Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Aqueles momentos em que me apetece ir buscar a caçadeira e dizer: "Dou-te 5 minutos de avanço".

19.10.21, Peixe Frito
Dado os acontecimentos recentes e os mesmos terem sido uma repetição, as massas chegam à conclusão de que aqui a Peixa é de facto uma criatura multifunções: além de maravilhosa, carismática, de ter uma voz de sereia e de onde pisa nascem tufos de ervas daninhas e cardos com umas silvas à mistura, têm condão para ser consultora. «E de quê?» Questionam-se vocês. Do que for, basicamente. A mais recente foi a namorada de uma criatura fazer anos e me ser solicitada a minha ajuda (...)

E assim fico eu a pensar na imagem que as crianças têm de mim.

09.10.19, Peixe Frito
- Então cú rabinho pequeno, conta-me lá que prendinhas recebeste ontem na festinha de aniversário? - Olha tia Peixa - e começa a enumerar com os pequenos deditos - recebi uma LOL não-sei-quê (isto fui eu que não fixei, soou a professora do Charlie Brown) outra LOL linda não-sei-que-mais e mais outra LOL assim de óculos. Ah e a mãe deu uma com (e faz sinal de dois tótós na cabeça). - Muito bem. E que mais? - Deram-me macaquinhos. - Macaquinhos? Deram-te macaquinhos? Eh (...)

Nós às vezes é que os tomamos por parvos e inocentes, mas pela minha experiência, isso somos nós.

12.11.18, Peixe Frito
Com apenas três anos - e semi frescos - no dia da consoada, observa a cú rabinho pequeno á família: - Mas porque é que há prendas aqui nos avós... e nos outros avós... e em casa? - para ela, o Pai Natal é que entregava as prendas e, supostamente todas no mesmo sítio. Nada mais lógico, ou não é verdade? - Ah, porque o Pai Natal vai deixando as prendinhas, nas casas, para ajudar a entregar a tempo. Já viste, tantos meninos, o Pai Natal fica aflito se entregar tudo de uma vez, (...)

No Natal, eu é que não vou receber prendas...!

22.12.09, Peixe Frito
   Este fim-de-semana, estive a embrulhar prendas para crianças. Até não me chateia muito, acho deveras divertido! Sabem porquê? Porque embrulhei cada presente, com duas camadas! É que o principal, era daqueles fracotes, que se viam as ilustrações e dizeres através dos papéis, pelo que tive de dar uma segunda embrulhadela, para disfarçar a coisa. Sim, porque eu não quero facilitar a vida aos pequenos...! Podem abanar, achocalhar, lamber, apalpar, cheirar, o que quiserem, mas (...)

Só não percebe quem não quer...!

09.12.09, Peixe Frito
   Estava eu a ler uma revista cor-de-rosa - na realidade, num raríssimo momento que normalmente não há pachorra para essas revistas... até na casa-de-banho prefiro o jornal ou a national geographic (mas que bem, olha ela a armar-se) - e aparece o Piolhinho. Com alguma coisa na mão. E de repente diz-me:     - Ó tia... Não queres antes ver isto?     - Hum... - grunho eu, a meio da entrevista da não-sei-quantas, que ficou chocada porque a não-sei-quê usou o mesmo vestido (...)

O meu Grinch Recalcado...!

03.12.09, Peixe Frito
   Diz que vou começar a escrever para a Fábrica de Letras. Olha diz que sim. Ouvi dizer, sei lá, já sabem como são as más línguas. Eis que me chegou aos meus ouvidinhos de sereia, que o tema deste mês é exactamente... Adivinhem!! O Natal... Pois é. Altamente original! A sério, a mim nunca mas nunca me passaria pela cabeça, escolher o tema Natal, em Dezembro... Fantástico. Mas agora a sério, falando (...)

Crise (4)

26.12.08, Peixe Frito
    Ao julgar por o quanto a minha rua está limpinha e airosa, depois do natal, das duas uma:     - Deve ter havido muita gente a receber as célebres maiocas e pijamitas;     - O tuga finalmente aprendeu a dar utilidade aos Ecopontos;     - Ou guardou as caixinhas das prendas para, sei lá, para arrumar alguma coisa lá em casa ou isso. Nunca se sabe quando vai ser preciso!