Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

E assim, com as experiências da minha vida, partilho estas constatações, para que ninguém sofra o mesmo que eu sofro.

08.11.19, Peixe Frito
Pois é. Cheguei a uma constatação dura. Dei de caras com a verdade nua e crua, fria e enregelada, que vira tudo das avessas, desarruma e deixa tudo de pantanas: Está provado que não dá com nada dormir com meias. A sério. É agradável a situação de os pés aquecerem, ficam fofinhos e maravilhosos, e mesmo em pleno inverno, ficarmos com calor e acabarmos por tirar as meias a meio da noite. Mas é aí que se dá a propensão da calamidade que vos falo hoje. É que ao tirarmos as (...)

Mas é claro que tinha de fazer uma piada de Halloween.

31.10.19, Peixe Frito
Duas amigas à conversa: - Sabes miga, vou-me mascarar de vidente no Halloween. Vou fazer uma leitura. - A sério?? Ahhh depois tens de me mostar as fotografias!! - (*silêncio*) Miga, estava a brincar! Disse aquilo porque vou mesmo fazer uma leitura! Não preciso de máscara! Às vezes o sarcasmo passa ao lado. Mas não faz mal. Temos de dar desconto que o índice de ómidade anda elevado.

E pareço uma maluquinha.

31.10.19, Peixe Frito
Sabem aquele nevoeiro que não é carne nem é peixe? Que não é denso e nem subtil? Que aprece um degradé do céu até ao chão, assim com ar de filme de Tim Burton, quando entramos em um sítio que nos faz sentir que vai haver uma grande probabilidade de apanharmos um cagaço e humedecer a cueca de medo? Pois é assim que têm estado para as minhas bandas. Ao que parece, o universo anda a mascarar-se e a preparar-se para o dia das bruxas com antecedência. À noite, as estradas (...)

Mesmo a probabilidade sendo pouco, há sempre probabilidade de acontecer.

31.10.19, Peixe Frito
Tudo está okay e maravilhosamente a funcionar. Vão na vossa viatura e começa a chover torrencialmente. Ora então, vamos lá a por as escovas a funcionar. Isso queriam vocês! As escovas da viatura avariaram e vocês não vêem um boi à frente! Que vos resta? Terem de continuar a conduzir, até poderem parar em um sítio minimamente seguro, até a chuva passar. Mas como já estão a ser bafejados pela sorte, a chuva não pára, está pegadinha. E ali ficam uma eternidade, à espera que (...)

Uma das minhas definições de coragem.

29.10.19, Peixe Frito
Ou então, de que têm uma máquina de lavar bestial e um detergente maravilhoso!! Ora... vestir roupa branca ou quase branca, em dia de chuva, em que há poças, lamas e está tudo badalhoco por todos os lados? Que uma pessoa vai a andar e espirra a parte debaixo, atrás, das calças, só com o movimento de andar na rua? Sem falar em se encostar acidentalmente a algum lado, e ficar lá logo a marca com um texto "eu estive aqui"? Gabo a coragem. 

Desafio de escrita dos pássaros #7 | O natural é que está a dar.

25.10.19, Peixe Frito
Eu sei que hoje em dia há cada vez mais tendência a usar compostos naturais, nomeadamente shampoo e amaciador para o cabelo, sabão, desodorizante, cremes para o corpo e cara. Aliás, na verdade isto é apenas uma pequena fracção do pessoal, que os faz ou que é dado às coisas naturais, porque muitos dos restantes, continuam a usar produtos com a promessa de "extractos de pena de fénix do Alasca e de lótus que Buddha usou enquanto meditava" e outros tantos ligam um rabo a isso, (...)

Ora, que surpresa!!

25.10.19, Peixe Frito
Pois é, vim cuscar aqui a nétxi e vi que aqui a fritadeira foi nomeada para os Sapos do Ano 2019, na categoria de Humor! Quero agradecer a todos que me nomearam aqui a fritadeira, foi mesmo uma surpresa agradável, não esperava minimamente!  Não vou andar aqui a fazer uma campanha a pedir votos, mas se votarem aqui na frit's, eu ofereço uma goma sugar free a cada um dos votantes (...)

Gosto sempre de fazer as pessoas se sentirem acolhidas. Faz parte da minha natureza.

24.10.19, Peixe Frito
Há uns dias que não vejo uns colegas. Ora nos entretantos, cruzámo-nos na entidade laboral, pois eles vieram mais cedo de uma obra. - Olá. Boa tarde Peixa! - diz um dos colegas que me viu primeiro. - Olha...! - digo eu com ar de admiração - Eu já tinha ouvido falar que tu existes, mas ainda não te tinha visto! O que vale é a malta ser bem humorada e saber quanto a casa gasta e não ficar aborrecida por eu lhes estar a chamar coisas daquelas. E by the way, não era a comparar ao (...)

Invejosa. É que não pode ver nada.

23.10.19, Peixe Frito
Como se não bastasse começar o dia com kiwis armados em páraquedistas sem paraquedas, o universo tinha algo mais na manga. Não, hoje não rompi collants - que by the way, comecei a semana a rebentar com dois. yeahhhh. Só para saberem o pé da situação - nem o chuveiro abriu de repente quando eu abri a água na torneira, para esta aquecer, e levei com banho de água fria para abrir a pestana, nem tinha vincos no corpo e a marca dos bordados na cara. Estava tudo impec. Até tinha (...)

O estranho caso do kiwi que sonhava ser ilusionista.

23.10.19, Peixe Frito
Logo pela manhã, aprendi um truque de magia, que vou partilhar convosco. Ora então, o truque é o do kiwi que consegue atravessar sacos de plástico transparentes, a armar-se em Luís de Matos, versão fruta ou vegetariana. Abram o saco, verifiquem e mostrem que está tudo okay, que não há nenhuma artimanha nem um acesso ou porta escondida no saco, por onde o kiwi possa raspar-se. Mandem o primeiro kiwi lá para dentro. Uau, maravilhoso!! (*aplausos*) Mandem o segundo. E... cai (...)

Com influências destas... vai lá, vai.

21.10.19, Peixe Frito
Receber a visita da cú rabinho pequeno. Ela se sentar ao meu colo, estarmos as duas a falar e... sinto algo na mão. Pelos vistos, a criatura largou uma situação gaseficante pelas traseiras, que até subiu as costas, me apanhando a mão! Riu-se quando lhe perguntei se tinha dado um pum. Minutos mais tarde, sinto como se tivessem pipocas a saltar, na perna. O raio da miúda, devia estar a vazar! Pior ainda, era o ambientador que ela estava a deixar. Eu devo ser o imãn dos peidinhos (...)

Ai, eu. Que mal fiz eu para aturar esta gente?

18.10.19, Peixe Frito
Receber um mail - evidente de spam - de um gajo qualquer, que diz que graças a um excepcional dom, consegue contactar o meu anjo da guarda e receber mensagens de Deus e do meu anjo da guarda, em duas horas!! Ó senhor... veio bater à porta errada. Se quer fazer publicidade, vá mandar spam a quem queira saber daquilo que o senhor faz, que não é o meu caso. Deixe lá os meus anjos da guarda, que eles já têm muitos afazeres, que não é fácil aturar uma criatura como eu, quanto mais. (fot (...)

Se calhar só a mim é que estas coisas me são irritantes.

17.10.19, Peixe Frito
Não, não estou novamente a falar de melgas mas de algo parecido: vizinhos. Há uns vizinhos velhotes lá para as minhas bandas do aquário, que eu sei sempre quando recebem cartas que não são deles: Escrevem nos envelopes! "Não mora aqui" "Morada errada" uma das que mais aprecio ler é "Senhor carteiro, esta pessoa não mora nesta morada", entre tantas outras observações que os senhores fazem nas cartas, na frente do envelope, a escrivinharem quase todo o envelope! Agora, hoje em (...)

Já são muitos anos a virar frangos.

17.10.19, Peixe Frito
Tenho o hábito de meditar. Todos os dias ou pelo menos, na grande maioria. Sempre antes de dormir e em casos excepcionais, em que esteja a necessitar de limpeza energética extra, de manhã. Ora pois, eu adoro por uma música de fundo, mas se querem que vos diga, se não tiver, não faz mossa. Tenho dias que ainda é pior ouvir música de fundo, que me embala e acaba por me tirar um pouco do foco. Não obstante de que o meu quarto é o meu sítio de eleição para meditar, quer seja (...)

Ninguém merece. Muito menos eu.

15.10.19, Peixe Frito
E quando adoramos beber chá - menos daquelas misturas de frutos comerciais e cenices assim - em que um que nós mais adoramos, é de uma flor? Bebemos daquilo tranquilamente, como quem bebe água (esta foi demasiado óbvia), porém, esse chá acaba. Que fazer? Vasculhar no mercado outro chá daquela flor. Finalmente encontramos. Yeahhhhhhh que felicidade! Até os olhos viram corações... só que não. Quando bebem esse chá novo sentem como se estivessem a morder mesmo as flores, com (...)

Vejam bem a mestria da macaca.

14.10.19, Peixe Frito
Ouvia um zumbido. Uma mosca andava algures no gabinete e eu não percebia onde. Era quase como se a mosca fosse invisível, mas o som, era de megafone. E vai de zumbir, e zumbir e zumbir. Após escrutinar todos (pronto, quase todos) os cms do gabinete, dei com a bicha. E onde estava? Há uma janela no gabinete e apenas abre de um lado (janela de correr) e eis que, observei que existe uma teia de aranha bem na zona de abertura da janela, colocada estrategicamente para não se danificar ao (...)

Elas aparecem de onde menos esperamos.

11.10.19, Peixe Frito
Ora, ando eu nos afazeres de casa e dá-me uma enooorme vontade de contribuir para o aumento das águas. Mas daquelas bravas que uma pessoa até sustém a respiração, não vá um chichi se esgueirar de surra. Vai a criatura para a poltrona. Um belo de um chichi, daqueles mesmo maravilhosos sabem? Que é divinal, relaxante, que até nos faz suspirar e dizer "ahhh que alívio". Só que não foi tudo rosas e nem nada que se pareça com o que descrevi. Neste caso, estava eu no meu momento de (...)

É nestas alturas que compreendo e valorizo a infância que tive.

10.10.19, Peixe Frito
- Que tens nas mãos? - Apanhei uma borboleta, vou soltar na rua. - Uh, que nojo!!   E assim ficamos a saber, o quanto algumas criaturas jovens não sabem o que é ter contacto com animais. Se fosse tipo eu, que apanhava até gafanhotos, musaranhos, andava atrás das lagartixas, apanhava pirilampos, virava bichos-de-conta que estavam a pensar que estavam a caminhar no céu de patinhas para o ar (coisa que ainda hoje faço), meia volta andava à cóca nas poças a ver se haviam girinos (...)

E assim fico eu a pensar na imagem que as crianças têm de mim.

09.10.19, Peixe Frito
- Então cú rabinho pequeno, conta-me lá que prendinhas recebeste ontem na festinha de aniversário? - Olha tia Peixa - e começa a enumerar com os pequenos deditos - recebi uma LOL não-sei-quê (isto fui eu que não fixei, soou a professora do Charlie Brown) outra LOL linda não-sei-que-mais e mais outra LOL assim de óculos. Ah e a mãe deu uma com (e faz sinal de dois tótós na cabeça). - Muito bem. E que mais? - Deram-me macaquinhos. - Macaquinhos? Deram-te macaquinhos? Eh (...)