Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Vou ter de ir para a reabilitação...!!

10.03.10, Peixe Frito
    Há obras na empresa. Barulho. Pó. Martelada. Pó. Tanto mas tanto mas tanto pó no ar, que parece um autêntico nevoeiro. Mesmo involuntariamente, estou farta de snifar pó. Espero bem não ficar com maus vícios - qualquer dia estou como este canito. Uma coisa é certa: que de ontem para hoje começaram a aparecer uns elefantes cor-de-rosa a dançar ballet, ali fora a voar, ah começaram (...)

Encontrei o tesouro!!!

09.10.09, Peixe Frito
   O chão na empresa, é todo feito de tacos de madeira, e logo por azar, a grande maioria aqui do chão do gabinete está solto, pelo que vamos a andar, muitos tropeçam, outros quase que batem com a testa no chão, etc etc. Claro... também me calha a mim. Tenho o péssimo hábito de usar as calças beeem compridas, e enquanto vou a andar, as minhas calças levam os tacos atrás (sempre dão jeito, para a lareira lá em casa). Pois bem, farto-me de gozar a dizer que debaixo dos ditos, (...)

Não é brincadeira!! Por favor, repassem a todos os vossos contactos...

19.03.09, Peixe Frito
.... a última vez que foi vista, foi ontem, até às 17:30. A proprietária só deu conta hoje, às 8:30 quando chegou ao seu posto de trabalho e não a encontrou no local habitual, e arredores. Vá... repassem. Não custa nada. Vocês podem ser os próximos.                - A minha amada lapiseira está desaparecida em combate. Pede-se aqui auxílio, para quem encontrar uma lapiseira (...)

Fez-se à estrada

19.03.09, Peixe Frito
   Lá na empresa, há um péssimo hábito: os artistas dos colegas, têm a mania de se "abarbatarem" às coisas dos outros: desde agrafadores, furadores até canetas e lapiseiras. Ao que parece, as coisas alheias têm "mel". Estou a pensar seriamente em lançar uma nova linha de material de escritório: ou um alarme que mal ele saia da minha zona, comece a apitar desenfreadamente, ou que detecte ao toque se é o seu proprietário ou não; caso não seja, que dê um (...)