Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Cada um têm a sua maneira de se explicar... ou não é verdade?

13.03.20, Peixe Frito
Devo de ir ser apedrejada virtualmente por gajedos, mas who cares. Já sei que vou arder nos infernos mesmo. Em comunhão com amigos do coração e respectivas crias, alguém se atrasa. - A Maria Manuela está atrasada. Mas olha, veio de umas terapias e diz que está meio sensível, para termos paciência com ela. Diz um rapazote: - Mãe, mãe, que quer dizer que ela está sensível? - Olha filho - diz má frénd - quer dizer que ela está assim... olha... como hei-de explicar... E eis que (...)

It's aliiiiiiive!!

13.03.20, Peixe Frito
Yep. Ainda existo. Não sofri nenhuma intervenção estética c'má galinha, fiquem descansados. Nada melhor que "voltar" a espalhar o terror pela blogosfera, do que a uma sexta-feira 13. Será sorte, será azar, será porque coiso e tal e não-sei-que-mais? Fica a dúvida existêncial no ar. Mas que ela voltou, ah lá isso voltou.

Malandragem a alto nível.

05.03.20, Peixe Frito
Ora, um colega faz anos. Como costume, paga-se o café ao resto da malta porém, como o café é financiado pelo pessoal e se têm "conta aberta", vai-se acumulando e de x em x tempo, vai-se abatendo o valor da conta, pagando. Até aqui, nada demais. Pois, exacto. Tirando o factor de que a personagem fez anos, "ofereceu" café à malta, para pouco tempo depois, se demitir da empresa, saindo de fininho sem dizer nada ao resto do pessoal, deixando a conta do café por pagar. Se isto não (...)

Aquilo é que foi excesso de velocidade e com toda a certeza, iam na red line.

18.02.20, Peixe Frito
Passou algo na janela com tamanha jarda, levada pelo vento ou a aproveitar o vento forte que se faz sentir hoje, que eu nem percebi se era dois pássaros ou dois galhos a voarem. Somente percebi dois traços alongados a passarem a rasgar pano, como se fossem ao início dos saldos, comprar aqueles cuecos pelos quais andam a sonhar há que tempos e que ficam tão bem com as leggings tigresa e os chinelos de unicórnios. Pássaros supersónicos, era o que era, porque galhos... não voam assim. (...)

Esta é para reflectir.

18.02.20, Peixe Frito
Frase sábia que ouvi nos entretantos, que partilho convosco, porque pronto... faz-nos bem reflectir de vez em quando nas coisas, invés de só nas origens da vida e do Universo e de que se as batatas estão há tempo suficiente no óleo e já fritaram: - Estava a lutar contra a vida. Sim, parece algo muito eloquente, mas só que não. A pessoa queria mesmo era dizer que tal criatura estava a definhar, a lutar contra a morte. Embora, há quem lute contra a vida, sim - pronto Peixa, já (...)

Isto é que era vontade.

17.02.20, Peixe Frito
Ligar logo ao início do dia de trabalho a uma colega, dar dois dedos de alinhavar de situação de trabalho e ela se despedir com: - Então, bom fim-de-semana Peixa! Bom fim-de-semana às 9:20 da manhã? Isto é que é speedar. E não, ela não ia sair mais cedo nem nada dessas tretas, nem eu. Isto sou só eu a sugar coating a situação, que ela estava mesmo era de lume no cú para ir festejar o dia dos namorados com a carcaça dela e não a planear não falar mais comigo durante (...)

Ao menos não contaram como itens extra.

12.02.20, Peixe Frito
Raramente faço lista de compras. Mas raramente mesmo! Tenho-me fiado na minha memória de peixe e, salvo raras excepções, não é habitual chegar a casa e ver que me esqueci de algo ou comprei algo a mais que não precisava - falo em termos de consumismo, porque já me aconteceu meter na cabeça que não havia detergente para a loiça e quando fui para arrumar na dispensa... estava lá um novo em folha, que até brilhava e reluzia para mim. Nestes mais recentes tempos, até tenho feito (...)

O que vale é que eu não sou cagufas, senão guinchava logo e raspava-me dali para fora em três tempos.

12.02.20, Peixe Frito
Não há nada como chegar ao posto de trabalho, ligar as luzes, pousar os tarecos e, aquando vamos ligar o pc, ouvimos a porta da casa-de-banho a abrir sozinha, tal e qual o som de uma porta em um filme de terror a abrir. Das duas três... ou é alguma aranha a passear ou algum bicho lira que decidiu ir fazer um chichi logo de manhã ou até, uma visita de algum defunto largado na sanita. A (...)

De vez em quando, também me toca a mim.

10.02.20, Peixe Frito
Imaginem, que voltei a pôr um casaco a lavar com um lenço de papel no bolso... roupa escura... e a secar na máquina! Felizmente, desta vez a vida deu abébia. Não havia nada estraçalhado pela máquina e o raio do papel estava quase intacto, dentro do bolso. Era de esperar que tivesse tido mais atenção ao meter a roupa na máquina, mas verdade seja dita, até tive. De modo que imaginem a minha cor, quando meti a mão no bolso do casaco e senti um lenço mais espalmado do que um (...)

Mais um espasmo. Desta vez... ligeiro.

05.02.20, Peixe Frito
Sou só eu - provavelmente, nem preciso escrever mais - que quando estou a ver uma série ou um filme e uma das personagem têm o meu nome, eu fico a escrutiná-la que nem um falcão observá-la para ver se temos algo em comum? Não encontrei muitas, mas as que encontrei... Vai lá vai. Nossa senhora da agrela que apareceu e... não é a ovelhinha, mas é amarela. E como se pode observar, nenhuma têm a ver com a outra mas, curiosidade das curiosidades, seja pontaria do nome ou não, (...)

*Nerd ALERT* *Nerd ALERT*

05.02.20, Peixe Frito
Quando alguém nos diz que uma alminha, acha que somos uma criatura mística e nós, cromas como só nós sabemos ser, a primeira coisa que nos ocorre na mente é: (*imagem da Mística dos X-Men*) seguido de um "whaaaaaat?", até que me cai a ficha, óbvio. Viver nesta cabeça de Peixa, têm muito que se lhe diga. Estes coelhos saltam da cartola cá com uma facilidade e quando menos se espera. Não que se calhar no fundo eu e a Mística (...)

Se fossem outras pessoas, ou desligavam o áudio ou punham o microfone no "mute".

05.02.20, Peixe Frito
Fazer áudios a uma amiga: - blábláblábláblá olha sim, estou na casa-de-banho, por isso se ouvires barulhos estranhos, são os canos. E por vezes receber áudios e no meio da conversa: - ...vim à casa-de-banho e tu vens comigo fazer um chichizinho. A conversa não é nem interrompida pelos chichis, pelos autoclismos e não é por isso que se manda outro áudio. Para mim, é de valor. Só mostra o quanto as amizades transcendem coisas mundanas. O pior é quando alguém pode ter (...)

Esta gente, a meter palavras na boca dos outros...!!

04.02.20, Peixe Frito
A je a assistir a uma conversa telefónica entre duas criaturas: - Então não-sei-quantas, era só para saber como estavas. Vá... Beijinhos. Olha a Peixa está aqui ao pé de mim e manda-te beijinhos também. - Eu? Não estou a mandar beijinhos nenhuns. - Sim vá, beijinhos para ti. - Olha... mas eu não estou a mandar beijinhos nenhuns, ora agora. Quero lá mandar-lhe beijinhos. Pessoa a esbracejar-me a ver se não se ria enquanto despedia da outra.   Pois é. Isto fez (...)

Adorei ver a cara de "Eita, perdi uma boa oportunidade de ficar calada".

30.01.20, Peixe Frito
Cú Rabinho pequeno, na sua sabedoria que só os seus tenros 5 aninhos o permitem, diz-me: - Tia Peixa... escreve aí o teu nome, para eu copiar. - O meu nome? Está bem. (*escrevo nome*) Silêncio. Cú Rabinho pequeno a observar atentamente o meu nome. - Preferes que escreva antes "Peixa" que é mais pequeno? - Siiiiiiiiiim. E pronto. É assim que o meu nome aterroriza criancinhas pequenas. Agora imaginem eu, que tive de o aprender a escrever e a pronunciar - não que seja um nome (...)

R.I.P. my friend... R.I.P.

29.01.20, Peixe Frito
E é assim, que me despeço do raio do Olaf! Pois é, é tudo muito lindo mas depois tocam-me estas coisas! E não é aumentar a temperatura do aquecimento para o Olaf descongelar, mas sim ser vítima da falta de apetites aka pancas das crianças da família, que deixaram de beber yogurtes e alguém têm de os beber. Agora imaginem, eu no trabalho: colegas bebem cafés, outros corpos danone e mai não sei quê. Eu saco do belo do yogurte da Frozen, e vai de espremer aquilo. Bem, o que (...)

E é nisto que dá, estar em um meio de animais selvagens.

28.01.20, Peixe Frito
Uma pessoa já não pode estar sossegada, nem na ida à casa-de-banho. Ora imaginem que estão aflitos, vão ao belo do chichi e, se alguns forem como eu, em casas-de-banho mistas, je ne pas senté el nalguedo no tampo da sanita, mesmo que o tenha ensopado em desinfectante, logo estou sempre a fazer umas belas de umas figuras. Mas quem se importa com isso? Ninguém. Pois ninguém nos vai ver, certo? Errado. Querias... Estava eu ali a fazer poses de yoga a agarrar nas saias e a treinar as (...)

Pronto, lá tive que me render às evidências.

28.01.20, Peixe Frito
Continuo a dizer, que não gosto muito de redes sociais, faces, instas e essas cenices. Há uns tempos por aqui pela blogosfera, fui várias vezes aliciada a criar um insta ou perfil do face, aqui para a fritadeira. E eu, nada disso, deixem-se lá de coisas, que isso na m'apetece. Até hoje. Hoje, neste dia glorioso sem sol e a ameaçar chuva, pelo menos aqui para as minhas bandas, onde se acorda com nebulina na serra, mar encrespado e geada no chão, que faz com que a malta escorregue e (...)

E depois são os outros que são mentes pérfidas. 

27.01.20, Peixe Frito
"- Ai Peixa! O teu espaço/gabinete está tão quentinho! Que bom teres aquecedor. - É, né? Só quando tenho de ir à casa-de-banho, é que é pior. Porque está lá um geeeeeelo! (pausa na conversa. outras conversas cruzadas) - Então, mas fazes assim: pegas nele (com tom de enfaze e a abrir os olhos) e meteszo lá dentro. Esperas que aqueça... e depois vais! - Whaaaaaat??" Mas vá aonde mulher? Então vá. É uma coisa que se diz, querida! Fez lembrar a super tia, indeed. Este (...)