Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Tenho um sentido de oportunidade sublime!

22.04.19, Peixe Frito
Ligar a alguém. Oiço do outro lado: - Peixa pá... mas tinhas de me ligar agora? Mas logo agora?? Estava eu aqui a curtir um som no carro e fui interrompido pela tua chamada!!! Até estava a bater o pézinho e tudo! - Pois é, pois é. Lamento mas eu sou assim... uma desmancha prazeres!! Sendo chapadinho de mim, o mais natural seria quando a chamada terminasse, por a música do início, mas eu sou tão mas tão ranhosa, que a chamada só terminou quando a criatura chegou à entrada de casa.

E, de repente, conseguiu ver a vida que a rodeava, os pássaros, as flores, a geada matinal, desfrutar das paisagens e ganhou nova cor e sentido na sua vid...

08.02.19, Peixe Frito
Decidi limpar o vidro da frente do peixmóbil, por dentro. É que sabem, depois de um outono e começo de inverno, em que fica muita condensação de água no vidro, custa a desembaciar e o gajedo cheio de lume no rabo, passa um pano a limpar e um papel de seguida, para que o dito vidro não fique com manchas - sim... torna-se mais rápido do que esperar que desembacie, com aquele lago de gotas no vidro. Quando passo o pano, chove... e preciso de abrir o guarda-chuva, de cocktail, mas (...)

Há coisas que não me assistem e esta é uma delas.

07.01.19, Peixe Frito
Ora, se eu andasse a distribuir panfletos, daqueles que causam neuras ao mais pacato, sereno, bom coração, fofinho e quiçá, candidato ao prémio Nobel da Paz automobilista, se eu passasse por uma viatura já com papéis lá espetados, o que é que eu faria? Opção 1: Choveu, teve húmidade extrema durante a noite e, apesar da viatura parecer uma árvore (...)

Modo zombie.

22.11.18, Peixe Frito
Percebemos o quanto ainda estamos a dormir em pé, a sonhar com sol nas praias paradisíacas e saudades latentes do quentinho das mantas e do aconchego da almofada, quando vamos automaticamente para um sítio onde raramente estacionamos o automóvel e, depois de lá chegarmos, realizamos que o deixámos no sítio do costume. Vai de dar uma voltinha aos calcanhares e andar precisamente no sentido oposto ao que estávamos. Com o frio da matina, ainda diria que servia para acordar, mas (...)

Hei-de fazer no carro ou à porta de casa deles, a ver se gostam, quando for passear o meu elefante.

09.10.18, Peixe Frito
Pois é, meus caros. Se há coisa que eu não aprecio nada de ver, é mijadelas de canitos no Peixmóbil. É nas rodas, é nas laterais - alguns devem ter as miras a precisar de serem calibradas - é nos pára-choques...! Já não me bastava os pássaros me grafitarem o veículo, os gatos se porem ou em cima ou debaixo dela a aquecerem os bigodes, as aranhas acharem que é um bom spot para uma teia, os caracóis se agarrarem a ela de tal maneira que nem na autoestrada arredam pé e as (...)

Mais um bocado e até havia cogumelos, de certeza.

10.04.18, Peixe Frito
É muito mas muito à frente!   Não imaginam o stress que é, dar de caras com uma poça dentro do vosso maquinão. Só faltavam os sapinhos, umas carpas koi e uns nenúfares para a cena ficar compostinha - Se fosse quentinha, ainda dava para lá meter os pés e relaxar, mas nem isso. Fora isso, valham os jornais e os trapos velhos a ensoparem a cenóide. Sempre posso ir lendo as notícias, embora atrasadas, do jornal quando estou parada no trânsito. Nada se perde. Ironia da vida, foi (...)

E quando uma desconhecida, te oferece carinho?

26.03.18, Peixe Frito
Esta lembrou logo do anúncio mas neste caso não foram flores, nem ninguém me ofereceu nada físico. Partilho este episódio da minha vida apenas porque me senti agradavelmente surpreendida com a situação e senti que foram raras as vezes que alguém reagiu assim à minha pessoa. Pelo menos de modo tão efusivo, espontâneo e sincero. Sem me conhecerem de lado nenhum. Vi uma pessoa meio embaralhada com o funcionamento do seu automóvel, a fazer fila no posto de abastecimento. (...)

Há cada cromo...

27.05.15, Peixe Frito
Se for preciso, andam com o carro todo javardolas, com os vidros "fumados" à pobre (sim, que às vezes com tanta sujidade parecem fumados) e a verem nevoeiro todos os dias, mesmo que esteja um sol de cozer os peixes na água do mar, com o carro com um camadão de nhanha que até já parece uma carapaça em cima da coitada da viatura, mas quando finalmente lavam o carro e deixam de fazer poluição visual, andam sempre a apontar o dedo e a gozar com os carros que passam, que se encontram (...)

Ao menos está dentro da "temática".

03.07.12, Peixe Frito
   Um sucateiro ter uma carrinha amassada, a cair aos bocados de madura, cheia de ferrugem e falhas de tinta, a fazer um barulho pior que o pai Adamastor a dormir pacificamente na anémona. Assim daquelas mesmo boas para a sucata e fazer uma nova tostadeira, tal é o aspecto que têm. Era um favor que faziam à desgraçada da máquina.   Ironicamente, o dito sucateiro pergunta se há alguma coisa para mandar para a sucata.

Horror matinal...!!

05.03.12, Peixe Frito
   Chega a Peixa ao pé da sua viatura, feliz e contente, aos saltinhos, com o cesto debaixo do braço a mandar florinhas para todo o lado, só porque é bem cedo e é mais um dia de trabalho que se avizinha pela frente, e... Pára tudo! OMG!    Vou-vos descrever com o que estes lindos olhinhos que a terra há-de comer (ou não) se depararam: De noite caiu uma "ómidade" (...)

Quem foi o engraçadinho?...

01.02.10, Peixe Frito
   Se há coisa que detesto, são os papéis publicitários que colocam nos carros. Apenas pelo motivo que por vezes uma pessoa não nota, e em pleno andamento, verifica que têm alguma coisa colada no vidro que não consegue retirar, por muito que faça ginástica com o braço de fora, o pé no manípulo das mudanças, e o joelho a conduzir no volante. Sem referir aqueles que ficam coladões no óculo traseiro, uma pessoa constantemente a utilizar as escovas na vã esperança que o tipo (...)

Quem tem as mãos amarelas???

18.01.10, Peixe Frito
    Quantas vezes já aconteceu, um casalito ir dentro do carro, e de repente cheirar a morto? Vira-se logo a moça para o moço:      - Kiduxo... tu largaste-te??      - Euuuu?      - Que ideia... - resmunga a moça, a tapar o nariz e a abanar o ar com a outra mão.      - Cá para mim, foste mazé tu fofinha, e agora dizes que fui eu...      - Olha agora... Tens cá uma lata... Bem capaz és tu de mandares as culpas para cima de mim, e teres sido tu...! Até (...)

Alguém me anda a tourear...!

07.01.10, Peixe Frito
   Pois bem...! No outro dia era o cheirinho a croissants logo pela matina, ontem ia a caminho de casa, com a barriga a dar horas e ratos a roerem, quando passo por uma churrasqueira. Por acaso, até tinha a janela fechada mas tinha a chofagem ligada. Que aconteceu? Entrou o cheiro dos churrascos dentro do carro e foi uma tortura até o cheiro se dissipar. É que parecia que alguém estava a grelhar assim umas bifanas fantásticas, na traseira do meu carro. E eu... nem vê-las.

Coisas de Gaja (34)

10.12.09, Peixe Frito
   Abastecer o carro, e andar com ele até à última gota de gasolina. E ficar admirada quando este chega à reserva (depois de andar sempre a arrancar alcatrão e na jarda), quando só colocou combustível há meia dúzia de dias. Mas o mais incrível... é esquecer-se que têm o carro na reserva, ter de ir trabalhar, estar atrasada, e habilitar-se a ficar apeada pelo caminho!     Qualquer dia, é dia santo!!

Se calhar são as minhas ramelas...

26.11.09, Peixe Frito
    ... que não me deixam ver nada! ^.^    Começa a altura dos vidros embaciados nos carros, coisa que me deixa especialmente irritada. Ora vai de ligar a sofagem, ora desliga, ora embacia, ora liga, e passo a vida nisto até chegar a casa. É que é tanto "vapor de água" (se é que assim lhe posso chamar) nos vidros, que mais parece o espelho da minha casa-de-banho quando eu acabo de tomar banhoca de porta fechada!     Ontem deixei passar um carro, que nem sequer (...)

Ainda bem que não vesti saia...!

14.10.09, Peixe Frito
          Nada como começar a manhã, ainda cheia de sono, chegar ao carro e deparar-me com um carro completamente encostado à minha viatura (e à do outro lado), de tal modo, que tive de entrar pela porta do pendura. Dei por mim a pensar que o tipo (a) deve ter saído pela mala do carro, de certezinha. Ou então é primo direito da Olivia Palito, que uma pessoa passar por aquele espaço mínimo não é normal.     Graças a Deus sou arraçada de mulher elástica, senão havia (...)

Este é abastecido a leite!

08.07.09, Peixe Frito
    Decidi contar-vos uma história cheia de coincidências, só para ser diferente:    Hoje de manhã fui surpreendida por um verdadeiro fenómeno! Qual a minha surpresa - de manhã estou tão ensonada que até ver uma mosca me surpreende - que ouvi um carro a miar! Ah pois é... E não foi literalmente! Foi em alto e bom som! Não, não estava a sonhar. :D    Ao que parece, um pequeno gatinho resolveu enfiar-se na frente do carro, e por pura sorte, não foi triturado pelas (...)

Ui que agradável!!

05.06.09, Peixe Frito
   Se existe som, que eu considero particularmente irritante, é precisamente o som dos alarmes dos carros. E logo por azar, tocam sempre, mas sempre quando não devem - não, não estou a ver no ponto de vista do ladrão, que não lhes dá muito jeito que toquem. Por exemplo, quando nós já estamos deitadinhos, afofados na nossa caminha, e o João Pestana já largou os seus pózinhos de perlim-pim-pim, e estamos ali, mesmo quase, quase a dormir e... Pimbas!! - FÓM-FÓM-FÓM-FÓM-FÓM!!! - onomatopeia que simboliza o som dos alarmes de  buzina que alguns carros têm

Um novo modo de engates

07.04.09, Peixe Frito
    Este é para os meninos que já não sabem como "engatar" uma menina, de um modo original.     Imaginem: vão no vosso carrinho, em pleno trânsito, e vêem uma moçoila que até parece ser girita (digo parece, que há pessoas que ao perto... arre!). Como conseguir o número de telefone dela? Dão assim uma batidinha (ao leve hein) no carrito dela. Pois bem, quando ela sai do carrito e tal, não há danos e isso, e depois trocam os números de telefone para possíveis (...)