Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Uma pessoa fica mesmo em modo de desalento.

frito e escorrido por Peixe Frito, 04.06.19

Depois de uma ida à carniceira depilação, cravo o jantar no aquário mor.

- Tenho aqui isto e aquilo se quiseres - diz a mãe Peixa - E queres com saladinha ou batata frita?

- Batata frita - digo eu sem hesitar nem piscar os olhos duas vezes - mereço batata frita hoje.

Acho que os centros de estética deveriam ter aqueles potes com chupa chupas ou rebuçados, como alguns gabinetes pediátricos têm. É que uma pessoa depois de momentos de sofrimento agudo e quase constante a fazer a depilação, merece um conforto emocional. Nem um abracinho se recebe! Nem uma palavrinha de força ou de carinho! Uma palmadinha nas costas! 

Sai de lá uma pessoa com um pedaço da alma a faltar tal a dor - Sair com andar novo é qualquer coisinha. E mais leve. Em certos casos, se se forem pesar depois da depilação, devem perder 5% do peso total - e não há quem esteja à nossa espera depois de sairmos do gabinete, com um ar afável e compreensivo de: "pronto, já passou" e se virar para a esteticista "feia! menina feia! a infligir dor aqui à fofinha da menina...! ai ai!!" para nos mimar e aconchegar.

Há que pensar nestas coisas. A sério! Se alguém me viesse abraçar depois da tormenta maravilhosa depilação, provavelmente levava com uma cadeira nos dentes enquanto a dor estava fresca na memória, mas vale a intenção e por as pessoas que de facto quase desmaiam na marquesa, no acto de se puxar a cera.

Qualquer dia, deixo crescer as escamas e viro adepta do naturalismo das alcatifas corporais. Sou eu a sair de dentro de água e a parecer que tenho não sei quantas algas coladas a mim. Ou até que parecem as barbas de Adamastor, tal o comprimento da pelúcia. Ou uma rede de pesca natural, que ao nadar, apanha peixes por arrasto.

Nahhh. Prefiro mesmo "no pain, no gain" adaptado à estética. Cada uma sabe de si, se não têm problemas em ter arbustos nas axilas ou a floresta Amazónica na zona do bikini ou arame farpado nas pernas ou um bicho morto na zona da bigodeira mas eu, esqueçam lá isso. Felizmente não sou Peixa de muita escama mas prezo muito o jardim podado e as árvores guiadas, cercas arranjadas e relva aparada. Por isso... vou ter de começar a levar umas gomas na algibeira e uns rebuçados na mala, quiçá uma tablete de chocolate, para compensação emocional da violência de ser depilada, porque isto assim, não dá com nada.

Vender a alma ao demónio, ir parar ao quinto dos Infernos para toda a eternidade, comendo o pão que o diabo amassou e passando as passinhas do Algarve, de certeza que dói menos!

Na próxima vez, vou-me lembrar deste lama, para me custar menos:

bad-day-meme.jpg

Devem querer comer sopa por uma palhinha.

frito e escorrido por Peixe Frito, 09.01.19

serie-mosca-de-magnus-muhr-11.jpg

Aos engraçadinhos que não têm muito amor à vida, quando sequer pensam em se meterem comigo, fica aqui o elucidar que:

Quando eu digo que os collants têm pelinho por dentro NÃO QUER DIZER que tenho a depilação por fazer, okay? Não façamos cá confusions dessas, está bem ogres das grutas? Nem toda a gente aderiu à moda do desafio de "Não depilar" aka Januhairy durante sei lá quanto tempo. By the way, maravilhoso né? Não depilar NADA durante uns tempos... Acho que era desta que eu e o Chewbacca dávamos o nó!! Nem quero imaginar o matagal e o alguedo a querer fugir pela trama dos collants ou pelas malhas das camisolas, tipo seres maléficos...

E com esta imagem maravilhosa e felpudinha, me despeço.

Bem hajam.

 

P.S.: Ainda estou a pensar na situação de não depilar nada no corpo de sereia. Sem dúvida, não depilar a zona do bikini para mim era muito mau, não me sentiria confortável em ir com uns apliques felpudos extra ao bikini, ali a sairem de fora. Às moças que têm de tratar do buço, também haveria de ser bonito... A barba está na moda, por isso a situação até disfarçava.

Não sou contra a iniciativa de não se depilarem de modo a "combater" a repulsa pelos pêlos, dada a indústria de estética. Mas uma coisa eu acrescento, depilo-me para meu bem estar não necessariamente por causa do que os outros pensam.

Imagino as carpetes andantes que vão florescer deste desafio... acho bem que apoiem causas mas ó por favor, poluição visual não conta? 

Wild thing... (raaaaaaaaawwwww...!!!)

frito e escorrido por Peixe Frito, 13.04.12

  Há mulheres que são muito cuidadosas com a sua imagem e, naturalmente, outras nem por isso. É como tudo. Por exemplo, há mulheres que todo o santo dia se têm de encher de base e quilos de maquilhagem, que não saem de casa sem ser de sapatos de salto alto, com o seu cabelo ultra penteadinho, e eu há muitos dias que nem sequer me maquilho, não gosto de usar base pois fico a parecer a bela adormecida, o meu cabelo olhem deixem lá que é encaracolado, sempre fico com um ar wild ou não e nos dias de vento até dá jeito ser assim, adoro andar se bem que no fim-de-semana com as minhas sabrinas às caveiras - não sou desleixada, por vezes bastante descontraída. 

  Isto tudo para dizer o quê? Porque há mulheres que, apesar de não serem "pindéricas" no que toca à sua imagem exterior, primam muito pela beleza, qualidade e condições da sua lingerie. Ahhh lingerie... Uma gaja perde-se nas lojas de lingerie, é um facto. Os gajos então é que ADORAM lojas de lingerie. Nota-se logo pelo "povo" em frente às ditas lojas, mesmo descomprometidos, alguns velhadas e muitos sem gajedo agregado. Sim, que nessas lojas os "apêndices" não querem ficar à espera da sua gaja à porta da loja, entram também. Porque será?? I wonder... Bem, adiante. Há mulheres que não têm um cuecal mais velho, gasto, a desfiar-se, debotado, na sua gaveta - da cómoda ok?? - Ao contrário do que possam pensar, não é propriamente porque têm vergonha de abrir a gaveta em frente ao namorado ou ao affair e que eles acabem por pensar «wtf?! Aquilo têm pior aspecto que a porra!! Parece os desperdícios para limpar as jantes do carro» e levarem com um olhar de «shame on you, missy!», mas sim porque não querem ser apanhadas com cuecal "podre" em situações de emergência. E não, não me estou a referir a uma situação romântica fora dos planos, se bem que não era bonito, nem sexy nem atraente estar a usar um cuecal velhadas e a pedir reforma numa situação on fire - se bem queeeee até uma vez por outra poderia dar jeito, não é de apreciar lingerie a ser danificada pela ansia do momento. A lingerie está cara, meus meninos!

  Já me confessaram que o dito bom aspecto da lingerie é ultra fulcral. Imaginem: Por algum azar, vão parar ao hospital. Maior azar ainda, terem de vos rasgar, cortar a roupa porque estão meeeeesmo mal. Olhem a vergonhaça, de terem as meias com batatas, as cuecas a desfiarem-se e o soutien todo empenado. Ah pois é...

   Mas tão importante quanto o bom primor da lingerie, é também não se excederem nem nos padrões, nem nas rendas, e nem noutras coisas ultra pindéricas - convenhamos há lingerie que eu nem sei como alguém veste aquilo. E olhem que não sou de preconceitos.

   Imaginem a mesma situação acima descrita: Vão parar ao hospital. Ou nem é preciso ser no hospital, basta serem socorridas pelo INEM e estarem a ser assistidas na ambulância. Confusão total, vocês estão quase a ir dar um passeio ao jardim das tabuletas. É necessário e imperativo que vos cortem a roupa... "OMG!!" Exclama um dos paramédicos. "Que se passa?? Algum ferimento onde dá para ver uma vértebra??" exclama outro paramédico, que entretanto tinha desviado o olhar a preparar as ferramentas necessárias para vos socorrerem. "Nãoooo... Olha só!!" O outro paramédico vira-se e exclama: "wooooow...!! Eh leoooooaaaaaaaaa!! (raaaaaawwwww)" "Já viste, já viste? Uiiii que maluca... deves ser fresca deves!!" "Bem... era a loucura!!".

   Nunca fiando.

   É como pensarem que têm de ter sempre, sempre e sempre a depilação feita, também pela mesma razão.

  Quanto a mim, isso não me aquece nem me arrefece - não fico com insónias porque não sei o que acontecerá amanhã ou durante a noite, só porque tenho de ir fazer a depilação que já está na altura. Não estou propriamente a queimar neurónios a pensar que os paramédicos ou médicos ou bombeiros ou o que seja, se vá preocupar em ver a lingerie tigresa da gaja, as rendinhas e transparências, que vá andar a contar as batatas dos dedos dos pés, ou recusar-se a assistir alguém porque mais parece o Chewbacca em zonas corporais específicas e delimitadas.

   Obviamente, cada um sabe de si... Cuida-se e trata-se como quer. Se bem que algumas deviam de ser proibidas sequer de ir à praia, que metem medo. Até os peixes assustam e afugentam as alforrecas e os tubarões - é a única coisa de positivo. Até os nadadores salvadores se recusam em ir salvar essas pessoas em caso de "afogamento", não vão eles ficarem também presos nas "algas". E depois quem é que socorre o nadador salvador ou como diz a mãe Peixa, o banheiro?? Há que ter noção das consequências dos nossos actos!