Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

E assim fico eu a pensar na imagem que as crianças têm de mim.

frito e escorrido por Peixe Frito, 09.10.19

- Então rabinho pequeno, conta-me lá que prendinhas recebeste ontem na festinha de aniversário?

- Olha tia Peixa - e começa a enumerar com os pequenos deditos - recebi uma LOL não-sei-quê (isto fui eu que não fixei, soou a professora do Charlie Brown) outra LOL linda não-sei-que-mais e mais outra LOL assim de óculos. Ah e a mãe deu uma com (e faz sinal de dois tótós na cabeça).

- Muito bem. E que mais?

- Deram-me macaquinhos.

- Macaquinhos? Deram-te macaquinhos? Eh gente doida!!

- Tia Peixa, macaquinhos mas daqueles das árvores, não do nariiiiiiz!! (e conforme dizia isto meteu o dedo no nariz).

Não estou a ver quem é que iria oferecer a alguém, como prenda de aniversário, macaquinhos do nariz. Mas pronto, fico mais descansada por saber que eram daqueles das árvores!

Complicações da vida de uma criança pequena.

frito e escorrido por Peixe Frito, 14.03.18

Tirar um macaquinho-do-nariz. Olhar para o dedo. Pensar... Abana o dedo. Tenta tirar o macaquinho com outro dedo. Abana a mão. Tenta ajudar a tirar o macaquinho, que se agarrava com os dentes, garras e afins ao dedo, temendo pela vida, com a outra mão. "ewww" de nojo e abana ambas as mãos em pânico. O macaquinho continuava intocável. Plano b: tentar colar o macaquinho noutro sítio a ver se ele é seduzido e sai. Passar dedinho na estante dos livros. Nada. O macaquinho não gosta de ler. Vez do sofá. Nada... o macaquinho continua intocável. Acto de desespero: passar o dedo em tudo o que é canto, inclusive na própria roupa! Nada. El macaquito continua agarrado ao dedo como se ele fosse uma banana. Pausa. Observação intensa ao dedo. Após momento breve de reflexão... Pimbas, comeu o macaquinho. Resolvido o problema. Este deu luta... era dos bravos.

Olhou para mim, que estava calmamente a roer uma sandes e a observar a cena, e sorriu. Desatou a correr cheia de felicidade, sentimento de liberdade, indo brincar para outro lado.