Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó da guarda, peixe frito!

Vai com arrozinho de tomate?

Uma das vezes em que gastei melhor o meu dinheiro.

22.06.18, Peixe Frito

2-soutien-sutian-silicone-aumenta-seios-unbra-tama 

Sou daquelas gajas que detesta andar sem soutien. Mesmo. Somente quando ando pelo aquário, que mal chego a casa é sapatos para um lado e trapos a voarem para o outro, vestindo logo a "farda" de andar por casa, é que não uso. De resto, uso sempre. Há uns anos, comprei um soutien daqueles de silicone, que quando tocamos parece muito a nossa pele, até em termos de textura, cor,  para usar com os tops e os vestidos cujo decote frontal ou que sejam demasiado cavados nas costas, mostrem o soutien.

Que me aconteceu? Decidi estrear um vestido, cuja parte de trás fica abaixo da linha do soutien, mostrando as costas. Bela e amarela, fiquei eu. Toda lampeira. Quase a parecer uma tóp módel. Finéss e a esbanjar charme. Naturalmente, dadas as características do trapo do dia, usei o tal soutien xpto e mais não sei quê porque não gosto de andar com os marmelitos à vontade como Deus os meteu no mundo. Então não é que o raio do soutien, decidiu rasgar? Parece que tinha lá a fotografia de um ex-namorado e foi rasgada em mil pedaços por uma ex-namorada em raiva e fúria de ter sido deixada pelo ursinho de peluche. E quando se rasgou? Sempre nas alturas mais propícias e adequadas: Quando cheguei ao trabalho. Resumindo: não querias andar de tangerinas à solta? Pois agora vais ter de andar e vai ser o dia todo, que não há tempo para se ir a casa vestir outros trapos ou tentar remediar a situação - ainda ponderei uns agrafos na cena, mas não me safei. O silicone rasga todo que nem papel de jornal - É o que dá eu comprar destas mariquices.

E depois ainda há outra: nunca consegui que aquela porcaria se mantivesse como deve de ser, no sítio certinha e direitinha, tal como aparece na imagem da caixa. As minhas conchinhas nunca ficaram assim tanto a desafiar a gravidade e de nariz empinado. Cada vez que olho para a imagem de ilustração, sobem-se-me os calores, porque das duas uma: ou colaram aquilo ao corpo da manequim ou colaram aquilo ao corpo da manequim! 

Quando é para ser é e não há nada a fazer, quer se goste, quer não. Há que me render às evidências e à situação, pronto. Agora já sei um pouco melhor qual é a sensação que os gajos têm, quando passam a usar boxer's invés de cuecal justinho, que lhes mantêm ali o material aconchegadinho... 

R.I.P. soutien maricas sem alças. Gostava de dizer que vais deixar saudades, mas nem por isso. Não vou sentir falta das inúmeras vezes que custei a te acertar com as mamocas, de modo a ficares lindo e maravilhoso, nem das situações desconfortáveis em que começavas a descolar quando eu ficava com calor e transpirava mais um pouco, fazendo com que eu parecesse uma maníaca ou que andava a seduzir toda a gente por ter de andar meia volta a apalpar literalmente as mamocas, para te manteres no sítio e não fizesses "pop!" do nada, até mesmo no meio de reuniões - olhem só a figurinha que eu fazia. Quando não apalpava as maminhas, mantinha os bracinhos juntinhos ao tronco (tal robot) ou andava de braços cruzados o tempo todo, para os mesmos ajustarem as pontas do soutien e ele não desfalecesse, sem vida, do meu peito, literalmente nos meus braços.

Ao revoir mon amie, vai pela fresca que o sol está forte e ainda derretes.

6 comentários

largar posta na fritura