Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

E são coisas destas que aquecem o coração.

08.11.19, Peixe Frito
Pois é, anda piolheira à solta de modo selvagem, pela escolinha da cú rabinho pequeno. Infelizmente, ela apanhou. Anda a fazer o tratamento e a mãe explicou-lhe que ela agora têm de andar de cabelo preso, por causa dos piolhos. Sabem que responde ela à mãe? - Então quer dizer que não podemos dar mais abracinhos? Já entenderam como ela apanha os piolhos, não já? Apesar de andarem numa de partilha de animais selvagens, é bom saber que as crianças têm o hábito de se (...)

Aviso à navegação! E só porque a gaja é doida.

02.07.19, Peixe Frito
Venho informar os meus queridos leitores que vou emigar para um sítio sem acesso à internet, vou para uma gruta e me armar em eremita. Diria que me iriam crescer as barbas até ao chão, mas felizmente não sou dotada de muitas pilosidades faciais, por isso já não poderei fazer rasta nos pêlos do nariz nem na barba de bode! - meu coração rachou neste momento. Como diz o outro, estou de brincadeira!  Em caso único e excepcional, apenas porque sinto que talvez exista desse lado (...)

E, de repente, conseguiu ver a vida que a rodeava, os pássaros, as flores, a geada matinal, desfrutar das paisagens e ganhou nova cor e sentido na sua vid...

08.02.19, Peixe Frito
Decidi limpar o vidro da frente do peixmóbil, por dentro. É que sabem, depois de um outono e começo de inverno, em que fica muita condensação de água no vidro, custa a desembaciar e o gajedo cheio de lume no rabo, passa um pano a limpar e um papel de seguida, para que o dito vidro não fique com manchas - sim... torna-se mais rápido do que esperar que desembacie, com aquele lago de gotas no vidro. Quando passo o pano, chove... e preciso de abrir o guarda-chuva, de cocktail, mas (...)

É que passe o tempo que passar.

07.12.18, Peixe Frito
Andava eu para aqui a pesquisar umas coisas para retomar uma espécie de rubrica que eu tinha aqui na fritadeira há uns anos e, deparei-me com este videoclip que, para mim, continua a ser um dos melhores, top of the top, nada a ver com a letra da música mas de ir às lágrimas. E, como é sexta feira e para alguns lados, cheira-me que meio chuvosa, tomem lá musiquinha para se animarem. Quem é amiga, quem é? A Peixa. Lembrem disso quando quiserem erguer uma estátua a alguém, dar (...)

Dá-me um certo gozo, sei lá (esta foi um bocado à tiá, 'tá a ver?)

08.11.18, Peixe Frito
Sempre adorei me meter com crianças. Brincar com elas e andarmos na treta. Com os meus sobrinhos, não foi nem é excepção. Pior ainda... Porque quando encontramos alguém que nos percebe tão perfeitamente e têm pacadas similares às nossas, independentemente da idade, tudo se torna mais fácil e flui ainda mais para a parvalheira. Uma das coisas que adoro fazer, é perseguir a cú rabinho pequeno. E ela adora, porque desata a correr a rir e a esconder-se e, quando a encontro, faz-me (...)

Cambada de mimados, as criaturas que crio com todo o amor do mundo.

07.11.18, Peixe Frito
Tenho uns peixes que são o máximo. Contam já com quase onze anos de vida e cada dia que passa, mais cromos ficam. Qual foi a última deles? Amuaram. Sim sim, amuaram. Sabem porquê? Eu conto. Descuidei-me com os floquinhos que lhes dou de comer e, quando ia colocar floquinhos no aquário no ritual diário de quando chego a casa, vejo que a embalagem ficou vazia. "Uppsss" pensei "Caraças que me esqueci dos floquinhos". No dia a seguir, voltei a esquecer. Pois olha... não comeram nesse (...)

Não há dúvida que criança pequena é um deleite nos seus raciocínios.

18.10.18, Peixe Frito
 A observar as árvores no quintal, nas imediações de onde as formigas são umas porcas: - Já se notam as folhas amarelas e murchas nas árvores. Até parecem tristes, as árvores. Não tarda cai a folha. Prontamente, mete-se na conversa a cú rabinho pequeno: - Onde tia Peixa? Onde está a árvore triste? - É aquela ali vês - apontando em frente - depois desta (...)

Dá assim uma satisfação mórbida...!

16.10.18, Peixe Frito
(imagem palmada daqui) Alguém já teve uma vontade dos diabos de se meter dentro de um recipiente cheio de bolinhas de esferovite? Pois bem, eu já. Sempre que posso, enfio as mãos dentro das embalagens cheias destas coisas do demónio e nem me apetece tirá-las de lá. Imagino-me, por momentos, como aquela imagem do "American Beauty", caindo bolinhas de esferovite invés de pétalas de rosa... (...)

Coisas destas, podem-me oferecer todos os dias que eu aceito de braços abertos.

15.10.18, Peixe Frito
Pois é, isto aconteceu comigo há dias. Ensinam-nos desde tenra idade, a não aceitar nada de estranhos, mas nessa altura é isso que somos, crianças versus um adulto. E quando é um adulto versus uma criança?? Deixa de se ter o receio de nos comprarem com doces para o que seja ou que os mesmo contenham droga e outras substâncias esquisitóides frente a poderem estar cheios de baba e ranhoca, a terem andado por todo o lado - até na guerra - já se sabe como são as crianças e os (...)

Só me calham destas na rifa.

12.10.18, Peixe Frito
- Ó tia Peixa... «ui que aí vêm coisa», pensei logo. - ...porque é que os aviões são tão pequeninos lá em cima (no céu) e cá embaixo são tão grandes?   Faz parte da praxe, os meus sobrinhos aquando pequenos, me fazerem este tipo de perguntas.  Qualquer dia pergunta-me a teoria da evolução ou a origem do universo.

Desconfio que só de eu pensar em usá-los, eles sentem e se "desmalham" todos.

10.10.18, Peixe Frito
Declaro aqui a oficialização da abertura da época de uso de collants.   Eita que vão começar as guerras matinais de vestir uma perna direita e a outra enviesada, tendo de tirar os collants e voltar a vestir... Abriu também a época das malhas, buracos nas meias de vidro e a época do verniz andar na mala, não vá alguma malhita se lembrar de fazer alpinismo nas minhas pernas de sereia. Menção honrosa para as meias desirmanadas e para os collants que quando precisamos deles, não (...)

Até me esgatanhei toda.

03.10.18, Peixe Frito
Chega uma colega ao pé de mim, numa linda manhã de sol: - Peixa, Peixa, anda cá que preciso de um favor teu! - Então, dime. - Chega aqui para esta zona com sol! Olha... pá ando-me aqui a coçar. Recebi uma sms da escola do meu filho que há piolhos na turma. Podes ver, se faz favor, se me vês alguma coisa na cabeça? É que desde que recebi a sms só me tenho estado a coçar!! Olha eu né... quando ouvi aquilo tudo, com a palavra "piolhos... piolhos... piolhos..." a ressoar na minha (...)

Eu chorava baba e ranho e implorava para pararem!

26.09.18, Peixe Frito
Admiro as criaturas que ficam tão felizes e contentes, quando lhes cantam os parabéns. Eu, desde pequena, que era praticamente proibido me cantarem os parabéns. Mesmo depois de adulta, se puder evitar, evito. Uma pessoa fica ali assim, a olhar para aquelas pessoas todas a festejarem o estarmos a ficar carcaça, a baterem palmas, desafinarem, disfarçamos a olhar para a vela e começamos a ficar com instintos piromaníacos por a vela nos estar a hipnotizar, sopramos a vela e mandamos (...)

Deviam de estar a assistir ao eclipse por streaming.

30.07.18, Peixe Frito
Vai uma pessoa ver o eclipse lunar, numa praia remota. Espanto que, quando a malta lá chega, estavam lá um ou dois carros e um deles, era um casal de jovens. Pois é assim, nós sabemos que aquilo é num local ermo, tão ermo que eu nem sequer pensei que jovens daquela idade sequer soubessem que aquele local existia, sabemos que é um lugar sem iluminação artificial o que o faz um spot maravilhoso para avistar fenómenos lunares e chuvas de estrelas. Milagrosamente um dos poucos (...)

Até me faz largar umas lagrimitas!

18.06.18, Peixe Frito
  Por mais que tente, não há vez que a descascar uma laranja, não me emocione. E porquê? perguntam vocês, meus babes. Pois bem, levo sempre com uns espirrinhos da mesma nas fuças, quando abro a laranja ao meio. Ora se me entra para o olho, ora se não entra no olho, espirra a roupa, senão é a roupa, é a pessoa que está sentada ao lado ou toda a gente nas redondezas - fica tudo a cheirar a mercado de frutas - tal regador municipal a regar a relva e as árvores, que rega tudo, (...)

Cá para mim, foi este que engoliu o relógio e não o crocodilo do Capitão Gancho.

21.05.18, Peixe Frito
Acaso do destino, me fez ouvir um pardalito a chilrear na árvore mais próxima e olhar para o relógio. Como em tantas outras vezes, me pareceu ver mal as horas e voltei a focar o relógio, com a banda sonora pardalesca de fundo. Então não é que o raio do pardal piava exactamente ao ritmo do ponteiro dos segundos? 1s piu, 2s piu, 3s piu com uma sincronia perfeita. Eu ali a torcer pelo animal "só mais uma, só mais umaaaa" tal e qual numa competição de quem bebe mais uma bejeca. Ao (...)

Quando está no sangue, não há nada a fazer.

07.05.18, Peixe Frito
Observar atentamente a cú rabinho pequeno a fazer macacadas, cantar, dançar a abanar o rabo e a rir a bandeiras despregadas dela própria, e lhe dizer: - Possa, tens mesmo a quem sair. A quem hás-de tu sair assim fresca? Diz o paizinho da criatura: - À tiazinha dela. - À tia? Qual delas? A  MIM não é de certeza. Se fosse minha filha se calhar não era tão parecida comigo em certas merdas coisas. A única questão é que em criança, eu era a paz do senhor encarnada numa (...)

Há temas sensíveis. E este sem dúvida é um deles.

30.04.18, Peixe Frito
  É considerável a quantidade de pessoas as quais já choquei, quando me perguntam se eu tenho microondas e eu respondo que não. "E o que fazes quando precisas aquecer comer?" "Uso o fogão." "E quando precisas de água quente ou leite?" "Uso o fogão." "E quando precisas de wanna say, wanna go*?" "Uso o fogão". Começo a achar, que muita gente já não sabe o que é o fogão, porque quando eu respondo "o fogão", a reacção costuma ser de surpresa e seguido com a pergunta perplexa: (...)

E pronto... lá começam as lavagens cerebrais.

18.04.18, Peixe Frito
    Faz sol e que acontece? Um por outro, já se fazem soar pela rádio, os anúncios daquelas porcarias que fazem emagrecer - dizem eles. Má frends, eu todo o ano digo a mesma coisa: encharquem-se dessas tretas, que dizem ser naturais e que toda a gente acredita piamente porque se compra numa farmácia, não mudem o vosso estilo de vida, alimentar, sedentário, não mexam mesmo essa peida, que vão ver se emagrecem. Não digo que vão para o ginásio puxar ferro como se não houvesse (...)

Mais um bocado e até havia cogumelos, de certeza.

10.04.18, Peixe Frito
É muito mas muito à frente!   Não imaginam o stress que é, dar de caras com uma poça dentro do vosso maquinão. Só faltavam os sapinhos, umas carpas koi e uns nenúfares para a cena ficar compostinha - Se fosse quentinha, ainda dava para lá meter os pés e relaxar, mas nem isso. Fora isso, valham os jornais e os trapos velhos a ensoparem a cenóide. Sempre posso ir lendo as notícias, embora atrasadas, do jornal quando estou parada no trânsito. Nada se perde. Ironia da vida, foi (...)