Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Até me faz largar umas lagrimitas!

frito e escorrido por Peixe Frito, 18.06.18

79816-Snail-Orange.jpg 

Por mais que tente, não há vez que a descascar uma laranja, não me emocione. E porquê? perguntam vocês, meus babes. Pois bem, levo sempre com uns espirrinhos da mesma nas fuças, quando abro a laranja ao meio. Ora se me entra para o olho, ora se não entra no olho, espirra a roupa, senão é a roupa, é a pessoa que está sentada ao lado ou toda a gente nas redondezas - fica tudo a cheirar a mercado de frutas - tal regador municipal a regar a relva e as árvores, que rega tudo, até as pedras da calçada.

E, quando não é espirrito de sumo, é do óleo da casca. Possa que aquela porra arde nos olhos!!

Já nem se pode roer uma laranja pacificamente, sem sermos agredidos com tanta violência. Ainda dizem que comer fruta faz bem. Está bem, está. Fiquem aflitos dos mirones com as bujardas das laranjas, que logo vão ver o que é bom para a saúde e se continuam a dizer para a malta comer frutinha - come fruta, come... bem em cheio nas pestanas e no resto da indumentária. Invejosas, as bichas!

Isto sim, me faz temer pela minha integridade física.

frito e escorrido por Peixe Frito, 16.05.18

A mãe Peixa com o mata moscas na mão. Não que ela alguma vez me tenha dado uma verdascada com o mata moscas mas é mesmo o perigo que ela constituí para a sociedade - antes fosse para a das moscas, mas nem por isso - com a sua aselhice. Têm a capacidade de acertar metros ao lado de onde a mosca está pousada. E de todas as vezes ela diz: "Não sei se lhe acerteiii!!" A que eu respodo: "Ela anda a voar mesmo em cima de ti." E é pegar no pacote das pipocas e assistir a aquele filme, da mosca frenética num pousa aqui, pousa ali, voar em círculos a dar um baile tremendo à minha mãe e às suas capacidades de exterminadora de moscas aladas, e a mãe Peixa, já em tentativa desesperada de acertar no animal feroz, começa a abanicar o mata moscas, tal abanico a ver se o lume pega no churrasco.

O mal no meio daquilo tudo, é que uma pessoa têm de estar a pau com aquele estandarte todo, não vá levar com uma arrefinfadela do raio do mata moscas na pinha ou levar com a mosca em si - sim... quando no meio da euforia a mãe Peixa finalmente acerta na mosca, é tipo raquetada: vai a mosca nas horas tipo bola de ténis... e quem leva com ela? Não custa muito a adivinhar.