Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

É um tema sensível e que merece ser abordado com toda a delicadeza que isso implica.

02.12.21, Peixe Frito
Passadeiras. Sou só eu que tenho a vontade de querer cilindrar alguém, quando os peões passam armados em vedetas, ar pedante, nem agradecendo nem nada, parecendo que estão a desfilar em uma passerele? Com esta abertura soft de debate para este post, ainda dá para dissertar mais um bocado. Ora, os peões têm prioridade na passadeira e acho muito bem. Eu não me esqueço que eu também sou peão - sim, que não ando sempre de carro, óbvio. Se bem que às vezes dá vontade de até (...)

Não haviam dedos de mãos nem de pés que chegassem!

29.11.21, Peixe Frito
Se contasse as vezes em que comento alguma coisa em posts de blogs amigos - considero amigos aqueles que visito com frequência e há interacção entre mim e o blogger, seja no seu blog ou no meu, porque eu nem sempre comento apesar de ir botar a oftálmica e cheirar como param as modas - cujas dissertações podem levar a pessoa a crer que ela fala de alhos e eu de gomas - confirmando assim o que muitos poderão pensar, que a Peixa é "cuu-cuu cuu-cuu", tolinha da piruca - e que aquilo (...)

Conto de Natal (mais comprido que as coisas compridas)

26.11.21, Peixe Frito
Isto é deveras um problema. Mas que problema! A Mãe Natal queria fazer uma bela fava com entrecosto, para ir preparando o seu formoso esposo Pai Natal para a época natalícia que, diga-se de passagem, precisa de alimento e sustento que andar ao frio com o trenó, têm muito que se lhe diga, ó se têm! Se o homem não estiver compostinho, não resiste em andar a mordiscar as bolachinhas e bebericar do chocolate quente - culpa sempre o Rudolfo, coitado do Rodolfo, que é ele quem se (...)

Até senti o vento a embalar suavemente, os meus caracóis d'oiro pela atmosfera.

26.11.21, Peixe Frito
- Peixa, não leve a mal, mas eu quando a vi sem máscara, nem a reconheci! - Ora senhor Zé Mané, normal!! O que a máscara faz. Em alguns casos, até abona! - Ah... Mas realmente... a máscara tira a beleza às pessoas! E fiquei a pensar que era um possível elogio bem como que tenho de ver se ando com ar de olhos de peixe fora de água ou que raio. Talvez o verdinho ande mais com pinta de pântano do que de alguinha fresca e airosa. Escrever reclamação ao fabricante, que assim (...)

Finalmente, algo realmente útil para a sociedade.

25.11.21, Peixe Frito
Ando a pensar, em desenvolver um despertador personalizado, para me ajudar a tirar o rabo dos lençóis, com mais eficácia e rapidez. Isto é tudo muito lindo, ser tempo do frio, como tantos dizem e que provavelmente são aqueles que se adoram vestir como as cebolas (cheios de camadas e camadas e camadas e camadas e camadas e camadas de roupa - mesmo assim, acho que não disse as suficientes... camadas x infinito) onde só mexem os olhinhos e movem-se a parecer um boneco inflado, chuva (...)

Dissertação interessante sobre alguma coisa ou nem por isso, sobre coisa alguma.

23.11.21, Peixe Frito
Pode tornar-se um mau hábito mas têm bastante utilidade. Refiro-me aos sensores de estacionamento nas viaturas. Uma pessoa ali a manobrar e a guiar-se pela sonoridade dos mesmos, com apoio do painel central da voiture, e o estacionamento torna-se impec mesmo em espaços apertados. Mau hábito pois às vezes soar só nos avisos da criatura, pode dar asneira e não se notar determinados obstáculos já existentes que não estão a ser considerados pelo alcance e pimbas, beijinho no pin de (...)

Pelos vistos sou desencaminhadora, levando pessoas pelos maus caminhos e nem sabia!

18.11.21, Peixe Frito
Sagradinho como qualquer ritual sagrado que exista, todo o dia é dia de ratar bolachinha maria torrada. Se assim não for, uma peça fica a faltar no meu puzzle, um vazio inexplicável, principalmente a ser apoiado pela manifestação dos ratos do meu estômago, que vociferam amargamente, ressentidos pela ausência da sua maria costumeira. E eu sou solidária com a tripalhada. Ora, um hábito que tenho é o de partilhar ou oferecer se "Alguém quer? 1-2-3 Acabou o prazo!!" uma mariazita, (...)

Expliquem-me por favor, como se eu comesse gelados com a testa (desabafo baseado em factos verídicos. Qualquer semelhança com a realidade é porque é mesmo...

16.11.21, Peixe Frito
Isto das redes sociais, têm mesmo muito que se lhe diga. Ui, aguiinha da boa pela barba, pela ponta do cabelo, pelo dedo mindinho com a unhaca grande, vestido a rigor com um belo cachucho de ouro. Sei que a hipocrisia, vitimismo ou mera cusquice possa ser a ordem do dia e eu, honestamente, já lá vai o tempo em que coleccionava (quase) todos os pedidos de amizade e de seguir, que me mandavam. Hoje em dia, muito pouco ou nada ligo a isso, mas se é alguém que eu conheço e até sinto (...)

Gabo-lhe a coragem.

15.11.21, Peixe Frito
A observar a cú rabinho pequeno, com um cabelo de bradar aos céus, toda esgadelhada, até o Einstein estava lambidinho pelas vacas, ao lado dela: - Olha lá... mas tu hoje penteaste-te? A sorrir para mim: Não, tia Peixa. -  Então...? - Não tive tempo de me pentear, sabes!!! A sério, gabo-lhe a coragem de sair assim à rua. O Beetlejuice iria ficar verde de inveja daqueles preparos cabelísticos. O quanto não vale ser criança, ser descontraída e o que lhe importa é se sentir (...)

Desafio Arte e Inspiração | 9.ª Semana | Análise a "Cabelo Perseguido por Dois Planetas" de Joan Miró.

15.11.21, Peixe Frito
"Cabelo Perseguido por Dois Planetas" de Joan Miró   Olá estrelinhas, cometas e nebulosas do meu céu estrelado! - Ia dizer buracos negros, mas ainda iria ferir as susceptibilidades de alguém - Bem vindos à rúbrica semanal, da "Arte e Inspiração", onde fazemos o quê? Não, não são tostas mistas só com queijo, s.f.f. mas sim apreciamos, nos deleitamos a sorver e absorver a musa por detrás de uma pintalguice. A da passada semana - sim que isto sofreu para aqui um delay de um (...)

Há dias assim e hoje é um dia desses.

08.11.21, Peixe Frito
Há dias assim e hoje é um deles, assim se resume a minha segunda-feira que ainda vai a meio, tal como eu: meio gás, meio ensonada, meio nhónhó, meio pé aqui pé lá, meio a querer escrever sobre algo e meio a não me apetecer, pois a musa hoje está meio que ainda de fim-de-semana e meio que a fazer greve. Vejam bem, que até estou meio enrouquecida, o que por si só, faz logo que a comunicação hoje esteja parca. E meio a grunhir, que visto que não falo com a precisão ou (...)

No fundo, não está mal dizido. Até têm razão.

05.11.21, Peixe Frito
Eu e a cú Rabinho Pequeno, com ela a ver todas as cores das canetas, pois decidiu ir fazer um desenho: - Olha tia Peixa, já viste? Quatro castanhos!! - Pois é! Diz-me lá, qual desses castanhos é o castanho que tu achas que é a cor da mousse de chocolate? Observa... e escolhe um: Este! - Sim... Muito bem. E da mousse de caramelo? - Hummm... este! - Muito bem! - Sabes tia Peixa... estas cores também podem ser todas cores de cócó!! - diz-me ela a mostrar-me as canetas todas na (...)

Espero que isto não se pegue, senão estou desgraçada.

04.11.21, Peixe Frito
Ligar para um serviço de apoio a requisitar determinada situação: - Bom dia, fala a Peixa não-sei-quê, em que posso ser útil? - Boa dia Peixa, queria uma cena assim coiso e tal, estás a ver que és jovem? - Sim sim, diga-me por favor, como se chama? - Olhe, Peixa também! - e soltei uma gargalhada e a senhora a escrever e a falar ao mesmo tempo "Peixa... Também..." e calou-se. Depois riu-se. "Ah! Peixa, também!" Exacto senhora. "Também" não é o meu apelido... Mas porque (...)

Desafio Arte e Inspiração | 8.ª Semana | Análise a "Ilustração de Moda" ou "Figurinos para os Alfaiates Cunha" ou que raio de Almada Negreiros.

03.11.21, Peixe Frito
"Ilustração de Moda" ou "Figurinos para os Alfaiates Cunha " ou sei lá de Almada Negreiros Olá minhas gotinhas de chuva "molha tolos", minhas alguinhas e anémonas das poças das minhas rochas da praia da minha vida! Bem-vindos à rubrica semanal de esfrangalhanço de pintalguices de gente famosa, que esta semana calhou a uma quarta-feira, onde iremos debater, observar, analisar, fazer patchwork, tricotar um casaco e um gorro agora para o frio que se avizinha, referentemente à obra (...)

O meu ode às almas penadas e aos defuntos que me assombram.

02.11.21, Peixe Frito
A avó Peixa sempre me ensinou a acender uma velinha pelas almas de quem partiu, lhes dando assim luz a quem precisa, as guiando no meio da sua possível escuridão, bem como gesto de amor como recordação de quem amamos e que já não se encontra aqui. Este ano, não acendi velinhas a ninguém. Seja porque não tenho extintor em casa seja porque não tinha assim tantas velas para acender às alminhas que eu gostaria de ter acendido. Além de ser aprazível o quentinho que a chama da (...)

Vamos lá a falar de coisas que de facto contribuem para o bem estar geral.

28.10.21, Peixe Frito
Hoje vamos falar de coisas sérias! (*puxar da cadeirinha e ajeitar o bafunfo*) Vamos debater as emoções - ou acham que isto por aqui é só gandaia? Ah não é não! - E não, não falo daquelas que nos apertam o âmago quando vemos que já acabou o pacote das nossas bolachas preferidas ou quando nos dá uma gana indomável - quase se transformando em gormiti das lavas - de espadeirar alguém, porque deixou as cuecas no estendal aquando estava a chover! Falo sim, daquelas que nos (...)

Desafio Arte e Inspiração | 7.ª Semana | Análise a "O Beijo" de Gustav Klimt.

27.10.21, Peixe Frito
"O Beijo" de Gustav Klimt Olá chuchus belezas! Achavam que hoje iam ter folga? Ah pois, mas não vão ter! A Peixá é muito requisitada em outras várias bandas mas veio aqui fazer uma perninha para a nossa rúbrica semanal de esfrangalhar a obra pintalgada de um artista, a quem lhe saiu o prémio, mas envenenado! Esta semana é a vez de Gustav Klimt, com "O Beijo". Então vamos lá a analisar, sorver, degustar com os olhos, que raio estava a musa deste senhor a engendrar, aquando este (...)

A dura (e ruidosa) realidade.

26.10.21, Peixe Frito
Começo a aperceber-me de como se sentem as pessoas que têem estradas a atravessar os seus terrenos, que invés de terem sossego, levam com algum trânsito de quando a quando. Tal como há casas construídas em cima de cemitérios índios, locais de culto, terrenos de pântanos onde vivia o Shrek, desconfio que o edifício onde laboro, deve ter sido construído sobre algum sítio mágico ou em cima de alguma estrada daquelas antigas, que a malta ainda passava a cavalo e no carro do Armando (meta (...)

Este está bom e recomenda-se! #sóquenão

22.10.21, Peixe Frito
O colega, depois de almoço, preparou-se para ir fazer uma intervenção fora. Despede-se com um "até logo" e aí vai ele, de rumo à viatura dele. Já a chegar ao carro, dá a volta aos calcanhares, volta às instalações para vir buscar a chave do carro da empresa e desta vez sim, vai directo à viatura correcta, para ir fazer o trabalho. Pois é, pois é... lanza de depois do almoço, como tu atacas as alminhas frágeis e desprevenidas, as atraindo magneticamente para as suas (...)