Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

09.08.18

São só Duques e figuras tristes.

frito e escorrido por Peixe Frito

Estar numa loja de desporto e deparar-me com um homem a passar a mão na zona do tronco numa camisola que um manequim tinha vestida - que por acaso era o CR7 ou uma tentativa de. Ainda não encontrei um que não tivesse cara de whisky, coitado do rapaz, como se não lhe tivesse bastado o busto na sua própria terra natal, ainda há não-sei-quantos manequins espalhados por aí, nada fiéis ao moço - e acabar por ver o mesmo a disfarçar quando o vi a concluir o apalpanço ao passar a mão de suave no braço do boneco, lhe apertando levemente o bícep.

Continuo a surpreender-me com o que vejo algumas pessoas a fazerem. Nunca pensei assistir ao assédio físico de um manequim. Coitados... e eles são vítimas fáceis, nem se podem defender dos apalpanços e mãos alheias atrevidotas, em plena luz do dia.

07.08.18

Só cromitos.

frito e escorrido por Peixe Frito

Esquecer-se qual é o apartamento onde se está alojado.

Chegar a um andar, de memória se dirigir a aquela porta, pegar na chave, meter na fechadura e a porta não abrir.

Upppsss... Deve ser no andar de cima!

Pois, de facto era no andar de cima. Sorte que não estava ninguém na casa onde se tentou abrir a porta, senão imagino os arrepios de vergonha alheia que toda a gente ia passar - lá íamos ter de fazer de conta que éramos bifes, apelando assim à compreensão alheia, para a vergonhaça ser menor.

Da próxima vez, ninguém se vai esquecer de confirmar qual o andar correcto.

04.08.18

Pareço um disco riscado...

frito e escorrido por Peixe Frito

Todo mas todo o santo ano falo do mesmo e ao que parece, este não será diferente.

Ora alguém me explique como se eu fosse loira por dentro, porquê - mas porquê?! - que há alminhas que quando chegam à praia, que até se encontra meio vazia digamos de passagem, e decidem largar toda a tranqueira praticamente em cima de outras pessoas, acabando por fazer as mesmas se desviarem do sítio onde estavam, só pelo quanto se sentem incomodadas.

Uma coisa é certa, não seria eu que iria mudar os meus tarecos de sítio, mas compreendo que as pessoas não se queiram chatear e queiram apenas desfrutar de um descanso na praia.

É como eu digo. Falam falam, que as praias estão cheias e mai' não sei que mas quando se apanham numa praia semi vazia, vão sempre para cima de outras pessoas, tal traças atraídas pela luz negra. É o síndrome da sardinha em lata... Não conseguem estar sem estarem quase a fundirem-se com outras pessoas.

Devem ser pessoas habituadas a andarem em transportes públicos, cheira-me.

10.05.18

Olha a perna boaaa...

frito e escorrido por Peixe Frito

...ou o alicate, para ser mais precisa.

897bc4452038ee1a660504a509bfc21e.jpg

 Quem se lembra de vestir saias, com um enorme vento a soprar na rua? Eu, pois está claro. Santa teimosia a minha que se é aquilo que me apetece vestir, assim o faço. E no que resulta isso? Numas belas figurinhas. Vêm com cada rabanada de vento, que muitas são as vezes que me apanha distraída e me faz um espectáculo digno de Marilyn Monroe... Com direito a cuecal à vista e tudo. Como já são muitos anos a virar frangos e a mostrar a cueca a quem passa na rua, é me verem a andar que nem um pinguim com a saia entalada nas pernas ou com as mãos a segurarem na saia, lateralmente, para a mesma não fazer balão quando os ventos se armam em engraçadinhos.

Ainda há tempos, nuns eventos com amigos, andava eu de vestido e molas em cada lado do vestido, a prender a saia. Vergonha? Nem por isso. As molas até faziam pandam com a roupa. E quem não quisesse ver, não olhasse.

Várias foram as vezes que ouvi, ao longo desta minha longa curta vida de criatura, que me diziam: "Peixa, a sério. Eu ainda não percebi porque vens de saia com este vento! Para andares a agarrar na saia o tempo todo??" ou então, alguns já desistindo, mandando a toalha ao chão, de cansados de me dizerem sempre a mesma coisa sem surtir efeito, gastando o seu latim saia vs vento, me viam naqueles preparos de parecer o Charlie Chaplin a andar, suspirando diziam: "Típico. É que é tão típico".

E as vezes que vou às compras, de sacos em cada mão e o lento lembra de ventar? Ah pois é... É vê-la a enrolar as saias nos sacos ou a encostar-se de rabo nos carros, para a saia não subir - meia volta, lá dou uma publicidade gratuita à marca de lingerie que uso. Tento disfarçar a cena, não vá alguém me estar a ver e raspo-me dali mais depressa que o Speedy Gonzales.

Se há necessidade disto? Não, não há. Mas a verdade é mesmo esta: se me apetece ir de saia e está vento, porque não hei-de ir? Já sei é que vou apanhar correntes de ar noutras zonas corporais. Como há uns tempos disse a uma pessoa, era acerca de tatuagens mas o princípio é praticamente o mesmo: "Sei lá eu se amanhã estou aqui, que me espera daqui a uma hora ou dez minutos. Por isso é viver e fazer o que me apetece. Claro, sem desrespeitar ninguém, mas sendo fiel a mim".

Dito isto, é assim a vida. Um como cada qual. Podia ser pior.

 

02.05.18

Oiça, mas que finéssss

frito e escorrido por Peixe Frito

E quando alguém se lembra de usar o decantador de vinhos, para pôr ice-tea lá dentro?

Mas que bem. Grande saineto. O ice-tea até precisa de respirar e tudo.

29.03.18

E quando alguém nos diz estas barbaridades...?

frito e escorrido por Peixe Frito

- Eu imprimo isto e não sai à escala!

- Tens de fazer simplesmente "imprimir", sem mexer em mais nada.

- Mas eu mando imprimir e fica do tamanho do A4! O ficheiro está errado!!

- Não, que eu já imprimi desse ficheiro e saiu bem. Faz só "imprimir".

- Não dá, não dá!! Não dá!!! Não tenho paciência para estas incompetências!!

Imprime-se o bichano e dá-se à criatura.

- Imprimiste? Não foi do mesmo ficheiro!!

- Foi. É só fazeres "imprimir" sem mexeres em mais nada.

- Pois olha, não estou para isto! Só quero carregar no botão e imprimir sem ter que pensar em mais nada!!!

-...

tumblr_inline_mf9bzfy6pj1qaqsz7.gif

 Que Deus me dê paciência e um paninho para a embrulhar.

08.02.18

Adoro estas especificações.

frito e escorrido por Peixe Frito

- Bom dia. Um galão e pão só com manteiga de um lado, sff.

 

Está como o outro da sandes mista sem queijo.

Não há dúvida, que atender ao público pode ser deveras complicado e que requer uma alta capacidade de compreensão destas específicações em formato de código.

Já não existe o simples pedido de "pão com manteiga". Ou o pão é não-sei-quê ou é a manteiga que é não-sei-que-mais ou então é sei-lá-eu que coiso e tal, que és jovem.

22.11.16

Sempre a aprender.

frito e escorrido por Peixe Frito

  - Ninguém quer a esquina do ananás?

  - Esquina?... Mas o ananás têm esquinas?

  Bem... hoje em dia já existem melancias quadradas, correcto? Será que o ananás agora é triangular? Porém, ainda me pergunto que raio é a esquina do ananás. Se alguém souber, por favor prestem um serviço à sociedade, e esclareçam esta minha dúvida existencial.

15.02.16

Só não percebe quem não quer

frito e escorrido por Peixe Frito

   - Pagas a bebida, mas não pagas o que bebes.

   Ora aqui está uma explicação simples, concreta e directa, que dá direito a uns sobrolhos franzidos, momentos de silêncio e a exclamações esclarecidas como: "Hein?!" "Essa agora não apanhei!", depois de ser proferida, sem sequer se ter pensado primeiro naquilo que se estava a dizer. Interessante foi, perante tais expressões de criaturas baralhadas e confusas, tentando descortinar tal quebra-cabeças, quem o proferiu ainda deu o benefício da dúvida, parando uns instantes com o seu discurso, reflectindo em tais palavras e, chegando à conclusão que estava mesmo a ser claro no que dizia, voltou a repetir veemente com fervor, tal frase codificada, altamente fora do contexto. 

   Para mim, honestamente, no dicionário deviam de excluir a definição de "self service" ou de "bar aberto" - se existir algum dicionário que tenha este tipo de expressões - e começar a utilizar esta. Parece-me mais elucidativa.

   Na realidade, faz-me lembrar algumas das frases ou pesquisas de génio, que o motor de busca yahoo costuma ter - hei-de abordar este tema com mais profundidade - as quais até metem medo ao susto e enchem qualquer alminha de arrepios-de-vergonha-alheia.

   

22.10.15

Devia de lhe estar a faltar oxigenação.

frito e escorrido por Peixe Frito

  Em pleno Oceanário, no meio daquele ambiente fantástico e envolvente, de água, peixinhos, e de muita gente a rezar para que aquelas paredes de vidro não rebentem, ouve-se o grunhir de uma criatura:

  - Olha, mas tu já vistes o que era um gajo cair em cima daquelas urtigas?

  - Urtigas meu?

  - Sim... urtigas. Sei lá... Aquelas coisas!

 

  Ainda hoje estou para perceber ao quê que aquela criatura se estava a referir... principalmente porque vinha da zona das anémonas... sim porque é do conhecimento geral que as anémonas são as urtigas do mar... not.

  É que nem havia ali um coral, por piedade para equivocar o senhor. Nada.

 

21.10.15

Coisa de génio do dia de hoje.

frito e escorrido por Peixe Frito

wnd_6ae1866d4f549b7268c6e47537d182eb.jpg

   Não há nada como levantar cedo de manhã, para apanhar ar, aproveitar o sol e fazer uma ginástica... E depois para o almoço, passar pelo McDonald's.

26.05.14

Take II: Porque a criatura estava inspirada.

frito e escorrido por Peixe Frito

  A mesma criatura adolescente, ainda no tema da diferença horária:

  - Então isso quer dizer que o sol lá nasce mais cedo, não é?

  - ...

  - ... visto que lá as horas são diferentes...

  - Só nasce mais cedo em termos das nossas horas, porque o sol nascerá mais ou menos lá ao mesmo tempo que cá, independentemente de cá serem cinco da manhã e lá seis da manhã, porque o sol não segue horas, certo?

 

  Comecei eu a imaginar... o sol olha para as horas e diz: eh pá cum catano, estou atrasado! Tenho de ir nascer na Conchinchina e daqui a bocado - tenho de me despachar - tenho de ir nascer a Quinxaça. 

26.05.14

Cada uma que mais parecem duas...!

frito e escorrido por Peixe Frito

  Diz uma criatura adolescente:

  - E qual é a diferença das horas de lá para cá?

  - É de uma hora a mais.

  Momento de reflexão da criatura adolescente... e murmura:

  - Ah... Isso quer dizer que o tempo passa mais depressa lá, é?

  - ...

23.05.14

Esta gente...

frito e escorrido por Peixe Frito

  Numa conversa amena entre colegas:

  - É Peixa? Aprendeste uma nova técnica de massagem, assim só a olhar e a abanar? - diz a criatura a fazer movimento de vibração a abanar uma mesa com as pernas lá encostadas, mãos nos bolsos, de pé.

  - Só a olhar...?! Oh pá, a sério...? Viste o que acabaste de dizer...?

  E foi só ver a cara da criatura, a realizar o que tinha acabado de dizer em conjunto com os movimentos que estava a fazer.

  Ó despois são os outros, que têm mentes duvidosas.

  

02.05.13

Não sou a única com o cérebro (ainda) dormente a esta hora.

frito e escorrido por Peixe Frito

  - Alô...! Olha é Rua Infante Santo ou Avenida Infante Santo?

  - Eh pá não sei... Não sei se é Rua se é Avenida. Aquilo fica na Avenida Infante Santo...

 

  Cheira-me que é Praceta...! 

  E assim se começa o dia.

09.04.13

Este vêm um bocado para o atrasado, mas prontos pá...!

frito e escorrido por Peixe Frito

 Lá pelo aquário mor, debateu-se um pouco a questão da sexta-feira santa. Ora, porque uns são crentes, outros descrentes, outros assim assim e outros como eu: não me aquece nem arrefece. A verdade é que a mãe Peixa já estava a ficar incomodada com a questão que estávamos a debater, que era a de se alguém tinha algum problema em comer peixe na dita sexta-feira santa ou se, por hábito, até comiam carne e não ligavam peva à situação.

  Eu pessoalmente, não ligo nenhuma. Se me apetecer comer carne como, senão, como peixe ou outra coisa qualquer. Para mim a sexta-feira santa é um dia como outro qualquer (blasfémia! Já não sei quantos leitores se benzeram com esta minha declaração e inclusivé, S. Pedro está a pensar se me abre as portas do Paraíso quando chegar a minha vez ou me manda já um dilúvio no alto da pinha para abrir os olhos e não ser assim no que toca à religião). Podem adivinhar, qual foi a reacção da mãe Peixa, já meio a espumar: 

  - Aqui em casa come-se peixe! Como sempre foi! Ninguém vai comer carne. PEIXE! - rezingou ela lá dos confins do aquário (Nota: A mãe Peixa supostamente ouve um pouquiiiinho mal. Só um pouquinho. Mas seja coincidência ou mesmo MILAGRE, nestas conversas ela ouve sempre tudo perfeitamente, mesmo que se encontre no outro lado do oceano).

 

  Chega a sexta-feira santa. Já se sabe... dia de peixe. Quer seja ao jantar quer seja ao almoço. Bah... Eu até gosto de peixe e tal... tranquilo.

  Vêm o pai Adamastor e diz-me:

  - Filha Peixa! Já sabes a da tua mãe? - diz ele animado e com ar de troça, mal eu acabo de chegar ao aquário. Mal me deixou pousar a tralhada.

  - Ui... Já a esta hora...? Essa deve ser suculenta. Que fez a mãe??

 

  Pois assim sendo, vou-vos contar:

 

  Notícia do dia:

  

  A mãe Peixa, defensora das sextas feiras santas, em que apenas se pode ingerir peixito e nada de carneca da outra, foi apanhada nas malhas da ironia da vida! Começou o dia em alta! Invés de comer a sua habitual e rotineira sandes de queijo, na sexta-feira santa decidiu comer sandes de outra coisa... E sabem de quê? MORTANDELA!

  - Ah... Hoje acordeiiii e não me apeteceeeu a sandes com queijooo como como todos os dias... Vi a mortandela e apeteceu-me.

  E o pai Adamastor a ver a situação e calado que nem um rato. Apreciou a cena até ver a cara de satisfação da mãe Peixa a fincar o dente e a saborear a sandes de mortandela.

  - Ah-ahhhhhh...!! Olha lá pá, hoje não é sexta-feira santa?? Não podes comer carne!!

  - uuuupppsss...! {#emotions_dlg.blushed}

 

    Ora, vocês não percebem nada...! Esta mortandela era especial de corrida! Não foi feita de bácoro, mas sim de peixe (cof cof)... Peixe-Porco certamente!

12.10.12

Uns morrem outros ficam assim.

frito e escorrido por Peixe Frito

  - Ó Zé Manuel das Couves, passas-me aí um papel, para eu escrever uma coisa, sff?

  - Um papel...? Que tipo de papel??

  - ...

 

  Daquele de embrulho, do milimétrico ou do texturado, por exemplo. Pensando melhor, do artesanal feito a partir de fibras de ananás, que é o ideal para anotar.

26.09.12

Agarra que é ladrão!!! ^.^

frito e escorrido por Peixe Frito

  Lá vou eu na minha vida, pacata e serena, e oiço o alarme de um carro a tocar. E a tocar. E a tocar. E a tocar. Passo pela gasolineira, e qual o meu espanto, que observo um gajo, na maior das descontracções a abastecer o seu veículo, grande pose a segurar na mangueira - hey, sei que esta junção não soou bem, mas não sejam pervertidos :) - e mão na cintura, com o dito veículo com os quatro piscas ligados e... o alarme do carro a tocar.

  Ora, digam-me lá se não é de cromo. Ok, poderia ter algum problema da junta (junta tudo e deita fora), mas admira-me a descontracção, paz de alma daquele ser a abastecer o carro que estava constantemente a apitar e com os piscas de emergência accionados, em plena gasolineira com bastantes pessoas a abastecerem e tudo a olhar para ele de esguelha, assim como quem não quer a coisa.

  Fantástico melga. Quando crescer, também quero ser assim.

  Ultimamente, ando a deparar-me com cada cromedo nas gasolineiras, que quase me dá um chilique de arrepios-de-vergonha-alheia.

25.09.12

Coisas às quais consegui sobreviver para contar.

frito e escorrido por Peixe Frito

  Ver uma criatura a entrar em sentido contrário num posto de abastecimento de combustível, ter o dito carro ao contrário nas bombas, tentar abastecer, ir á loja falar com a senhora, e observar esta muito calmamente - devo tirar-lhe o chapéu - a explicar à criatura que para abastecer têm de ter a viatura no outro sentido, pois estava em sentido contrário.

  Foi de bradar aos céus a cara de admiração da dita criatura, quando a moça lhe disse que o carro estava mal colocado.

  Eu também fiquei admirada... Com tantos sinais verticais e de chão de sentido proibido, como é que aquele ser não viu nenhum. 

sobre a Peixe Frito

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

douradinhos frios

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D