Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Cada um têm o seu sistema de segurança, a verificar se houve algum intruso a cheirar nas redondezas ou não.

28.01.21, Peixe Frito
Pessoalmente, não tenho nenhum sistema de segurança implementado. Nada de artimanhas, câmeras escondidas, fios de pesca que accionam o cair do óleo quente em cima de alguém. Até o sistema de terem de dançar o breakdance, pisando os códigos de cores, padrão de símbolos, acompanhando o ritmo de uma música da Ana Malhoa, com o intuito da minha casa não vos cair em cima e soltar os crocodilos do fosso, tenho desligado. É mesmo a santa paz do senhor. Porém, há quem não seja assim. (...)

É sinal que estamos a virar umas "carcaças"...!

26.12.17, Peixe Frito
Facto interessante, que tenho vindo a observar no Natal, com o passar dos anos. Ficar contente por receber um pijama ou uns collants, invés de uma outra coisa qualquer, como uma vela ou uma moldura (de tarecos já está o meu recife cheio), que antigamente achava o máximo. Convenhamos, estou a ficar uma "pele", uma peixa com as escamas a ficarem brancas e enrugadas (*violinos a tocarem*) de tal modo que em breve nem precisam de me escamar, tal é a falta de escamas nas barbatanas... (...)