Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Já são muitos anos a virar frangos.

17.10.19, Peixe Frito
Tenho o hábito de meditar. Todos os dias ou pelo menos, na grande maioria. Sempre antes de dormir e em casos excepcionais, em que esteja a necessitar de limpeza energética extra, de manhã. Ora pois, eu adoro por uma música de fundo, mas se querem que vos diga, se não tiver, não faz mossa. Tenho dias que ainda é pior ouvir música de fundo, que me embala e acaba por me tirar um pouco do foco. Não obstante de que o meu quarto é o meu sítio de eleição para meditar, quer seja (...)

Adivinhem? Claro que vou arder no Inferno.

15.02.18, Peixe Frito
Fiquei a saber que há vários tipos de meditação clínica, conforme o caso da pessoa. Um género é olhar as nuvens e observar a sua textura, formas, movimento. Outro é olhar para a água, riacho, ribeiro, mar a correr, observando a ondulação da água, cor. Outra ainda, é observar uma floresta, as árvores, folhas, vida circundante. Até aqui, nada de especial, digamos assim. O pior é quando nos dizem que há uma meditação da pessoa ficar a olhar parada para... um monte de terra. C (...)

Dá que pensar...!

20.10.11, Peixe Frito
   Realmente, quando gravamos sons de animais na vida selvagem, e depois se fazem aquelas músicas de meditação de sons ambiente, etc, será que alguém alguma vez se lembrou o que estarão os bichos a falar? Eh pá, sei lá! A conversa entre duas baleias assassinas não deve ser lá muito amável:    - Ai que leão-marinho tão apetitoso. uiiiii assim rechonchudinho...    - Querido, já te disse, olha o teu cástrol! Nada de leões-marinhos!    - E uma foquinha... pode ser? (...)