deu-se por curiosidade, de modo que a sua continuação era a modos que nebulosa, assim como aquele nevoeiro onde supostamente D. Sebastião vai aparecer para salvar Portugal, estão a ver? Não?... Então pronto pá...!

   Fora de coisas parvas, agradeço a todos vocês que aqui vêm ler as minhas postas, pois são exactamente vocês que me dão mais vontade de dizer coisas cultas e interessantes, com grande valor a nível de contribuir para o bem e desenvolvimento da nossa sociedade, enfim, de contar as coisas que ao fim ao cabo fazem parte da minha vida, e que acabam, de um modo positivo ou negativo mas que eu acho que é mais de um modo arrepios-de-vergonha-alheia, caracterizar a minha personagem.

   Agradeço igualmente aos meus peixes, às minhas tartarugas e essencialmente à minha família e amigos, que sem vocês pá (soluços e lágrima no canto do olho, tenho uma lágrima no canto do olho!!!!), sem vocês este espaço não existiria!

   O meu sincero obrigado a todos vocês meus caros leitores, que ao fim ao cabo, por ironia ou não do destino, muitos se tornaram meus amigos.

   Vá, vamos lá a acabar com a choradeira, com a ranhoca a escorrer do nariz de emoção, os abraços peçonhentos e as palavras lindas e mágicas do coraçãoooooooo, e...

 

   BOTA ABAIXOOOOOOOO!!!!!!

sobre a Peixe Frito

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

douradinhos frios

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D