Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Até a comida não é bem aquilo que parece, hoje em dia.

30.06.21, Peixe Frito
- Eu não tenho assim hábito de beber álcool, só de vez em quando! Socialmente falando e às vezes ao fim-de-semana, quando a comida é assim mais incorporada, gosto de beber um vinhinho. Só sei que se me calhasse a mim comida incorporada, certamente que iria mas era chamar um exorcista para fazer um exorcismo - qual beber um vinhinho! - não fosse a mesma estar possuída por um demónio maluco qualquer, que me iria fazer azia e cuspir labaredas pelo rabo. Nem a comida é de (...)

Ai córrore.

23.10.14, Peixe Frito
- Isto mais parece o triângulo das bérmudas.     É a versão das tias, com certeza. Invés dos aviões desaparecerem misteriosamente... são sequestrados por tias, os tripulantes obrigados a aprenderem equitação ou golfe, a usarem expressões como "caturreira", as mulheres mudam de nome para "Pureza" e os rapazinhos para "João Maria" ou "Pedro Maria".

Pérolas (22)

14.05.12, Peixe Frito
   - A revista veio embrulhada em silicone*, por isso não dava para ver o conteúdo.      É... É parecido. Até nem está muito fora da mãe, visto que o tema da conversa era de uma revista onde silicone não falta de certeza absoluta.      * celofane.

Devem ser aladas...!

02.02.10, Peixe Frito
  Estavam umas pessoas num almoço de convívio, e eis que para sobremesa, entre várias frutas e doces, havia cerejas. Assim lindas.  Fantásticas. Carnudas. Rechonchudas. Apetecíveis. Há uma alminha que tira, saboreia. Faz uma careta. Cospe o caroço e reclama:    - "Bah...! Estas cerejas não sabem a nada. Devem ser cerejas de aviário...!"    Nota-se logo quando as cerejas são alimentadas a farelo... Se calhar, coitado, ficou com alguma pena num dente...!