Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

De coração partido. E revoltado.

07.10.18, Peixe Frito
(foto tirada aqui pela gaja)   Agora um post completamente diferente. E foi ontem à noite, que um dos meus maiores terrores ganhou vida: a serra do meu coração começou a arder. Não sei explicar o sentimento, eu panico com alguma facilidade quando há ameaças de fogos nas redondezas da serra, não com medo que chegue até mim mas sim com um misto de impotência e dor, por a eventual possibilidade de ela ser novamente deflagrada por um incêndio de enormes proporções, como um que (...)

Dúvidas Existênciais (24)

10.08.12, Peixe Frito
  Lampeda ou lâmpada...?   Raios me partam como me irrita quando oiço dizer lampeda. É isso e espilrro.   Porquê? Não sei. As lampedas devem me ter assombrado noutra vida passada ou terem-me assustado ou traumatizada enquanto era uma inocente, mimosa, fofinha, angelical peixinha piquinina. Às tantas, levei com uma no alto da pinha. Hum... Isso explicava muita coisa, agora debruçando-me sobre esse assunto...     Explica o excesso de parvalheira e ideias idiotas que esta (...)

Ultimamente ando mesmo sádica...! úúúúúú...!!

29.01.10, Peixe Frito
        Para mim, uma das melhores invenções humanas foi o aparelho de luz negra, para atrair os insectos alados. E porquê? Bem... Porque por vezes por muito boa pontaria que tenha, não acerto no raio do bicho, porque quando preciso do mata-moscas, normalmente não encontro e lá tenho de arranjar um substituto (uma almofada, por exemplo), e também porque a minha gana é tão grande que as (...)