Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Eu revejo-me tanto nestas coisas e só me dá para rir (2)

07.12.18, Peixe Frito
Medo sim, alguma vez, na minha altura, se um boneco falasse era mágico? Deus ma livre! Deve ter havido poucos que à noite mal ouviam um barulho no quarto, olhavam de soslaio para a bonecada que estava nas prateleiras ou pendurada na parede. Noites de terror, era o que era. Tinha cá uma magia... Se há coisa da qual sinto "saudades", é das K7. Não necessariamente no que tocava à sua qualidade de áudio, mas era tão fixe! Ter walkman, uns headphones que eram grandes e pirosos, ainda (...)

Se alguém tiver tendências suicidas, não leia isto.

08.03.18, Peixe Frito
Começo já por dizer, que adoro piadas secas. Secas. Sequérrimas. Secas que até racham. Mais secas que o ar e a areia do Sahara. Mais secas ainda do que as fatias de entremeada que às vezes asso no forno e passam de tenrinhas e fofas a primas de pedaços de madeira e quebra dentes. O mal é que eu adoro partilhar as piadas secas com toda a gente - amiga como sou, naturalmente. Como se costuma dizer, para que servem os amigos? - espalhando a sequice pelo mundo e arredores! E como vêm (...)

Como o Natal está perto, uma prendinha antecipada.

18.12.17, Peixe Frito
Ouvi dizer que a chuva vêm aí, por isso aqui fica o meu conselho natalício, para que consigam adaptar-se às chuvas, principalmente às poças e coisas do género (que se forem como as que se costumam formar aqui pelas zonas do aquário, parecem autênticas piscinas olímpicas) ou sugestão para começarem a praticar natação num buraco da estrada, num sítio perto de vocês. É grátis, simples e pode incluir interacção com fauna local: girinos e bicheza assim... Shark free. (...)

Ficou ali mesmo aconchegadinha.

07.07.17, Peixe Frito
7 e picos da manhã. Estação do metro à pinha. Vê-se de tudo... malta ramelosa por acordar cedo, malta agarrada ao telemóvel a ouvir música ou a navegar na net. Até um ou outro a cabecear bolas invisíveis, encostados em algum sítio, tal é a jibóia. Nada, mas nada me preparava para o que eu ia assistir e me fazer rir que nem uma ranhosa - que sou - naquele ambiente urbano e caótico. Chega o metro. Até uma sardinha em lata na lata, estava mais espaçosa do que a malta (...)

Eles andem aí! E pelo mal.

07.01.16, Peixe Frito
Ser designer gráfica e fazer má interpretação dos pictogramas das casas-de-banho. Com má interpretação, quero dizer que olhei duas vezes, voltei a olhar e achei que tinha entrado na casa-de-banho das senhoras. Má intrepretação significa estar descansada na casa-de-banho e entrar um homem. Como se não bastasse, o homem ficou embaraçado e gentilmente, esperou fora das casas-de-banho que eu saísse. Ou isso ou medo que nos vissem a sair juntos da casa-de-banho. Ou tinha medo que (...)

Memória de Peixe...!

26.09.14, Peixe Frito
  - Que é o jantar hoje? - pergunto eu à mãe Peixa.   - Olha, são rissóis, croquetes e pastéis de bacalhau.   - Possas mãe, a sério? Esqueceste que tenho o colesterol elevado e não posso comer essas coisas.   Minutos depois, volta da cozinha e diz:   - Mas tenho ali pizza, se quiseres!      Acho que mais uma tentativa, e ainda comia uns ovos estrelados com batatinhas fritas.

Evidentemente!

23.05.14, Peixe Frito
  No cabeleireiro, exclama uma criatura, com os seus tenros dois anos e um ar doce e fofo com a voz a acompanhar, para a senhora que está a lavar a cabeça ao pai:   - Maria, não te esqueças de lavar atrás das orelhas!!

Fosga-se, pá...!

19.06.13, Peixe Frito
  Ter comichão no cotovelo e, aquando o ia coçar, bater com o mesmo na secretária.   Foi mesmo um dois em um: comichão e dor no mesmo sítio. Fantástico, Melga.   Ora digam lá que não ficaram cheios de inveja? Imagino que sim. Até se devem estar a roer todos :)

Evidentemente que o problema é esse!

12.06.13, Peixe Frito
  Vai uma criatura ao médico. Diz-lhe o xô dotor:   - Quanto mede?   - 1,83 mts.   - E quanto pesa?   - Isso não sei senhor doutor.   - Então vamos lá pesá-lo. Por favor coloque-se ali.   Tal e coiso, e a balança lá dá o peso da personagem.   - Eh lá... Você têm uns vinte quilinhos a mais...   - Ó sr. Doutor... Eu estou vestido!

Isto já explica muita coisa...!

16.05.13, Peixe Frito
   Tenho um produto de beleza que deve de ter um pacto com o demónio: tem um cheirinho tão bom mas tão bom, que me dá mesmo mesmo vontadinha de meter lá o nariz, chafurdar na embalagem, enfiar os dedinhos no produto e provar... Sem falar nuns cremes para o corpo e para as mãos.    Raios partam quem teve essa ideia, de colocar aromas tão tão tentadores, inebriantes, que tentam a gula (...)