Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Mistérios da vida. Nem o Fox Mulder e a Scully desvendam isto.

16.09.21, Peixe Frito
Como é possível se ter um torcicolo, sem se fazer nada? Nem foi ginásio, nem sofá, nem cama, nem pesos, nem compras, nem acartar miúdos ao colo, nem limpar, nem esfregar o chão, nem ir à pesca, nem lançamento do disco, nem trepar árvores, nem plantar batatas, nem a entrar em um carro, nem a tentar ligar a torre do pc, nem a abrir uma embalagem de batatas fritas, nem na luta com o frasco de cornichons (embora ele ganhe claramente aos pontos), nem a bater um tapete, nem a roer uma (...)

Até a comida não é bem aquilo que parece, hoje em dia.

30.06.21, Peixe Frito
- Eu não tenho assim hábito de beber álcool, só de vez em quando! Socialmente falando e às vezes ao fim-de-semana, quando a comida é assim mais incorporada, gosto de beber um vinhinho. Só sei que se me calhasse a mim comida incorporada, certamente que iria mas era chamar um exorcista para fazer um exorcismo - qual beber um vinhinho! - não fosse a mesma estar possuída por um demónio maluco qualquer, que me iria fazer azia e cuspir labaredas pelo rabo. Nem a comida é de (...)

É com cada esquema, que só visto.

29.01.21, Peixe Frito
Uma pessoa pesa-se na balança e observa os digitos. Entretanto, vai fazer um chichi e depois volta a pesar-se. Escusado será dizer que não afectou minimamente a pesagem, a não ser que a moça tivesse a bexiga de um elefante - onde efectivamente a esvaziando e causando tsunamis nos esgotos, a diferença era sentida pela balança e pelas tartarugas ninja. Vale sempre a pena a tentativa de enganar a balança, mas a tipa é de olhão e não vai em cantigas com essa facilidade.

A sacana é danada.

26.01.21, Peixe Frito
Uma pessoa está à espera que a musa apareça, dê o ar da sua graça, a fim de se inspirar quer para escrever quer para desenhar. Se eu tivesse de apostar o que a minha anda a pintar, seria ela assim como a protagonista principal deste videoclip do Michael Jackson. "Your Butt Is Mine Gonna Take You Right Just Show Your Face In Broad Daylight I'm Telling You On How I Feel Gonna Hurt Your Mind Don't Shoot To Kill Come On, Come On, Lay It On Me All Right I'm Giving You On Count Of Three (...)

Aquilo é que foi excesso de velocidade e com toda a certeza, iam na red line.

18.02.20, Peixe Frito
Passou algo na janela com tamanha jarda, levada pelo vento ou a aproveitar o vento forte que se faz sentir hoje, que eu nem percebi se era dois pássaros ou dois galhos a voarem. Somente percebi dois traços alongados a passarem a rasgar pano, como se fossem ao início dos saldos, comprar aqueles cuecos pelos quais andam a sonhar há que tempos e que ficam tão bem com as leggings tigresa e os chinelos de unicórnios. Pássaros supersónicos, era o que era, porque galhos... não voam assim. (...)

Esta é para reflectir.

18.02.20, Peixe Frito
Frase sábia que ouvi nos entretantos, que partilho convosco, porque pronto... faz-nos bem reflectir de vez em quando nas coisas, invés de só nas origens da vida e do Universo e de que se as batatas estão há tempo suficiente no óleo e já fritaram: - Estava a lutar contra a vida. Sim, parece algo muito eloquente, mas só que não. A pessoa queria mesmo era dizer que tal criatura estava a definhar, a lutar contra a morte. Embora, há quem lute contra a vida, sim - pronto Peixa, já (...)

Isto é que era vontade.

17.02.20, Peixe Frito
Ligar logo ao início do dia de trabalho a uma colega, dar dois dedos de alinhavar de situação de trabalho e ela se despedir com: - Então, bom fim-de-semana Peixa! Bom fim-de-semana às 9:20 da manhã? Isto é que é speedar. E não, ela não ia sair mais cedo nem nada dessas tretas, nem eu. Isto sou só eu a sugar coating a situação, que ela estava mesmo era de lume no cú para ir festejar o dia dos namorados com a carcaça dela e não a planear não falar mais comigo durante (...)

De vez em quando, também me toca a mim.

10.02.20, Peixe Frito
Imaginem, que voltei a pôr um casaco a lavar com um lenço de papel no bolso... roupa escura... e a secar na máquina! Felizmente, desta vez a vida deu abébia. Não havia nada estraçalhado pela máquina e o raio do papel estava quase intacto, dentro do bolso. Era de esperar que tivesse tido mais atenção ao meter a roupa na máquina, mas verdade seja dita, até tive. De modo que imaginem a minha cor, quando meti a mão no bolso do casaco e senti um lenço mais espalmado do que um (...)

Quem lembra de Chiclete com Banana? - Se alguém tiver coragem de admitir que lia, naturalmente.

23.01.20, Peixe Frito
É daquelas coisas... poucos admitem que liam, tal como há quem goste de Ena Pá 2000 e têm vergonha de o admitir ao resto do povo. Pois olhem, são uns excelentes músicos, que eu adorooooo - que admiração, Peixa Maria. Adiante! Esbarrei com isto pelo pequeno mundo da internet, e bateu saudade dos tempos em que a malta lia banda desenhada, como quem come batatas fritas. Havia para todos os gostos, mas umas das mais retorcidas que eu gostava, era sem dúvida de Chiclete com Banana (...)

Tuga que é tuga...

08.01.20, Peixe Frito
Esta não esperava eu. - Cú Rabinho pequeno, queres pizza ou feijoada para comer? - Feijoada. Ora... era suposto uma criança preferir pizza, ou não era? Pois, naturalmente seria. Só que não. A criança prefere a bela da feijoada invés da pizza. Quando está no sangue, está no sangue. Nada a fazer. Eu não a condeno... eu sou igual. Não há feijoada igual à da mãe Peixa. Todas as gerações concordam. Venha a pizza que vier!! Pizza é para meninos-de-coro, pá! 

Não posso dizer que não fui avisada.

16.12.19, Peixe Frito
Que posso eu pensar, ao me deparar com uma fruta com vários autocolantes destes? Das duas três, ou este deu luta e andou verdadeiramente a distribuir peros pela malta, aquando foi colhido ou então é uma fera indomável, que um autocolante não bastava para avisar qualquer vítima incauta ao seu ar pacífico. Às tantas, era somente um pero que gostava de aplaudir os feitos da malta, com síndrome da Amália, versão "Obrigado, obrigado" adaptado para "Bravo, bravo". Na via das (...)