Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Histórias horripilantes de Halloween (2)

29.10.09, Peixe Frito
     Esta não é bem de Halloween, mas pronto..       Conta a minha vózinha Peixa-Mor, que lá na santa terrinha dela, lá para trás do sol posto, onde Judas perdeu as botas para ser mais precisa, havia um cemitério. Por coincidência, ao lado do cemitério, haviam terrenos de cultivo de legumes, tais como tomates, favas, batatas, etc. Pois bem, hoje já não se usa muito este tipo de gesto, mas naquela altura (no tempo da Maria Cachucha d.c.), era muito usual as pessoas (...)

Histórias horripilantes de Halloween... búúúúúú

28.10.09, Peixe Frito
   Era uma vez uma personagem, que na altura do Halloween, apreciava cortar abóboras e decorá-las a preceito para festejar o evento. Depois dessa trabalheira toda, de cortar, de retirar o miolo, mandar os carneiros bugiar (os das abóboras), fazer as caretas assustadoras, com os bofes de fora e até com abóboras em cima da cabeça tal era a quantidade (temos de dar utilidade à dita, não é), lá ia ela colocá-la(s) na rua, à porta de casa a decorar. Assim para uma recepção (...)