Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Deve ter apanhado um portal de m... treta! :P

30.09.20, Peixe Frito
Já não se pode ir à casa-de-banho, ter um momento de paz e sossego, na poltrona. Está uma pessoa descansada na casa-de-banho, sozinha, prestes a ter o seu momento de contribuição do aumento do nível das águas e eis que, do nada, materializou-se ali naquele momento, passou pela fechadura, pelas rachas da parede, por um portal dimensional, (sei lá eu!) está um raio de uma mosquinha, pousada serenamente na zona da tampa, entre as coxas. Ora ó senhores... a sério? O que mais me (...)

Quem é vivo sempre aparece...

29.09.20, Peixe Frito
... sempre ouvi dizer. Até quem não é vivo, como é o caso dos fantasmas né, que vêem de lá de não-sei-de-onde onde Judas perdeu as botas, para lá de Bagdad e que estão a fazer tijolo há algum tempo. Alguns desconfio, que ajudam na reparação da muralha da China. Independentemente do que for, é mesmo isso: a Peixa ainda respira. Com tempos covideanos, com os isolamentos e distanciamentos sociais, as matérias primas aqui da fritadeira têem escasseado: problemas com os (...)

Isto é o demónio a tentar-me.

23.06.20, Peixe Frito
Eu não sou muito dada a vinganças ou a mesquenhices mas confesso, que meia volta, os diabretes me tentam. Ora, vejam a situação: - Caixa do café na copa da empresa, de onde toda a gente tira o seu cafézito para o colocar na máquina e degustar. Vai aqui a alminha que, não aprecia muito café mas que nessa altura excepcionalmente apetecia, seja fosse porque o tempo está mais fresco e não tinha cházinho para bebericar, seja porque um café até cai bem com umas fatias de pão (...)

Ficava logo com as malinhas arrumadas à porta, mais depressa do que o caraças mais velho.

19.06.20, Peixe Frito
Estar a tirar a pen drive do patrão do computador e, como não era minha e estava na companhia do patrão à espera que lhe devolvesse o dispositivo, naturalmente que tive de fazer o "retirar em segurança" antes de a puxar desalmadamente da entrada usb, só que, sendo eu, nem este simples processo... seria simples. Invés do "ejectar em segurança" cliquei no "formatar". Sorte que a acção seleccionada questiona sempre que nem uma criança de cinco anos na idade dos porquês, se (...)

It's a kind of magic!

21.05.20, Peixe Frito
Collants. Sim, collants. Nem vou abordar o tema das malhas, que vocês já sabem as artes que eu consigo fazer nos collants que até só de olhar para eles, criam malhas - olhar matador. Imaginem, estar de saia, belo do pernão à mostra, cruzar a perna e... e... está um cabelo dentro do collant! Dentro! tsc tsc Só pensei «Bem Peixa, mais vale deixares o cabelão ao pé do joelho, do que o tentares tirar e lixares as meias todas». E assim foi. É que além do cabelo ser enorme, estar (...)

A minha vida dava um filme, só com estas cenices.

08.05.20, Peixe Frito
Ora digam lá, se não é motivador, dia após dia, depois de lavarem uma catrefa de loiça - não sei se vos acontece mas a minha procria. Se as bichas estão no lava-loiças juntinhas e empilhadas, num abrir e piscar de olhos, já está o mesmo a tostes. Parecem coelhos a procriar, mas adiante - no exacto momento em que tiram um belo cozinhado do forno, lindo, tostado, apetecível, cheiroso, quando acabam de se espreguiçar no sofá ou até quando vão ao frigorífico tirar três um (...)

Alguém anda com altas connections, porque pontaria assim... Cheira-me a esturro!

06.04.20, Peixe Frito
Sabem que as videochamadas andam na moda. E é natural, pois andamos todos - ou quase todos, que há umas arvéolas que não respeitam certas directrizes mas deixamos essa situação à velho do Restelo em banho maria nos entantos - confinados aos nossos lares e há que amansar as saudades e o convívio de quem nos toca ao coração, através de vermos as fuças uns dos outros... uns despenteados, uns de pijama, outros de robe, outros de cabelo a parecer um microfone e outros com pêlos do (...)

Cada um têm a sua maneira de se explicar... ou não é verdade?

13.03.20, Peixe Frito
Devo de ir ser apedrejada virtualmente por gajedos, mas who cares. Já sei que vou arder nos infernos mesmo. Em comunhão com amigos do coração e respectivas crias, alguém se atrasa. - A Maria Manuela está atrasada. Mas olha, veio de umas terapias e diz que está meio sensível, para termos paciência com ela. Diz um rapazote: - Mãe, mãe, que quer dizer que ela está sensível? - Olha filho - diz má frénd - quer dizer que ela está assim... olha... como hei-de explicar... E eis que (...)

Isto é que era vontade.

17.02.20, Peixe Frito
Ligar logo ao início do dia de trabalho a uma colega, dar dois dedos de alinhavar de situação de trabalho e ela se despedir com: - Então, bom fim-de-semana Peixa! Bom fim-de-semana às 9:20 da manhã? Isto é que é speedar. E não, ela não ia sair mais cedo nem nada dessas tretas, nem eu. Isto sou só eu a sugar coating a situação, que ela estava mesmo era de lume no cú para ir festejar o dia dos namorados com a carcaça dela e não a planear não falar mais comigo durante (...)

Ao menos não contaram como itens extra.

12.02.20, Peixe Frito
Raramente faço lista de compras. Mas raramente mesmo! Tenho-me fiado na minha memória de peixe e, salvo raras excepções, não é habitual chegar a casa e ver que me esqueci de algo ou comprei algo a mais que não precisava - falo em termos de consumismo, porque já me aconteceu meter na cabeça que não havia detergente para a loiça e quando fui para arrumar na dispensa... estava lá um novo em folha, que até brilhava e reluzia para mim. Nestes mais recentes tempos, até tenho feito (...)

O que vale é que eu não sou cagufas, senão guinchava logo e raspava-me dali para fora em três tempos.

12.02.20, Peixe Frito
Não há nada como chegar ao posto de trabalho, ligar as luzes, pousar os tarecos e, aquando vamos ligar o pc, ouvimos a porta da casa-de-banho a abrir sozinha, tal e qual o som de uma porta em um filme de terror a abrir. Das duas três... ou é alguma aranha a passear ou algum bicho lira que decidiu ir fazer um chichi logo de manhã ou até, uma visita de algum defunto largado na sanita. A (...)

De vez em quando, também me toca a mim.

10.02.20, Peixe Frito
Imaginem, que voltei a pôr um casaco a lavar com um lenço de papel no bolso... roupa escura... e a secar na máquina! Felizmente, desta vez a vida deu abébia. Não havia nada estraçalhado pela máquina e o raio do papel estava quase intacto, dentro do bolso. Era de esperar que tivesse tido mais atenção ao meter a roupa na máquina, mas verdade seja dita, até tive. De modo que imaginem a minha cor, quando meti a mão no bolso do casaco e senti um lenço mais espalmado do que um (...)

Mais um espasmo. Desta vez... ligeiro.

05.02.20, Peixe Frito
Sou só eu - provavelmente, nem preciso escrever mais - que quando estou a ver uma série ou um filme e uma das personagem têm o meu nome, eu fico a escrutiná-la que nem um falcão observá-la para ver se temos algo em comum? Não encontrei muitas, mas as que encontrei... Vai lá vai. Nossa senhora da agrela que apareceu e... não é a ovelhinha, mas é amarela. E como se pode observar, nenhuma têm a ver com a outra mas, curiosidade das curiosidades, seja pontaria do nome ou não, (...)

*Nerd ALERT* *Nerd ALERT*

05.02.20, Peixe Frito
Quando alguém nos diz que uma alminha, acha que somos uma criatura mística e nós, cromas como só nós sabemos ser, a primeira coisa que nos ocorre na mente é: (*imagem da Mística dos X-Men*) seguido de um "whaaaaaat?", até que me cai a ficha, óbvio. Viver nesta cabeça de Peixa, têm muito que se lhe diga. Estes coelhos saltam da cartola cá com uma facilidade e quando menos se espera. Não que se calhar no fundo eu e a Mística (...)

Esta gente, a meter palavras na boca dos outros...!!

04.02.20, Peixe Frito
A je a assistir a uma conversa telefónica entre duas criaturas: - Então não-sei-quantas, era só para saber como estavas. Vá... Beijinhos. Olha a Peixa está aqui ao pé de mim e manda-te beijinhos também. - Eu? Não estou a mandar beijinhos nenhuns. - Sim vá, beijinhos para ti. - Olha... mas eu não estou a mandar beijinhos nenhuns, ora agora. Quero lá mandar-lhe beijinhos. Pessoa a esbracejar-me a ver se não se ria enquanto despedia da outra.   Pois é. Isto fez (...)

Alguém anda revoltado com a vida.

23.01.20, Peixe Frito
Eu tenho dito, ter cabelo comprido, sucks! E sabem porquê? Além de que demoro uma eternidade a secar a piruca no tempo frio - caracóis... nada de pôr o secador a jardar para secar mais rápido, têm de ser na velocidade mais fraca, na santa paz do senhor. Quase parece que estou a secar o cabelo ao sabor de uma leve brisa morna, de verão - demoro uma enternidade a secar a piruca! E é estar ali, pacientemente que nem estar a dar biberon a um borrego, seca de um lado, vira para o outro, (...)

Se fosse alguma normal, aí é que me admirava.

24.12.19, Peixe Frito
Só porque é natal e completamente alheia ao facto de me terem oferecido uma mega caixa de bombons com o meu nome - foi um toque fofinho... comprarem precisamente daqueles que têm nome de gaja na caixa. Em bombons usam o meu nome, mas agora para apelidar tempestades e merdices dessas... está de gesso. Ah e tal, em bombons é mais fofo. Meh - hoje apeteceu-me ir cuscar qual era a música que estava em voga, no ano em que eu nasci. Completamente à parte de ter nascido a uma terça-feira (...)

Felizmente eu até corto as unhas dos pés, senão nem quero pensar na rebaldaria e revolução que era.

20.12.19, Peixe Frito
É assim, eu sou descontraída - agora... agora - de modo que se calçar umas meias e vir que ela está com o tecido a querer grelar batatas, várias vezes não as descalço, optando por as coser ou dar outro uso, quando as descalçar. Somente as descalço se tiver tempo - de manhã, o tempo é escasso e para quê perder tempo a descalçar, ir procurar peúgos, calçar os animais, enquanto se tiver uns que aguentam, embora quase estejam a içar a bandeira branca, até ao fim do dia? (...)

Não posso dizer que não fui avisada.

16.12.19, Peixe Frito
Que posso eu pensar, ao me deparar com uma fruta com vários autocolantes destes? Das duas três, ou este deu luta e andou verdadeiramente a distribuir peros pela malta, aquando foi colhido ou então é uma fera indomável, que um autocolante não bastava para avisar qualquer vítima incauta ao seu ar pacífico. Às tantas, era somente um pero que gostava de aplaudir os feitos da malta, com síndrome da Amália, versão "Obrigado, obrigado" adaptado para "Bravo, bravo". Na via das (...)